História Amor não correspondido - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Yoonmin
Visualizações 21
Palavras 1.736
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Romance e Novela, Suspense, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiiiii
Então gente, essa é minha primeira fanfic, então tenha paciência comigo. ❤

Pretendo postar sempre, porém não sei se vou conseguir postar sempre capítulos grandes.

É isso pessoal, Beijos ❤

Capítulo 1 - Primeiro capítulo


Fanfic / Fanfiction Amor não correspondido - Capítulo 1 - Primeiro capítulo

POV Yoongi

-Vamos logo Jimin- Chamei o moreno pela terceira vez.

Se eu soubesse que Park Jimin fosse demorar tanto assim para se arrumar,eu teria recusado o convite de JungKook de ir em seu apartamento assistir filme. Também não é como seu eu gostasse de filmes, mas só de pensar naqueles dois sozinhos... eu mudava de ideia, ainda mais sabendo da quedinha que ele sente pelo mais novo.

Fui tirado dos meus devaneios com a figura de Park descendo as escadas. Ele estava usando uma calça preta, uma blusa de mangas clara e com um par de all sttar branco, ainda me pergunto como ele consegue ficar tão lindo usando roupas tão simples.

-Vamos Yoon, já estou pronto.- disse ele terminando de descer as escadas e abrindo os braços para me abraçar.

Levei minhas mãos até a sua cintura e dei uma leve apertada naquele local, levei o meu nariz até o seu pescoço e senti o seu doce cheiro, porém ele logo se afastou e me olhou com um pequeno sorriso nos lábios e me puxou para irmos até o carro.

Como Jimin não tinha carro, pois a sua situação financeira não era tão boa, fomos no meu, mas pude senti o quão desconfortável ele fica devido ao fato de nunca poder oferecer carona.

Logo que entramos no carro ele me olhou com uma carinha de cachorrinho pidão.

-O que você está querendo Jimin?- perguntei pois já sabia o que aquela cara queria dizer.

-Hyung, não é nada, é só que...-ele abaixou o rosto, olhando para os seus pés- você acha que o JungKook gosta de mim da mesma forma que eu gosto dele?

Não que ele já não tenha me falado sobre seus sentimentos pelo Jeon, mas toda vez que ele tocava nesse assunto eu não conseguia disfarçar a tristeza em saber que provavelmente o meu amor pelo Jimin nunca vai ser correspondido, e mesmo sabendo que ele está em uma situação parecida com a minha, eu não consigo ser sincero com ele e falar que JungKook não o vê dessa forma.

Virei para Jimin rapidamente e o vi com as Buchechas um pouco coradas, isso que só servia para deixá-lo ainda mais adorável.

-Jimin, eu não sei.- respondi seco e virando o meu rosto para o trânsito.

-O que eu tenho que fazer para ele saber que eu gosto dele, hyung? -Falou virando o rosto para mim com um olhar de esperança. 

-Talvez devesse falar para ele.- Falei mesmo com aquilo me doendo, mas não queria que o Jimin deixasse de ser feliz apenas por eu gostar dele.

-Mas eu tenho medo Yoon! E se ele falar que não gosta de mim? Ou se falar que sou fei- Não deixei ele completar a frase, não gostava quando ele falava essas coisas. Ele é perfeito.

-Jimin, eu já te falei mais de uma vez que você não é feio.-falei o olhando rapidamente.

-Aaaaaa hyung a sua opinião não vale!- falou fazendo um bico em seus lábios.- Você é o meu melhor amigo.

Não vou negar que isso me machucava muito, porém eu já estava acostumado.

-E daí? Isso não quer dizer nada.- Falei com indignação.

-Mas mesmo assim, a sua opinião não vale. Você sempre fala que eu estou bonito, até mesmo quando eu acordo.

-Ué e é verdade, te acho lindo até mesmo acordando. - falei e vi suas bochechas novamente coradas.

-Aish hyung!- Falou tapando seu rosto com suas pequenas mãos. Sorri com a cena e voltei a me concentrar na estrada

Quando chegamos na casa do Jeon, o Jimin foi correndo o abraçar e pude ver que o sorriso que estava em seus lábios agora não era o mesmo que dava quando estava comigo, era um sorriso de quando realmente estamos felizes e isso me fez pensar se ele realmente gostava da minha amizade.

Quando o Jimin largou o JungKook, ele se virou para mim e fez sinal para que eu saísse da minha "bolha", olhei para o Jeon e ele estava esperando para eu o comprimenta-lo, sendo assim demos um simples toque e entramos.

Jimin logo se sentou no sofá e começou a escolher um filme e eu fui junto com o JK fazer pipoca e pegar refrigerante.

Quando eu estava voltando para a sala vi que o filme estava prestes a começar, me sentei e logo olhei em direção da entrada da sala e vi o Jeon entrando logo em seguida e sentando no meio de mim e do Jimin.

-Qual é o nome do filme Jimin?- Perguntou o JungKook.

-O chamado.- Respondeu sorrindo.

-Ué Jimin, você não tinha medo de filmes de terror?- perguntou novamente o Jeon.

-Eu tenho, mas eu queria assistir esse filme já faz um tempo.- Falou se ajeitando no sofá e encostando um pouco mais no moreno ao seu lado.

O filme estava quase no meio quando começou a aparecer algumas cenas assustadoras, Jimin se encolheu ainda mais no sofá (para o lado de Jeon) e puxou os braços do mais novo para por em volta de si mesmo.

Foi aí que eu percebi que ele só queria esse filme para poder se aproveitar do JungKook e isso fez com que mais uma vez o meu coração doesse.

