1. Spirit Fanfics >
  2. Amor Platônico. (versão Siyeon) >
  3. Novata nerd

História Amor Platônico. (versão Siyeon) - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Novata nerd


Fanfic / Fanfiction Amor Platônico. (versão Siyeon) - Capítulo 7 - Novata nerd

CONTINUAÇÃO...


- Não dê doces para a minha irmã. 

J - Porque não? 

- Pega logo a barra, eu estou sendo gentil em devolver, poderia muito bem jogar no lixo, mas sei que minha irmã ia se enfiar na lixeira pra pegar. 

Ela pega a barra de volta e eu vejo a Dami se aproximando puta da vida, a gente estava constantemente brigando pela minha ausência cim elas.

D - Porque devolveu? Ela vai encher o saco agora. 

 - melhor que ter uma maluca imperativa em casa.

D - SIYEON ENTENDE, ELA JA É IMPERATIVA, tá lá abrindo o berreiro, e vai berrar até satã vim do inferno e matar ela.

- Não grita comigo, eu sou a unnie aqui.

Empurrei ela e a mesma veio pra cima de mim, nós começamos a brigar, Dami veio me dar um soco mas eu esquivei e acertei o estômago dela... SuA veio e puxou a Dami, quando olhei pra trás de mim vi a nerd desmaiada no chão,  entrei em pânico e peguei a menina no colo, a levei pra enfermaria e fiquei la com ela até a mãe chegar.

O - Cadê meu bebê?

Ela entrou e eu fiquei apreensiva com os óculos da garota na mão,  eu ia assumir a culpa mas o diretor disse pra ela que foi a Dami.

- eu me responsabilizo por tudo, eu comecei a briga, vou pagar os remédios e o óculos da menina.

* - Temos que avisar seu pai.

- eu vou falar pra ele, por hora eu posso responder por ela, sou  unnie e a responsável legal por elas no período escolar.

O - Vem meu bb vamos pra casa.

O diretor foi falar com a mãe da garota e eu fui até ela pedi desculpas e depois fui pra casa com as minhas irmãs. Lá minha mãe me deu um tapa no rosto por eu ter batido na Dami e esse tapa foi mais que merecido.

O - Sua irmã Siyeon, seu sangue, uma pessoa que depende de você. 

- Eu sei omma, te entendo e ja pedi desculpas. 

D - Relaxa omma.

O - Como isso começou?

Dami e eu nos olhamos e suspiramos.

D - hormônios omma... adolescência ta me matando.

Ela subiu e eu suspirei, apenas almocei e sai pra  trabalhar, a terde eu fuo com a "receita" das lentes da garota comprar o óculos dela, levei a armação antiga e comprei uma similar, a moça disse que ficaria pronto no dia seguinte.

- Okay, amanhã venho buscar.

Trabalhei o resto do dia e fui pra casa, jantei e subi, apenas deu tempo de tomar banho e me jogar na cama,  eu tava exausta.

No dia seguinte eu levei meus bebês no Colégio e peguei autorização com o porteiro pra entrar depois do recreio.

Pt - Qual a desculpa dessa vez?

- não é desculpa, sou motorista de aplicativo e tenho uma corrida importante pra fazer.

Fiz minha corrida e  fui na ótica buscar o óculos, ao sair encontrei Yoohyeon.

Y - Amiga... o que faz aqui?

Ela sorrio e me abraçou,  nossa como eu amava os abraços da Yoo, o cheirinho dela sempre ficava na minha roupa.

- Vim buscar isso.... longa história, e você?

Y - Eu trabalho ao lado, sou recepcionista deste escritório de advocacia.

- Ah sim, bem eu tenho que ir, foi bom te ver.

Y - Que tal um filme em casa no sabado?

- Uhmmm gostei da idéia, pode ir enchendo a dispensa de pipocas pra microondas.

Ela sorriu e me abraçou,  depois foi pro trabalho e eu no Colégio pegar o endereço da garota, curiosamente era bem na frente do apartamento da Yoo.

"Esse mundo é um ovo"

Fui lá e coloquei boné e óculos escuros, toquei a campainha e a mulher me atendeu.

"A mas como assim tua sogra não reconheceu você no dia que foi apresentada a ela?"

Bem ela me viu loira e com roupas mais largadas e no dia que fui até la com a Minji estava com os cabelos castanhos escuros e roupas formais, também com uma make bem feminina, fora que ela tava super apressada e de saída.

O - Pois não?

- Bom dia senhora, eu vim entregar os óculos novos da sua filha, a receita está dentro da sacola.

Ela suspirou e pegou da minha mão,  fiz reverência e sai de la feito uma bala. Fui pro Colégio e la eu vi a Gahyeon indo pra cantina com dinheiro na mão mas consegui impedir a tempo.

- Hey mocinha onde Arranjou dinheiro?

G - JiUnnie me deu pra comprar doces.

"De novo essa garota"

- Bebê eu ja disse pra não pedir doces por aí,  seus dentinhos vão carear.

Pego o dinheiro e vou com ela até a garota, que discutiu comigo achando que era mais velha que eu, Felizmente Dami me arrastou dali.

D - Ficou maluca? Siyeon qual é seu problema?

- Meu problema? Ela me provocou.

D - Ela só está sendo gentil com a nossa irmã. 

- Gahyeon não precisa de raridades, eu estou aqui.

D - No entanto não ta agindo como antes e a gente foi acostumada a ser mimada... Siyeon a Gahyeon achou uma unnie nova e vc tem que se conformar. 

Ela sai e eu fico olhando a garota de longe repartindo bombons com minha irmã, suspiro.

"Achou uma inimiga Novata"


...

Então é isso, meus primeiros contatos com meu amor foram de formas negativas. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...