História Amor no passado - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Godric Gryffindor, Hermione Granger
Visualizações 60
Palavras 1.366
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 6 - Cap. VI


POV Serena

- Prazer em conhecê-la senhorita Moon, eu espero que você vá embora e me deixe em paz o mais rápido possível – Sonserina me olhou com algo parecido com desejo, mesmo que suas palavras carregassem ódio e desdém.

- Não se preocupe senhor Sonserina, se eu quisesse eu poderia ter o homem que eu desejasse aos meus pés, então eu não preciso correr atrás de quem não me quer, mesmo sendo minha alma gêmea – me levantei e virei para os outros o ignorando totalmente – então vamos jantar?

Fomos para o salão principal, onde fui apresentada aos alunos, os outros  tinham voltado da pausa de yule e o salão estava cheio, que olharam para Sonserina com os olhos arregalados e assim foi a minha estreia em Hogwarts de mil anos atrás.

Os dias passavam devagar, principalmente depois que refiz meus cálculos de aritimância e cheguei a terrível conclusão que terei que aguentar Sonserina até outubro, fazer o feitiço antes do tempo certo, das condições corretas poderiam nos jogar em qualquer lugar no espaço tempo.

Depois que os alunos saíram para as férias de pascoa uma reunião foi chamada entre os fundadores de Hogwarts, minha prima e eu, para discutirmos as opções...Rowenna, que me ajudou muito nos meus cálculos, estava em sua poltrona azul; Helga que parece ter feito sua missão nos deixar confortáveis e saudáveis, de acordo com ela as pessoas do futuro devem passar fome por serem tão magras, se sentou na poltrona amarela com o seu tricô, Mione a ensinou e ela está amando tricotar...na verdade ela me lembra muito a senhora Weasley...Godric que estava mais feliz que um nifler em um cofre cheio de galeões, Mione e ele estavam realmente namorando e ambos pareciam perfeitos um para o outro, Helga me contou que  ele começou a colocar seus assuntos em ordem para que ele seja bem amparado quando estiver na nossa época e já tinha buscado o anel de família com os goblins, como filho único ele tinha que cuidar de tudo antes de continuar sua linha em outra época, ele transfigurou sua poltrona vermelha em um sofá de dois lugares bonito, para Mione e ele...só de olhar para os dois dava enjoo de tão doce, mas Mione merece ser feliz depois do desastre ruivo, chamado Ronald Weasley, se ela queria um ruivo deveria ter ficado com os gêmeos, eles eram, comprovadamente, deliciosos...e por fim tinha a minha praga pessoal Salazar Sonserina, que fez sua missão pessoal torrar a minha paciência, sem contar que se ele me mandar mais uma vez preparar ingredientes nojentos de poções eu vou fazê-lo sofrer, ou se ele ficar com aquele sorrisinho idiota dele...ele estava em sua poltrona verde...me sentei na poltrona roxa que os elfos arrumaram para mim, a poltrona é ótima, o problema? Minha poltrona foi colocada do lado da do Sonserina...me sentei e tomei um grande gole de chá.

- Bem, olá a todos, estou aqui para informar a todos as minhas descobertas – Sonserina bufou, mas o ignorei – Rowenna me ajudou com os cálculos e tabelas astronômicas e devo dizer, Mione – olhei para a minha prima que corava com Godric que sussurrava no seu ouvido – o feitiço para nos fazer voltar só poderá ser feito em segurança em outubro.

 

POV Hermione

- Bem, olá a todos, estou aqui para informar a todos as minhas descobertas – Sonserina bufou, mas Serena o ignorou – Rowenna me ajudou com os cálculos e tabelas astronômicas e devo dizer, Mione – ela olhou para mim e me concentrar nela e não no homem que eu me deixei apaixonar...ele adora me fazer corar, não sei o que é pior suas palavras ou a sensação dele sussurrando no meu ouvido – o feitiço para nos fazer voltar só poderá ser feito em segurança em outubro.

- Isso nos dá seis meses aqui – falei...com mais seis meses meu coração pertencerá a ele sem sombra de duvidas da mesma forma que o dele me pertence...o problema? Minha prima corre o serio risco de castrar Sonserina, mudando assim a historia.