Quando estava quase no final do filme, me levantei do sofá e fui caminhado até o quanto de Jeon, porém antes de abrir a porta o mesmo me chamou:

-Suga? Não vai assistir o final do filme?- ele dividia seu olhar entre mim e a TV, já Jimin nem olhava para mim.

-Não, eu já assisti esse filme, estou com sono, vou deitar um pouco.- Falei e entrei antes dele mais perguntas.

Me deitei na cama do Jeon e peguei o meu celular, por mais que estivesse bravo eu não tinha motivos para isso, o Jimin era livre e como ele mesmo disse eu sou apenas o seu amigo.

Desisti de mexer no celular e tentei dormir, coisa que geralmente não tenho dificuldades em fazer.

Acordei um tempo depois e procurei o meu celular, o encontrando perto da minha barriga. O peguei e vi que dormi apenas uns 40 minutos. Me levantei e fui andando até a sala novamente, pois já estava tarde e precisava chamar o Jimin para irmos para casa.

Quando cheguei na sala eu me arrependi completamente de ter vindo com Jimin na casa do Jeon. Eles estavam se beijando deitados no sofá, o Park estava com as pernas na cintura do JungKook e o JK estava com suas mãos percorrendo o corpo de Jimin. Dessa vez eu não aguentei, eu saí de lá correndo, e fiz o máximo para ser silêncioso, pois não queria estragar o momento dos dois, porém quando fui atravessar a cozinha eu esbarrei em um dos bancos que ficavam no balcão, fazendo assim barulho o suficiente para eles escutarem. Mesmo assim não me importei, saí de lá às pressas, não queria que eles me vissem chorando.

Quando cheguei no carro desabei de vez, tudo o que segurei todo esse tempo.

De repente escuto o toque do meu celular. Era o Jimin. Joguei o celular para o banco de trás e liguei o carro saindo às pressas de lá.

Quando cheguei em casa dei graças a Deus por ser tarde e não ter ninguém acordado. Subi correndo as escadas que levava ao corredor onde ficava o meu quarto, entrei no cômodo e me joguei na cama afundando o meu rosto no travesseiro e chorando como não fazia a muito tempo.

Depois de tanto chorar eu dormi. E nem se quer me importei de trocar as minhas roupas.

Acordei no dia seguinte com o meu celular tocando, sem abrir meus olhos o procurei pela cama, quando o achei atendi a chamada sem me importar com quem seria.

LIGAÇÃO ON:

Jimin: Hyuuuung? - Sua voz estava com um tom muito animado

Yoongi: Jimin? - Perguntei me sentando na cama.

Jimin: Sim! Você saiu tão apressado da casa do JK ontem.

Yoongi: Eu não estava muito bem.

Jimin: Está melhor? O que você tinha? -Perguntou preocupado.

Yoongi: Eu já estou bem, não se preocupe.- Respondi ignorando a outra pergunta.

Jimin: Tá bom então hyung. Eu tenho uma coisa muito boa para te contar.-Reapondeu com o tom de voz novamente alegre.

Yoongi: O que foi? -Perguntei mesmo sabendo o que ele queria me contar.

Jimin: Eu transei com o JungKook, hyung!

Uma lágrima escorreu no meu rosto.

Yoongi: M-mas, você não era virgem?-Falei tentando não demonstrar minha tristeza.

Jimin: Sim, mas um dia eu ia ter que perder a virgindade e esse dia foi ontem, além do mais, eu amo ele então não vejo problemas. Foi maravilhoso hyung!- Não consegui respondê-lo, apenas deixei o celular escorregar pele minha mão e cair sobre a cama. Eu só queria sumir, morrer, sei lá. Como a mesma pessoa que me tirou de todo o meu sofrimento está me fazendo entrar novamente nesse inferno?

Me encolhi na cama e puxei a coberta para cobrir meu rosto. Eu não sentia raiva do JungKook, muito menos do Jimin. Eles não tinham culpa. O único culpado era eu, culpado de não ter falado para o Jimin dos meus sentimentos, não que ele fosse corresponder, mas pelo menos eu iria tirar esse peso das minhas costas.

Escutei alguém batendo na porta do meu quarto e tentei limpar o meu rosto o mais rápido possível. Quando me sentei na cama a porta abriu mostrando a figura de Namjoon, o único amigo que eu tinha além de Jimin.

Ele entrou no quarto e se assustou quando olhou para o meu rosto.

-O que aconteceu com você? -Pediu com o semblante preocupado.

- Nada. -Rezpondi me jogando novamente na cama.

-Tem certeza? Talvez eu possa te ajudar.

-Tenho. -Respondi e me virei ficando de costas para ele.

-Para de ser assim. As vezes temos que nos abrir para alguém. -Falou tentando convencer.

- Da última vez que te contei alguma coisa, você ficou me enchendo o saco o tempo todo.

-Lógico, você queria o que? Que eu te deixasse morrer? - Perguntou se levantando.

-Sim, era exatamente isso que eu queria. -Falei tentando não deixar ele perceber o tom de choro presente na minha voz.

- Foi o Jimin de novo, não foi? -Perguntou, porém eu não respondi. Eu não tinha nem se quer voz para fazer tal ato.

Funguei e Namjoon  novamente se aproximou, me puxando para mais perto de si. Me levantei, olhei para ele e não aguentei. Eu comecei a chorar. Eu realmente não ligava mais de estar chorando na frente de alguém, eu só queria que aquela dor parasse.

De início Namjoon ficou sem reação porém, logo me abraçou. O braço não durou muito, logo ouvi o meu celular tocar novamente. Me virei para pegar o aparelho e olhei no visor, era ele novamente.


Notas Finais


Tchau ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...