História Amor Proibido - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Lendas Urbanas, Mitologia Brasileira
Personagens Personagens Originais
Visualizações 26
Palavras 1.495
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Capítulo 24 - Festival VS reencontro mortal


Fanfic / Fanfiction Amor Proibido - Capítulo 24 - Festival VS reencontro mortal

30 minutos depois… 

Lucca (on)

Eu chego em casa e vejo a mão de meu filho fazendo comida, chego bem devagar e a abraço

Ml- ai Lucca que susto- ela abaixa a faca- não faça isso…- eu me afasto

- tu ia me da uma facada né- dou uma risada mas ela nega com a cabeça- então amor oque você esta fazendo?

Ml- uma coisinha boba… eu vi nessa receita aqui um bolo salgado… achei gostoso então resolvi fazer- ela abre um sorriso

- você esta com desejo por esse bolo?

Ml- não sei… mas acho que é mais vontade de experimentar mesmo

- quer ajuda- ela acena sim com a cabeça e eu dou uma mãozinha pra ela 

Quando acabamos de fazer ela vai pra sala e eu coloco o bolo na geladeira, ela me chama e diz que tem algo pra me conta e eu vou. Acabo de lavar as panelas e vou até a sala, sento do lado delaque me olha ao mesmo tempo

- pois bem fale…

Ml- Lucca eu… não estou gravida de um bebê… mas sim de dois- abro um sorriso

- que notícia ótima meu amor… mas como você sabe disso?- ela me olha assustada

Ml- então… quando você saio eu ativei meu modo arcanjo e Gabriel me disse que eu vou ter gemios- meu sorriso some quando vejo sua espreção mudar

- Marcela me fala… por que você está triste?- ela me olha 

Ml- Lucca ele me disse que deus não vai permitir que essas crianças nação…- eu a abraço

- nada vai acontecer com eles ta… vai ficar tudo bem- eu paro o abraço e a olho 

Seus olhos com lagrimas

Ml- sabe hoje de manha quando você me disse que eu estava gravida!?- concordo com a cabeça- então eu me vi segurando o bebê mas sem você do meu lado- eu fico surpreso 

- sabe oque eu vi!?- ela me olha confusa- eu não te vi e não me vi… a unica coisa que eu vi foi o nosso bebê sorrindo no berso… e não tem como eu morrer, já que você pode me trazer de volta a vida com suas lagrimas- ela começa a chorar

Ml- Lucca… não é assim que finciona… você ja foi revivido pro mibhas lagrimas e se você morrer agora, elas não vão te trazer de volta você não vai volta a vida- eu passo meu dedo em seu rosto limpando suas lagrimas

- então vamos viver nossa vida enquanto durar…- eu a abraço e uma lagrima cai de meus olhos

Paramos o abraço e conto sobre o festival fazendo-a se animar. O dia se passa rapido então subimos pra tomar banho, quando saimos coloco minha roupa e ela o vestido que comprei, ela esta linda com esse vestido, decemos as escada e fomos pra sala 

Marcela (on)

Chegamos na sala eu ativo meu modo arcanjo e Lucca usa seu modo demônio supremo, fazendo aprarecer um par de chifres, causa pontuda e suas asas deixaram de ser iguais a de um anjo e se transformaram em asas de morcego, sua iris de seus olhos deixam de ser redondas e passam a ser retasde cima pra baixo… aquilo assustava

Lc- então vamos- elle fala com duas vozes e entende sua mão pra mim 

Quando eu a seguro nossas mãos começão a arder como se tivéssemos colocado no fogo ou na lava, eu solto rapidamente e olho em minha mão… estava a carne viva

- não podemos nos tocar… se não

Lc- iremos queimar até a morte…- ele sa um soco na parede fazendo um buraco- bosta o cara disse que tem que ir com a fantasia se não… não iriamos participar no concurso e receber a grana- eu chego perto dele mas ele se afasta- amor eu não quero machucar você e o bebê

- oque faremos?

