1. Spirit Fanfics >
  2. Amor Obssessivo - Segunda Temporada >
  3. Sobrevivente

História Amor Obssessivo - Segunda Temporada - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Estamos de volta.

Como prometido, voltei com a segunda parte de Amor obsessivo. Vou dedicar a segunda temporada para a minha amiga @NandaSK pq foi ela que insistiu e literalmente me ameaçou para que fazer a continuação. Então aqui está.

Demorou mas saiu e como voucdetalgar um pouco mais decidi fazer uma fic completa e não uma one.
Ainda nao sei se será uma short fic ou uma long fic. Vai depender de como vou desenvolver a história.

Como sempre queria agradecer a maravilhosa @Kaah-chanUchiha pela capa linda que ela fez...

Pero que goste.

Ps: Nao me mata sensei pelo amor de Deus... kkkkkkk brincadeirinha

Boa leitura!

Capítulo 1 - Sobrevivente


Fanfic / Fanfiction Amor Obssessivo - Segunda Temporada - Capítulo 1 - Sobrevivente

# Temari Nara #


Destruição, esse é o cenário que vejo à  minha frente. A mesma tragédia, o crime foi cometido da mesma forma do que as últimas três famílias em que investigamos. Em todos os casos a casa foi queimada com toda a família dentro porém, ninguém nunca achou o corpo das crianças que haviam sido adotadas pelas famílias. 

Não resta mais dúvidas de que os casos estão interligados mas ainda tem algo que não se encaixa, por que o assassino, em todos os casos, deixou a criança viva e por que todas as informações do orfanato, sobre a criança, desaparecem? 

Quem cometeu esses crimes sabe o que está fazendo, é um assassino a sangue frio obcecado por algo que eu ainda não descobri. Estamos investigando esse caso há cinco anos, conseguimos identificar o perfil das vítimas no qual o assassino escolhe, são famílias que não podem ter um filho e adotam por isso e os crimes sempre foram realizados após a adoção. Descobrimos também que todas as famílias que foram atacadas são dos clãs mais importantes de todo o Japão. 

Minha cabeça está fervilhando de possibilidades enquanto observo os policiais, peritos médicos e bombeiros trabalhando. Estou cansada, todos esses anos investigando sem achar nenhuma pista, os diretores da agência estão querendo arquivar o caso, mas eu pedi mais um ano de prazo para poder investigar mais a fundo, e algo no meu sexto sentido diz que a nossa sorte vai mudar. 

Sou interrompida de meus raciocínios ao perceber um policial se aproximando.  


- Capitão Yamato se apresentando. 


Ele se apresenta batendo continência e o respondo da mesma forma.


- Descansar. 


- Agente Nara, estão te chamando dentro da casa, parece que descobriram algo. 


- Obrigada. 


Caminho entre os entulhos da casa, toda a cena do crime está cercada com a famosa fita amarela indicando que somente pessoas autorizadas poderiam transitar no local. 

Passo pelo que, aparentemente, era a sala e observo atentamente o trabalho impecável de minha equipe, peritos estão enumerando e fotografando cada evidência enquanto um legista  tenta fazer um reconhecimento de quem é a primeira vítima, um corpo carbonizado ao meio da sala. Pelo pouco que avaliei do corpo, provavelmente esse era Neji Hyuuga, mesmo o corpo estando irreconhecível, ainda era possível perceber que essa pessoa tinha uma estatura mais alta e, de acordo com os vizinhos, a mulher era muito baixinha comparada ao seu marido, então só poderia ser ele.

Está sendo difícil investigar esse caso pois, todos as vítimas, eram meus conhecidos ou meus amigos. Então é difícil não se envolver.

Me aproximo do legista para poder receber os primeiros relatórios. 


- E então Hatake, o que você pode me informar deste corpo. 


- Bom chefe, esse corpo tem uma estatura alta, mesmo o fogo tendo queimado boa parte do corpo é fácil identificar que ele tinha um porte atlético e ossos largos, então posso afirmar que esse era o Sr. Hyuuga. Dei mais uma avaliada no corpo e descobri algo interessante. 


