1. Spirit Fanfics >
  2. Amor na Metrópole - Sakura e Kakashi >
  3. Frenesi

História Amor na Metrópole - Sakura e Kakashi - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpe por fazer vocês esperarem tanto. 😁
Espero muito que gostem! ❤
Pra quem ainda não viu: postei uma nova fic ontem. Quem se interessar, dá uma lida e depois me diz o que achou! 😁
Beijos 😘

Capítulo 16 - Frenesi


Fanfic / Fanfiction Amor na Metrópole - Sakura e Kakashi - Capítulo 16 - Frenesi

* Capítulo Dezesseis  - Frenesi  


   Kakashi abriu a porta de seu quarto com o pé, e Sakura se segurou com mais força em seu pescoço. 


    -Eu não vou te deixar cair… - ele sussurrou no ouvido da rosada, a fazendo se arrepiar imediatamente. 


      -Hunn… sim… - a jovem sussurrou com os olhos fechados e os lábios entreabertos. Lentamente, o grisalho desceu seu corpo, para que Sakura alcançasse a cama. Assim que ele fez a moça repousar sobre o colchão macio, intentou se levantar, mas foi impedido pelos braços que o puxaram com força. 


     -Não vai… - Sakura abriu os olhos e o encarou com ternura. 


  -Se eu ficar um segundo a mais tão próximo de você... - o grisalho  respirou fundo e estreitou os olhos - ... não vou conseguir me controlar…  Eu te desejo tanto… 


    -Não se controle… - erguendo um pouco a cabeça e segurando nos fios prateados, Sakura deu um  selinho em Kakashi, que imediatamente começou a beijá-la com desejo. Se acariciando mutuamente, os dois forçavam seus corpos um contra o outro, satisfazendo um desejo antigo e acendendo uma nova chama. 


   -Me ajuda a tirar isso… - a jovem  começou a tirar o próprio casaco e se levantando, Kakashi a ajudou. - Humn eu tô com cheiro de hospital… posso tomar um banho antes? - ela se sentou na beirada da cama e cheirou o próprio ombro. O grisalho a puxou pelos braços e a envolveu. 


     -Claro que pode, eu também quero tomar um banho. - acariciando a nuca de Sakura, ele prosseguiu - Podemos fazer isso juntos…  você quer? - Sua voz profunda e grave soou como música aos ouvidos da rosada, que com os lábios entreabertos e uma expressão de desejo, apenas consentiu com a cabeça. 


    -Então vamos, meu bem. - O homem sorriu maliciosamente, e se voltou para o banheiro da suíte.  A poucos passos atrás, Sakura sentia seu coração acelerar e o nervosismo tomar seu corpo por completo. Aquela seria a primeira vez que viveria um momento de intimidade com um homem, que não fosse o Sasuke. 

[...]


   Assim que entraram no banheiro da suíte, os dois começaram a se despir com certa rapidez, não era segredo que estavam desejosos para retornarem aos braços um do outro.  - Você quer tomar um banho de banheira, ou pode ser no chuveiro mesmo? - Kakashi perguntou, assim que ficou completamente nu, fazendo Sakura - que ainda estava de calcinha - o observar dos pés à cabeça. Inevitavelmente, os olhos da rosada gastaram um pouco mais de tempo fitando o membro do grisalho, que já estava enrijecido. - Hein? O que você prefere? - ele questionou novamente, ao perceber que a jovem se mantinha em absoluto silêncio, e seu rosto corou  de vergonha. 


   -Ah! Pode ser no chuveiro mesmo… - Sakura engoliu seco e também se envergonhou pelo que havia acabado de acontecer. - Tudo bem então. - o homem sorriu e entrou no box, na intenção de deixar Sakura um pouco mais a vontade para tirar sua última peça de roupa.  Imediatamente, ele abriu o chuveiro e de olhos fechados, deixou a água quente percorrer todo seu corpo, enquanto respirava fundo, tamanha excitação. 


    -Estou entrando… - depois de se despir completamente, a rosada se aproximou  de Kakashi, que se virou para ela e segurou sua mão. - Eu mal posso acreditar… - disse em pensamento, enquanto sentia sua pele se arrepiar com com os toques do grisalho, que sem perder tempo, a puxou para um beijo e acariciou seu corpo. 


    [...]


Narrativa de Sakura : 


   As mãos grandes e firmes de Kakashi, me seguraram pelos pulsos, e interrompendo nosso beijo, ele me conduziu até a parede e levantou meus braços. Involuntariamente, soltei um suspiro, o que o fez sorrir maliciosamente. - Feche os olhos, amor… - o grisalho sussurrou ao meu ouvido, e  meu corpo se contorceu, como se uma corrente elétrica me atravessasse.


    -Tá… - minha voz saiu arrastada. 


  - Isso… Tenho certeza que você irá gostar… - Kakashi segurou meus pulsos com um pouco mais de força, e mantendo meus braços para alto - encostados na parede - começou a beijar e dar leves mordidas nas palmas de minhas mãos.  Dos meus lábios, um gemido suave escapou, e eu deixei o peso do meu corpo cair sobre a parede. Progressivamente, o grisalho foi descendo em direção aos meus braços, sempre revezando as carícias entre os dois. Ao chegar na altura dos meus ombros, Kakashi soltou meus pulsos e ainda despejando beijos e  mordidas sobre minha pele, começou acariciar meus seios, me fazendo gemer mais alto. 