- Eu sei, adoro vocês, só que mais seis meses tendo que aguentar esse idiota – nem um dos dois se olhavam...teimosos.

- Olha como fala comigo – Sonserina se virou para ela com raiva.

- Olha como fala com você...oh que medinho...vai fazer o que? Chorar? Da maneira que fala sobre boas maneiras eu pensaria que você tivesse alguma.

- Sua sangue ruim inconveniente – todos na sala, menos minha prima e eu suspiraram alto  e se viraram com raiva para Sonserina.

- Estou vendo que além de mal educado é idiota...eu sou mestiça e mesmo se eu fosse nascida trouxa eu teria orgulho de quem eu sou, não me prendendo em preconceitos bestas e pseudo nobreza – ela apontou a varinha para ele e murmurou algo que não ouvi, saindo da sala com pressa...provavelmente ia sentar perto do lago para ler...deixei meus olhos voltarem para Sonserina e não consegui segurar meu riso, seu amado cabelo, sobre esse aspecto acho ele tão ruim quanto Malfoy, estava vermelho e dourado, como as cores da Grinfinória...Godric riu alto, Rowenna e Helga tentavam ser discretas mas falharam grandemente.

- O que foi agora? – Sonserina nos olhava com raiva mal disfarçada, minha prima sabe exatamente como irrita-lo...apontei minha varinha para a mesinha de centro que agora estava vaizia, já que os elfos muito eficientemente limparam quando terminamos o chá, e a transformei em um espelho de corpo inteiro.

- Bem Sonserina, dê uma olhada você mesmo – levantei-me e me virei para Godric – que tal um passeio pelo jardim? O tempo está bom o suficiente e sei que você quer falar algo importante comigo.

Saímos da sala, Rowenna e Helga saíram rindo também...ela foram para algum lugar, que, creio eu, seja onde estão planejando minhas futuras núpcias...mas não liguei, Godric conseguiu me fzer extremamente apaixonada por ele e se ele me pedir em casamento não poderei recusar, o quero para mim e sei que ele não pensará duas vezes antes de vir para o futuro comigo.

Os jardins do castelo estavam ocupados por alguns poucos alunos, aqueles que foram salvos de famílias que os matariam por causa da magia, a caça as bruxas é intensa e dá para entender porque Sonserina é tão relutante com a entrada de nascidos trouxas, se considerarmos os perigos que eles trazem consigo, mas é errado deixar essas crianças morrerem por algo que eles não tem culpa...andamos devagar, aproveitando o raro dia de sol, ele conjurou uma rosa vermelha e dourada e me deu.

- Nada é tão bonito quanto você, mas tentarei achar coisas a sua altura para que sua beleza esteja sempre acompanhada – ele não é muito bom em flerte, mas sempre parece que meu coração vai explodir de felicidade quando o escuto...agora eu entendo o que minha prima me disse quando Ronald terminou comigo.

 

FLASHBACK

- Mione, não chore, ele não a merece – minha prima parecia querer explodir de raiva e se não fosse por mim chorando não sobraria nada de Ronald Weasley para contar historia porque ela o caçaria e o esfolaria.

- Eu sei, mas doi, Serena, estivemos juntos por tanto tempo...

- Não Mione, você esteve fazendo o que ele queria por muito tempo, eu já aprendi essa lição e chegou a sua vez – ela me fez encara-la – você é uma mulher linda e incrível...merece alguém que irá te idolatrar da mesma forma que você o idolatre, então não se rebaixe por pouca coisa.

FIM DO FLASHBACK

 

Tendo estado sob as atenções de um homem que parece me valorizar sem esperar que eu faça alguma coisa em troca é ótimo e tudo que eu tenho que fazer e dar uma chance a esse sentimento crescente e possivelmente incontrolável...coloquei a rosa no meu cabelo e segurei sua grande e calosa mão...ele sorriu feliz e olhou para frente antes de franzir o cenho.

- O que foi Godric? – segui seu olhar e não sei se ria ou chorava...em uma arvore perto do lago estava a minha prima, mas ela não estava lendo, seu livro estava fechado nos seus braços...ela ria feliz...do seu lado estava um homem alto e bem vestido com um cabelo inconfundível loiro-branco...não sei quem é ele, mas sei de que família ele é...um Malfoy.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...