1. Spirit Fanfics >
  2. Amor Por Esportes. (ShikaTema.) >
  3. Ponta Esquerda.

História Amor Por Esportes. (ShikaTema.) - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


primeiramente, muito obrigada a vic por mais uma capa perfeita de historia.
segundo, obrigada a voces por lerem mais uma das minhas doideiras!
aproveitem! ♥

Capítulo 1 - Ponta Esquerda.


    Pra começar antes de tudo, eu preciso explicar um pouco da minha história. Eu jogo vôlei desde que me conheço por gente. Há boatos e brincadeiras que eu nasci pedindo um levantamento e quem deu o tapa na minha bundinha de bebê fui eu mesma.

    Meus pais sempre me apoiaram mas eu mesma não consigo entender o porquê, já que eu me tornei uma viciada no vôlei e acabei por tornar o vôlei a minha vida e acabei esquecendo das outras coisas da vida.

    Conheci minha melhor amiga, Tenten, no começo do fundamental, ela estava olhando o treino de vôlei e eu a convidei para jogar e bom, jogamos juntas até hoje.

    Ela é a melhor levantadora que eu já conheci e mesmo me dando bem com outras levantadoras que já joguei, Tenten ainda me manda os melhores do mundo. Já eu sou uma ponta esquerda boa, daquelas que todos esperam o tal corte.

    Nós competimos no fundamental e ganhamos diversos campeonatos juntas, sempre com um time espetacular, mas chegou no final do colégio e as meninas iam para escolas particulares especializadas em alguns cursos especiais e eu e Tenten só queríamos jogar mas volei.

    "Se a gente vai viver o resto da vida trabalhando em algo que a gente não gosta, porque a gente não pode jogar volei que a gente ama até o fim da nossa vida sem preocupações?"

    Era o que pensamos, o que acreditávamos e o que iremos de fato fazer. Fomos escolher um colégio de ensino médio com nossos pais que tivesse vôlei. Seja lá onde for ou sobre o que ele seria especializado, queríamos apenas jogar.

    Foi então que nossos pais, que se tornaram amigos também depois dos anos que eu e ela passamos juntas, escolheram um colegial simples, normal e com um tal do clube de vôlei. E foi assim que viemos parar no Konoha High School, um pouco longe da minha casa, mas nada que um ônibus não faça chegar rápido.

    E lá tinha um clube de vôlei e era incrível. Nós éramos muito boas, modéstia à parte e eu podia jogar todos os dias, tranquilamente e sem me estressar com nada.

    Ou quase.

    O dia já tinha amanhecido meio estranho e o ônibus demorou a chegar, isso só acontecia quando algo estava estranho e iria acontecer. Meu coração apertava de medo, mas eu fui. A aula ocorreu normalmente, o que me acalmou muito.

    O sinal toca, eu encontro com Ten e vamos em direção ao clube:

    - Temari? - A voz do diretor Iruka corrompe meus tímpanos e me faz arrepiar.

    - Oi diretor Iruka. - Me viro para ele pensando o que eu poderia estar encrencada naquele momento. 

    - Você pode me acompanhar até a minha sala por favor?

    Eu assenti com a cabeça, entrego minha bola de vôlei a Tenten e acompanho ele até a sala, chegamos lá, há uma pequena reunião dos professores na sala. Havia o professor Kakashi de matemática, a professora Kurenai de história e o professor Asuma de literatura:

    - Temari, por favor sente-se. - O diretor disse e os professores tomaram cantos da sala. Eu me sentei. - Suas notas são péssimas, você tá indo mal em todas as matérias e sinceramente é triste ver como uma atleta tão boa como você tem notas tão ruins assim. A gente conversou com o treinador Guy e decidimos que se você não melhorar essas notas, a gente vai ter que te tirar do time.

    - O que?

    - É isso Temari, você é uma peça fundamental no time mas precisa passar de ano.

    Ele continuou falando mais algumas coisas mas eu já não ouvia nada. Se eu não melhorasse as minhas notas eu tava fora do time. E sinceramente, eu era péssima aluna mesmo, odiava estudar, não sabia como fazer isso, me confundia toda e era péssimo.

    Eu não sabia o que fazer, eu não sabia estudar e também sabia que se eu não melhorasse as coisas poderiam sair ruins. Eu preciso jogar vôlei, eu não quero parar nunca. 

    Vôlei pra mim é como respirar e no momento eu sentia dores fortes no peito. Era infarto? Dor? Morte? 

    Eu respirei fundo e tentava absorver toda aquela dor e aquelas mil palavras que eram dedicadas a mim. Todos os professores falaram que poderia me ajudar, que poderiam me auxiliar mas eu não os conseguia ouvir, minha cabeça martelava no “Você não vai jogar.”

    Sai depois apenas de assentir a cabeça com a decisão dos professores e do diretor e Tenten me encontrou do lado de fora:

    - Essa reunião rolou o treino todo, tá tudo bem?

    - Na verdade não Ten, se eu nao melhorar minhas notas eu saio do time, você precisa me ajudar.

    - Mas amiga, eu to só na média porque o Neji me ajuda. - Neji era um menino do segundo ano que namorava Tenten.

    - Ele não pode me ajudar?

    - Sinceramente, ele nao tem muita paciencia pra mim, imagina para nós duas.

    - Droga, o que eu faço?

    - Amiga, tem jeito não, vai ter que pedir ajuda pro cabeça de abacaxi.

    - Ah não.

    Sentei e suspirei. Como obra do destino, o cabeça de abacaxi passou na minha frente em seguida, com seus amigos, eles estavam rindo e indo para a sorveteria:

    - Depois do Shikamaru tentar nos ensinar, a gente tem que pagar um sorvete pra ele Choji. - O loiro que andava com eles, Naruto o nome dele, falou para o outro amigo e o cabeça de abacaxi ficava quieto, apenas concordando.

    É, não tinha outro jeito. Eu teria que pedir ajuda para o aluno mais inteligente do primeiro ano. Precisaria da ajuda do cabeça de abacaxi. Precisava de Shikamaru Nara.

 


Notas Finais


o que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...