1. Spirit Fanfics >
  2. Amor Não A Primeira Vista - Kim Namjoon >
  3. "Me arrependi de conhecer você."

História Amor Não A Primeira Vista - Kim Namjoon - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


• Oi, seres. Cheguei, em pleno domingo, trazendo mais um capítulo. É...Bom, eu tentei, né?

• Seres, sinceramente, conversem aí comigo. Sabe, eu adoraria ouvir a opinião de vcs, saber o que vocês querem que eu mude, o que não estão gostando, um erro, qualquer coisa - só conversem comigo.

• Sem enrolação, Beijos e Boa Ilusão.

Capítulo 17 - "Me arrependi de conhecer você."


Fanfic / Fanfiction Amor Não A Primeira Vista - Kim Namjoon - Capítulo 17 - "Me arrependi de conhecer você."

19:21

Meus olhos percorreram por absolutamente tudo em minha volta. Estava no auge da tarde, e as ruas ficavam ainda mais movimentadas e ilumindas. Lindo! Em meu corpo estava um vestido jeans tomara-que-caia que marcava muito bem minhas curvas, tênis brancos e algumas bijuterias. Logo vi um corpo masculino parar embaixo de um poste, e eu já sabendo bem quem era, me aproximei vagarosamente e coloquei minhas mãos em seus olhos.

- Oh, meu Deus! Quem será? - Namjoon perguntou num tom debochado e brincalhão - Será o homem aranha?

- Bobo! - Falei sorrindo, batendo no ombro do mais velho.

Namjoon gargalhou e minha atenção foi toda naquele som maravilhoso, suas covinhas logo foram acompanhadas por suas bochechas ruborizadas de vergonha. Ashi, por quê tão fofo?

- Por que você está me olhando?

- Nada. - Respondi ainda toda boba.

O sorriso lindo de Namjoon se desmanchou ligeiramente, enquanto o mesmo encarava algo atrás de mim.

- O que foi? - Perguntei me virando e olhando ao redor - Tá tudo bem, Namjoon? - Olhei para ele novamente.

- Você não viu ali?

Olhei para trás novamente, e só então percebi um carro familiar no estacionamento da cafeteria. Olhei para o motorista da Hilux vermelha e vi um homem ali dentro, junto com um sorriso cínico nos lábios.

- Eu não acredito...

- É melhor você ir. - Namjoon falou um pouco sério, pondo uma de suas mãos em sua calça - Não quero atrapalhar.

Olhei novamente para o carro e quando percebi, Namjoon já estava de costas, prestes a ir embora.

- Ei! Espera! - Corri e segurei seu braço - O que pensa que está fazendo?

- Indo embora...? - Perguntou num tom óbvio - ______, você é comprometida. Acha certo ficar assim co...

- Olha aqui, Namjoon! - O interrompi - Eu não namoro mais o Lay, ok?!

- Não?

- Não!

Namjoon ficou um pouco receoso, me olhando com um olhar penetrante, olhar que me arrepiou dos pés a cabeça. Antes o mesmo estava sério, mas agora, Namjoon me olhava confuso.

- Foi por minha causa?

- Não. Foi porque... - Suspirei, cruzando meus braços - Aquele desgraçado me traiu com minha prima.


Querendo ou não, isso é vergonhoso de se falar...


- Oh! - Ele arregalou os olhos - Eu não acredito!

- Pois é...

- Ora, ora, ora. - Escutei uma voz grossa atrás de mim, e se, já sabendo quem era - "Odeio traidores." - Ele imitou minha voz.

- O que você está fazendo aqui, Lay? - Me virei enfurecida.

- Caminhando. Não posso? Que eu saiba, esse lugar aqui é público.

Lay começou a encarar Namjoon, num olhar de desgosto. Mal sabe ele que o único ser aqui que dar desgosto, é ele mesmo. Hugh!

- Sinceramente, me trocar por um pobre vadio...

- Como é que é? - Namjoon avançou em Lay, mas interrompi seu ato pondo meu corpo no meio - Quem você acha que é pra falar assim de mim, playboy?!

- Eu? - Lay gargalhou - Eu sou Park Lay, garoto. Park Lay! - Aumentou o tom - Já você...

O corpo de Namjoon se chocou novamente com o meu, e todos aqueles insultos de Lay já estava sendo de mais para mim.

- Cala a boca, Lay! - Gritei - Não vou permitir que você insulte Namjoon desse jeito, seu idiota!

- Ah, é? E o que vai me impedir? A sua 'arminha'?

- Arma? - Namjoon perguntou atrás de mim.

- Não, querido. - Continuei ignorando a pergunta de Namjoon - Eu posso resolver isso com minhas próprias mãos, quer ver?

- Você tem uma arma, ______? - Namjoon perguntou novamente.

- Você não está me ajudando, Namjoon!

Lay continuava com seu olhar de desgosto em cima de nós, e aquilo só me dava mais raiva ainda.


Imbecil!...


- Vejam só vocês dois. - Negou com a cabeça - Dois miseráveis.

- Miseráveis?


Ah, pra mim já deu!...


- Miserável é você, Lay! Que pra transar com uma garota precisa abusar! - Falei alto demais, percebendo logo depois que nossa discussão estava juntando algumas atenções curiosas ao redor - Miserável e você que é tão insuficiente que precisou se envolver comigo quase me dando o golpe do baú, pra conseguir o que comer! Miserável é você que se acha o fodão mas não passa de um fracassado na vida! E agora está querendo me dá uma lição de moral?

Minha voz estava trêmula, assim como minhas mãos que também suavam frio. Meus olhos ardiam e ameaçavam desabar em lágrimas. Mas não! Eu não vou chorar!

- Você ficou louca?! - Lay gritou.

- Fiquei!!

Senti uma mão tocar sutilmente na minha, e eu já sabia que era Namjoon tentando me acalmar.

- Já deu ou quer sair daqui quase morto? - Namjoon perguntou num tom ameaçador.

- Você está me ameaçando?

- Estou.

- Você sabe com quem você está falando, moleque?!

- Sei, com o cara mais babaca que eu já vi na minha vida. - Namjoon retrucou - Um cara que não sabe respeitar um mulher e se acha o rei do mundo. Um cara que acha que roupas de grifes, carros e dinheiro mostra quem você é de verdade.

Lay ficou calado, enquanto sua respiração estava descompassada, mostrando o quanto sua raiva o consumia por dentro.


Boa, Namjoon!...


Estava tudo muito embaçado para mim ainda, eu não sentia mais minhas mãos tremerem e suarem por causa da adrenalina e da raiva. Os olhos castanhos de Lay se encontraram com o meu, e era nítido toda sua ira e ódio devorando-me.

- Você vai se arrepender, _______ - Ele apontou um dedo na minha cara.

- Já me arrependi, Lay. - Respondi com desgosto, determinada em colocar um basta nisso - Me arrependi de conhecer você.

Como um pequeno e insignificante vulto, Lay virou seus calcanhares e saiu às pressas daquele local. Só depois pude perceber quantas pessoas tinha em nossa volta, e ouvir os aplausos de todas elas me fez soltar um suspiro pesado.

- Você foi incrível, fique calma. - Namjoon sorriu - Parabéns pela coragem, _______.

- Obrigada por não ser igual ao Lay. - Respondi aumentando meu sorriso - E por ter ficado ao meu lado, claro.

...


Notas Finais


• Pois é, seres. Lay apanhado na cara por palavras, queridos.👊

• Não sei vocês, mas esse capítulo eu gostei muito. Então, se vc também gostou, deixe um ❤️zinho, hm? Por favor.

• E conversem comigo, ok? Beijos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...