1. Spirit Fanfics >
  2. Amor obsessivo >
  3. Capítulo 52

História Amor obsessivo - Capítulo 52


Escrita por:


Capítulo 52 - Capítulo 52


"Algo está muito, muito errado comigo. Como se houvesse algo obscuro em mim que, às vezes, é insuportável e eu não sei de onde vem."

Assim que amanheceu me levantei e fui ao banheiro, molhei meu rosto e me olhei no espelho, senti uma lágrima cair, meu rosto ainda estava um pouco arrochado e minha boca cortada e inchada, partes do meu corpo que estavam pior. Uma onda de raiva me consumia.

Saí do banheiro e a Francinny já estava de pé arrumando sua cama.

-Bom dia, obrigada por ter deixado eu dormir aqui -Sorri

-Charlotte, não precisa agradecer, eu sempre deixarei você dormir aqui. Vem, senta  -Disse batendo a mão na cama ao seu lado

Assim que sentei ao seu lado, uma lágrima escorreu novamente, eu estava destruída por fora, e principalmente por dentro.

-Não chore, eu sei que é horrível tudo isso, mas você é bem mais forte

-Não, você não sabe, você não sabe o que é passar por toda essa situação e não poder falar nada a ninguém, não poder conversar com outros garotos e nem sair para festas. Isso tudo me destrói de uma forma, que dói tanto

-Charlotte, eu estou com você, o Thierry o Christian estão com você, não está sozinha nessa, mesmo que não possamos fazer algo, nós ainda podemos lhe dar um abraço, te proteger ou tentar te animar quando está para baixo

-E eu agradeço por tudo isso que vocês fazem, mas, eu... Isso é horrível

-Com certeza é, mas fique sabendo que eu estarei aqui para tudo -Sorriu

-Obrigada, muito obrigada mesmo -Sorri de volta

-Vem, vamos comer alguma coisa

Nós descemos até a cozinha e pegamos sucrilhos com leite e comemos. Assim que terminamos eu me direcionei até a sala e me sentei ao sofá.

-Ainda está dolorida?

-Um pouco, mas vai passar. Como que eu vou voltar para casa assim? Vou precisar de uma desculpa boa

-Tem razão, precisamos pensar

-Sei lá, você pode falar que caiu ou entrou em uma briga

-Isso, irei falar que cai da escada

-É, isso pode dar certo

Peguei minha bolsa e me despedi da Francinny. Eu estava com medo de como meus pais reagiriam, mas eu iria ter que falar algo.

Assim que cheguei em casa, abri a porta e logo vi minha mãe sentada no sofá.

-Filha oi... Charlotte, o que aconteceu com seu rosto?

-Eu senti tontura e caí de uma escada, e agora estou assim

-Charlotte você deveria ter vindo direto para casa!

-Eu sei, me desculpa -A abracei e comecei a chorar

-Tudo bem Charlotte, está tudo bem -Me abraçou fortemente

Me afastei dela e subi para o meu quarto, abri a porta e fechei a mesma, logo em seguida me deitei na cama e refleti um pouco.

Ótimo, amanhã eu já teria que voltar para o colégio, isso me deixava tão frustrada!

Estava deitada e ouvi a porta sendo aberta, era a minha mãe, ela se aproximou e sentou ao meu lado.

-Podemos conversar?

-Claro, o que foi?

-Eu sinto que você está tão distante sabe, você não tem comido direito e suas notas abaixaram tanto. Charlotte, se tem algo te incomodando pode falar comigo, eu irei te ajudar -Pegou na minha mão

-Eu... É... Não tem nada acontecendo. As notas são porque as provas estão muito difíceis, mas tirando isso está tudo bem mãe -Sorri engolindo o choro

-Assim espero -Sorriu

Assim que ela saiu do quarto e fechou a porta, eu comecei a chorar, eu não aguentei, a dor que eu sentia era tão intensa, parecia que ela iria me matar.

E assim chegou Segunda, me levantei e fui tomar banho, ao terminar me direcionei ao guarda roupa e vesti meu uniforme. Desci as escadas e fui até a cozinha para tomar meu café. Ao terminar, peguei minha bolsa e fui até o carro.

Eu estava nervosa para voltar, estava com medo. Dentro do carro estava em completo silêncio, meu apenas dirigia e eu apenas olhava pela janela.

Assim que cheguei desci do carro e fui direto para o meu dormitório, sem olhar para ninguém. Estrei no quarto e comecei a guardar minhas roupas no armário. Eu estava com tanto medo de encontrar o Leon.

Assim que terminei de arrumar o armário, ouço a porta se abrir, era a Francinny.

-Oi Charlotte, como você está?

-Oi Fran, eu estou bem na medida do possível

-Tem certeza?

-Tenho sim

-Eu fico triste de ver você assim, você mudou tanto

-O Leon me mudou, as coisas que ele tem feito comigo... Algo mudou aqui dentro, aqui na minha mente, no meu psicológico. Eu não sei mais nem quem sou

Continue...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...