    -Você é perfeita… - ouvi sua voz profunda ao pé do ouvido e em seguida, senti sua língua quente acariciar um de meus mamilos, enquanto o outro era estimulado por seus dedos. Em seguida, Kakashi abaixou meus braços, que  mantive estendidos, e me virou de costas. Seu dedo percorreu por toda minha espinha, de baixo para cima, e ao tocar meu pescoço, o grisalho abriu a mão e apertou minha carne. Em resposta, meu corpo se arrepiou e dessa vez, eu gemi alto. 


    -Você é muito sensível,  Sakura… - Kakashi sussurrou ao meu ouvido, enquanto pressionava seu corpo contra o meu, esfregando seu pênis em minhas nádegas e acariciando meus seios. Joguei minhas mãos para trás, e segurando - meio sem jeito - em suas costas, o puxei para mais perto de mim.  


      -O banho… acho que acabamos nos esquecendo disso… - virei meu rosto para trás e sorri. 


       -É verdade… o banho. - sem me soltar, o grisalho deu passos lentos para trás, e eu o acompanhei, até que água começou a cair sobre nós. Respirei fundo e me virei em sua direção. Mais que depressa, ele passou seus braços ao redor de minha cintura e voltamos a nos beijar. Minhas mãos afoitas, exploravam cada centímetro da sua pele macia, e dessa vez, era eu quem o pressionava contra parede. Meu coração, cada vez mais acelerado, era uma simples exemplificação do poder  que Kakashi possuía sobre meu corpo, mente e alma. Mesmo forçando muito a memória, não consigo recordar de algo ou alguém, que eu já tenha desejado com tanta veemência, quanto o desejo. Esse querer desmedido , fazia com que cada mínimo toque ou carícia, me levasse à um estado de euforia e falta de lucidez. Meus gemidos de prazer, tão ávidos e verdadeiros, não me permitiam esconder o forte sentimento que queimava por ele, que para minha sorte grande, retribua cada toque com a mesma entrega. 


    -Não dá mais para aguentar… - Kakashi me encostou na parede novamente e suspendendo  uma de minhas pernas, encaixou sua intimidade à minha. Gememos juntos, à intensa sensação de prazer, e meus dedos se enrolaram nos seus fios prateados. Instintivamente, os puxei quando fui preenchida lentamente  pelo membro do mais velho, que mordendo meus lábios, após se acomodar dentro de mim, começou a se movimentar, nos levando à um nível mais alto de frenesi.  


 -Hunn Kakashi…  ahhh… Nós esquecemos… da camisinha… - as palavras saíram intercaladas com os gemidos e suspiros, e por mais que eu me preocupasse com a situação, meus quadris não conseguiam parar de se movimentar e minhas mãos não o soltavam.       -Eu vou lá buscar… Vai ser rapidinho - o grisalho respondeu ofegante, mas assim como eu, não conseguia interromper as investidas. Nossos corpos buscavam se fundir mais e mais e inconsequentemente, continuamos a nos doar um para o outro. Após muito tempo de manter minhas emoções em estado de dormência, eu finalmente estava extravasando tudo aquilo que já pesava dentro de mim. Não era apenas sexo, aquilo o que fazíamos; E eu posso jurar, que naquela madrugada nossas almas se tocaram e nos tornamos um só. 


   -Eu te amo, Sakura… Eu tenho certeza de que te amo… Sim… Eu te amo... - Kakashi afundava seus dedos em minha carne, enquanto me invadia intensamente e repetia sobre seu amor por mim. - Eu também te amo… Eu te amo como nunca amei antes… - minhas mãos seguraram seu rosto e meus lábios tocaram os seus, com o desespero de que quem está prestes à explodir de prazer. - Não para amor, eu vou gozar…. - implorei docemente, e fechei os olhos. 


    -Ahhh sim… Vamos gozar juntos, meu amor… - dando tudo de si, Kakashi intensificou seus movimentos, e em poucos instantes, meu levou ao ápice de todo aquele delírio. Enquanto eu gozava, minhas unhas arranhavam levemente a pele do grisalho. Não sei ao certo quando, mas não levou muito tempo, para que ele também transbordasse de tesão e derramasse seu gozo dentro de mim. - Ahhh Sakura…  eu realmente te amo. - ofegante, Kakashi abaixou minha perna e saiu de dentro de mim. Suas mãos tocaram meu rosto, que queimava como brasa, e tocou meus lábios com os seus.


   - Eu também te amo… amo muito. - sussurrei olhando em seus olhos negros e com os lábios encostados nos seus. 

 

  -Eu não quero mais ficar longe de você, nunca mais… - os braços de Kakashi me apertaram com força, como se ele realmente não quisesse que eu me afastasse. 


   -Eu também não quero mais ficar sem você… - retribui o abraço e sentindo meus olhos marejarem, tamanha emoção, o beijei novamente. 


[...]



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...