1. Spirit Fanfics >
  2. AMOR NÃO CORRESPONDIDO >
  3. Tempos difíceis

História AMOR NÃO CORRESPONDIDO - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Aconselho ler o capítulo escutando a música LOVA-Lonely Ones , com fone .Espero que gostem!

Capítulo 2 - Tempos difíceis


Fanfic / Fanfiction AMOR NÃO CORRESPONDIDO - Capítulo 2 - Tempos difíceis

E foi daquele jeito que passei meu último ano do ensino fundamental, eu não sabia disso na época ,mas eu estava lentamente me apaixonando, não conseguia parar de pensar nele,de olhar ele andando pelos corredores, de vê-lo no intervalo e dele com aquele sorriso lindo.Um ano inteiro o vendo de longe,mal eu sabia que aquilo era apenas o começo .

Quando fui para o primeiro ano do ensino médio meus pais se separaram, foi devastador como meu pai abandonou eu e minha mãe é rapidamente tinha uma nova família,acho que ele já traía a minha mãe, mas apenas quando eu estava no começo do ensino médio ele nos deixou de uma vez por todas, nesse mesmo ano perdi o meu único avô ,o pai da minha mãe ,ele sempre nos alegrava em momentos difíceis de nossas vidas .Eu contava tudo para ele ,então ele passou mau e descobrimos que ele tinha cancêr em fase terminal, não  tinha mais solução e nem tratamento, então minha mãe e eu levamos ele em seu lar de infância,  era uma pequena ilha de pescaria, foi ali que ele cresceu, conheceu o amor de sua vida e depois deixou suas cinzas .Passamos seus últimos dias lá,cantamos , sorrimos e choramos .

Em uma noite fria minha minha estava na cozinha fazendo o jantar e meu avô estava na varanda em sua cadeira de balanço ,quando sentei ao lado dele ele me disse o seguinte:                             — a vida nem sempre é fácil,  mas não desista. 

— oi ?                                                                                                   — sabe eu logo partirei mas queria que você me prometa que por mais que as coisas sejam difíceis você não desistirá e protegerá sua mãe por mim ,ela já passou por muita coisa.                  — eu prometo. 

Depois daquilo jantamos e fomos dormir , no dia seguinte jogamos ao meio de lágrimas suas cinzas no mar , onde ele havia jogado as da vovó, por mais que eu estivéssemos triste e com o coração apertado, o fato de ele finalmente poder encontrar o amor de sua vida me tranquilizou de certa maneira . Então voltamos para casa , minha fingia ser forte , mas ela estava devastada,  o homem que ela achou que a amava a abandonou,  seu refúgio que há tinha restado acabara de falecer . Então decidi que eu ia cumprir a promessa que tinha feito ao meu avô.

Depois que tudo isso aconteceu , passamos maus bocados , minha mãe foi despedida de seu trabalho, as contas estavam acumulando e a dor só aumentando , desde então as coisas iam de mal a pior e meu único refúgio era olhar para aquele lindo sorriso todos os dias e imaginar se as coisas poderiam ser um pouco melhores se eu tivesse coragem de confessar e talvez ele pudesse me consolar,  ficava menos triste quando o via , meus dias pareciam ficar um pouco mais leves já que não podia parecer triste para minha mãe , não queria jogar o peso da tristeza em cima dela , então guardei tudo para mim e fingia para todos que eu estava bem, nunca chorei na frente dos outros , pois todo mundo tem problemas e eu não queria preocupa- lós , tentei ser o mais forte possível para proteger a minha mãe .Ela agora bebia e chorava todas as noites ,não a culpo, então arrumei trabalhos de meio período,  estudava , ajudava e tentava consolar minha mãe depois dela beber muito ,vomitar e chorar então eu segurava as lágrimas,  e a ajudava a tomar um banho gelado , trocar de roupa e a colocava dormir , então limpava o lugar que ela havia vomitado e ia tomar um banho , eu chorava baixinho pois não queria acordar ela e nem que ela visse o meu estado.  Agora eu tinha me fechado para todo mundo , nesses momentos que mais precisei os meus "amigos '' me deixaram de lado , eu já não tinha o mesmo sorriso,  os meus dias pareciam cada vez mais dolorosos,  não sabia mais rir , apenas chorar , eu invejava aqueles que tinham uma vida simples aos meus olhos,  mas nunca desejava o mal para ninguém, mas apesar de querer largar tudo com apenas meus 16 anos (Agora no segundo ano do ensino médio) , apesar de todas as lágrimas derramadas e desejar fortemente ter as minhas preocupações de um ano e meio atrás como oque eu vestiria para ir a escola , apesar de tudo isso eu tinha três motivos para continuar: a promessa que havia feito , Deus e aquele lindo sorriso. Então tentarei o meu melhor para aguentar tudo isso sem ninguém saber,porque ainda não quero desistir das coisas que amo.


Notas Finais


Até mais!😊 e desculpa o erros , é porque tinha escrito a história em outro lugar e repassei aqui .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...