História Amor pra toda vida! - Capítulo 148


Escrita por: ~

Postado
Categorias Totalmente Demais
Personagens Arthur Valmont Carneiro de Alcântara, Carolina "Carol" Castilho, Cassandra Matoso "Sandra", Charles, Débora Matoso, Eliza de Assis, Fabio "Fabinho" de Bocaiuva Monteiro, Germano Monteiro, Gilda de Assis Machado, Hugo Matoso, Isadora "Dorinha" Castilho, Jamaica, Jonatas, Jorge "Jacaré" da Silva, Liliane "Lili" de Bocaiuva Monteiro, Maria Luísa "Lu", Personagens Originais, Rafael Guerra, Rosângela Castro, Silas, Sofia de Bocaiuva Monteiro, Zé Pedro
Tags Amor Pra Vida Toda, Cassinho, Gerlili, Totalmente Demais
Visualizações 51
Palavras 639
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Álcool
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 148 - Na casa da Simone e do Gabriel


Todos foram pra casa dos pais do Vini que era próximo dali. E como a Sofia e o Rafa moravam ali no mesmo andar, acabaram encontrando o Rafa no elevador...

 

 

-Olá família!- Disse ele -Como vão?

-Oi Rafa! -Disse Lili- Estamos indo e você?

-Digo o mesmo! -Respondeu

-Rafa, é verdade mesmo que vão se mudar? -Perguntou Silvia

-Até onde eu sei, só eu mesmo. A Sofia disse que não pode ir...

-Nossa que estranho! -Questionou Germano- Ela me disse hoje que vai com você!

-Como assim? Ela não disse nada a mim, apenas comentou que não pode ir por ordem médica. 

-Pois bem, ela está mentindo...

-Tá mesmo! -Concordou- Vou tirar essa história a limpo agora.

-Acho que não éramos pra falado. -Comentou Lili

-Meu bem, claro que sim. Agora sabemos quem é a nossa filha de verdade.

-Bom...vamos subir ou ficar parados aqui? -Perguntou Vini

-Vamos! -Abriu a porta do elevador.

 

Chegando no andar do apartamento deles, Vini tocava a campainha que logo foram atendidos pelo Gabriel.

 

-Filhão!! -Abraçou fortemente- Quanto tempo.

-É mesmo! -Respondeu -Então, desculpa não avisar antes que vinhámos, mais espero que não encomodamos.

-Imagina, entre. -Abriu a passagem-Boa tarde meus queridos, se sintam a vontade.

-Boa!- Responderam todos

-A sogrinha, onde está? -Perguntou Silvia

-Tá no quarto, vai lá...ela vai adorar te ver.

-Obrigada! -Foi ao quarto da Sogra enquanto todos se sentavam ao sofá.

 

-E ai pai, como minha mãe está reagindo a gravidez?

-Bom...agora que ela tá começando aceitar essa ideia de ter mais filhos, que ela tá grávida. Mais tá tudo acontecendo normal.

-Que bom, as vezes a gente fica assim mesmo. -Disse Lili- Gravidez na nossa idade é um pouco arriscado. 

-Que bom que ela tirou aquela ideia maluca!

-Sim, acho que a filha de vocês é um gênio. Nunca mesmo, passou pela minha cabeça que ela poderia fazer algo por nós depois de...enfim, parabéns pela filha!

-Que isso, ela sempre quer o bem do próximo...independente da situação.

-Isso é verdade. Mais que bom ver que a sua mulher depois de ter falado com ela mudou de ideia. Nem sempre acontece isso, né?

-Isso é raro.

-Por isso amo ela! -Disse Vini

 

Assim eles continuaram o papo.

 

~*~

 

No quarto da sogra, as duas conversavam...

 

�� {Silvia} ��

 

-Eu queria que a Sofia entendesse o nosso lado um pouco, sabe? Não é fácil lidar com essas coisas mais estar ao lado faz muita diferença.

-Oh meu Deus, fique assim não. -Me abraçou- Quando ela se tornar mãe, ela vai entender.

-Assim espero. Eu não queria ter brigado com ela, ter falado aquelas coisas...mais sinto que foi bom, talvez assim ela tenha consciência.

-Meu bem, colocar essas coisas pra fora é bom...e não se arrependa, não tenha culpa de ter brigado com ela, de ter falado. Afinal a culpada disso é ela!

-Mais é difícil, sempre estávamos juntas, unidas...

-Isso acontece, não vê a gente com o Vini? Agora que estamos se reaproximando.

-Mais é diferente!

-Sim, mais logo vocês vão estar bem, acredite!

-Bom...mudando de assunto, como está esse bebezinho ai? Já sabem o sexo?

-Ah ele tá ótimo. Ainda tá cedo pra sabermos o sexo.

-Jura? Nem o da mamãe...e por falar nela, vamos lá pra sala? Ela, meu pai e o Vini estão lá.

-Opa, hoje é dia de visita...

-Sim! -Ri me levantando- Vem, vamos.

-Deixa eu trocar de roupa.

-Não precisa, você está na sua casa.

-Ah...-Assim fomos pra sala.

 

~*~

 

 

 

 

Um tempo depois,como estava prestes a dar mais ou menos sete horas, Gabriel teve uma brilhante ideia de todos jantarem por ali mesmo e como ele era o chef da casa, resolveu preparar o próprio jantar, com ajuda dos outros dois homens, do Germano e do filho. Já as mulheres ficaram na varanda conversando sobre assuntos que tinham em comum, entre outras coisas também.


Notas Finais


Olá meus bebês, bom...estou sumida, né? Acho que todos os fins de ano é bem puxado pra todos nós, não é mesmo? Talvez, por a falta de tempo ou então outras coisas fazem com que a gente "esqueça" um pouco de escrever, de atualizar as fics...enfim, quero que saibam que eu tentarei atualizar sempre que estever disponível...pq confesso que não está sendo fácil. 😴


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...