- Deixa eu adivinhar, ele não morreu pelo incêndio.

 

- Exato. Quando o incêndio começou ele já estava morto há mais ou menos uns vinte minutos,  ele teve o pescoço quebrado. E mais uma informação que eu achei bem curiosa, ele estava com as mãos amarradas nas costas.


- Certo, encaminhe ele para o laboratório, quero que você verifique tudo, o que ele havia comido, se há algum tipo de DNA em baixo das unhas e qualquer outra evidência que possa nos levar ao assassino. 


- Sim senhora!


O libero para que faça o seu trabalho. Eu estou há dez anos no FBI, conheci meu marido dentro da organização, fiz minha carreira e agora eu sou a chefe de uma equipe de agentes especiais, agentes excepcionais naquilo que fazem, os melhores no ramo. Somos solicitados somente em casos extremos, casos em que ninguém consegue resolver, somos a elite da organização e, até hoje, não houve um caso que não conseguimos resolver e, com certeza, esse não será uma exceção. 

Após removerem o corpo da cena do crime começo a avaliar e imaginar como ele poderia ter morrido. Para poder derrubar um cara grande como Neji Hyuuga deveria ser um homem muito forte, mas também, tem a possibilidade de ser uma mulher que sabe usar muito bem o elemento surpresa. 

Perco a linha do meu raciocínio ao ouvir o escandaloso do Naruto, um dos agentes da minha equipe e um amigo, me gritar do segundo andar. 


- Chefe você precisa vir aqui urgente. 


Subo as escadas depressa até encontrar com Naruto e Shikamaru em um dos cômodos. 


- Amor você precisa ver isso. 


- Shikamaru, aqui sou sua chefe então me trate como tão. 


- Sim chefe, me desculpe. 


- Mas o que vocês precisam que eu veja. 


- Com certeza nossa sorte vai mudar.


Olho confusa para o meu marido que está com um sorriso vitorioso nos lábios mas logo compreendo quando Naruto me leva até dentro de um cômodo, que julgo ser um banheiro, e abre a cortina revelando, um corpo sem muitas queimaduras deitado dentro de uma banheira. 


- Ótimo, o corpo de Hinata Hyuuga não está com tantas queimaduras, conseguimos identificar o corpo e tenho certeza que conseguiremos encontrar algum DNA do assassino. 


Naruto continua me olhando com uma cara de quem havia ganhado na loteria. 


- O que foi cabelinho de ovo? 


- Chefe, eu não sei como, como se dizer que foi sorte mas… A vítima está viva. 


- O QUE??? 


Fui até a banheira e conferi a pulsação da veia em seu pescoço, é fraco mas ela tem pulso. Naruto está certo, Hinata Hyuuga está viva. 


- Shikamaru, vá até os médicos da agência que estão no andar de baixo e, discretamente diga há uma vítima viva, vamos removê-la daqui como se fosse um cadáver para que não vaze para a imprensa o que acabamos de descobrir. Vamos levá-la para o hospital improvisado que montaremos dentro do QG. E se apresse, ela está viva mas não tem muito tempo. 


- Sim senhora. 


- Naruto, preciso que você investigue todo esse andar e descubra como ela conseguiu sobreviver e se por acaso encontramos a criança adotada, ela pode estar aqui e estar viva ainda. 


- Sim chefe. 


Fico sozinha naquele cômodo observado a nossa vítima, seu peito se move tão lentamente que realmente parece que ela está morta. Tenho certeza que ela fez muito esforço para conseguir sobreviver. Mas eu estava confiante que esse caso finalmente será solucionado, meu sexto sentido estava certo. 


" Agora o jogo virou" 


Notas Finais


Então é isso pessoal.

Me contem suas teorias sobre o que a hinata fez para sobreviver ou como ela sobreviveu.

Nos vemos no proximo capitulo. Jya ne!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...