Lc- Teremos que ir andando… ou…- ele me abraça e nos teleporta rapidamente até o festival

Chegando no festival ele me solta rapidamente mas seu braço estava todo machucado, Lucca aperta seu braço e sua regeneração começa fazendo seu braço ficar como novo. Fomos até o meio e nos misturamos no meio deles até perceber que… eu era anunica de anjo alí mais ninguém 

Lc- você é unica aqui- ele tenta passao a mão em meu rosto mas não passa 

- eu sei que vai ser dificil você não me tocar por um tempo… mas é por pouco tempo, enquanto isso vamos aproveitar o festival- ele concorda com a cabeça 

Nós fomos pegar alguma coisa pra comer e beber, mas eu não podia beber nada que estava alí era tudo bebida alcoólica então Lucca pego umas cochinhas e coisas de macã pra mim. Depois de um bom tempo curtindo o festival ele anunciam o concurso de fantasias 

XX- bom vamos dar inicio ao concurso de fantasias por favor subam ao pauco as seguintes duplas…- ele falo muito nomes e  o nosso 

A platéia que eram quem estavam fora do palco ficaram votando em qual dupla deveria ganhar 

XX- então os votos já foram contados e os vencedores são…………… anjo de demônio- todos aplaudem e nós agradecemos- aqui esta o seu prêmio de vai la saber quantos reais, já que eu não contei aintes- Lucca pega o cheque grande e decemos do palco

Muitas pessoas ficaram em volta de mim e Lucca fazendo perguntas do tipo "como você conseguiu fazer essas asas lindas", "cade o arame da sua aureula" "vocês são casados", "demoro pra fazer esses chifres", lucca respondeu todas as pergunta e disse que se eu responde-se eu diria a verdade… ele se afasta de mim e alguem segura meu braço me fazendo virar, quando me viro vejo um homem alto de bune preto, roupa preta e óculos escuros

XX- Marcela… venha comigo- ele me puxa pelo braço mas eu o faço me soltar

- quem é você? Como você sabe meu nome? E por que esta me levando a força?- ele tira o bone e o óculos me mostrando seu rosto- Guilherme… oque tá fazendo aqui?

Gui- eu estava te procurando… depois do baile você sumiu com umbcara de máscara e não voltou mais… ai eu te achei e vou te levar pra casa venha- ele me puxa mas eu tiro minha mão e ele me olha com raiva

- eu não vou voltar… Gui eu não posso voltar pra casa, eu tenho uma casa aqui na terra e não quero sai daqui com meu marido

Gui- marido? Eu sou seu marido, o futuro pai dos seus filho…

- me desculpe mas meus filhos ja tem pai…- ele segura minha mão com força 

Gui- você vai voltar e ponto final

- NÃO- dou um grito e parecia que tudo estava em camera lenta

Os papeis caiam bem devagar no chão e as pessoas andavam bem devagar quase parando, quando olhos estava andando a minha velicidade normal e Guilherme me puxando com mais força até que Lucca aparece na frente dele 

Lc- solte ela agora… 

Gui- saia da minha frente estranho… vou levala para casa e você nao vai me empedir

Lc- então ta…- duca da um soco no meio de sua cara quebrando seu nariz o fazendo voar ate bater a cabeça na parede- você esta bem?

- sim…- eu desativo meu modo arcanjo e dou um beijo em Lucca

Guilherme nós ve se beijando e ativa seu modo arcanjo indo em direção a Lucca, que logo me pega no colo e desvia 

Lc- fique aqui…- ele me coloca sentada em uma cadeira

- tome cuidado tá…- ele acena con a cabeça e se teleporta pra frente de Guilherme

Os dois começam a brigar mas sem ferir nenum humano os dois começam a voar

Gui- eu vou te matar seu maldito- ele ativa sua espada e Lucca também 

Faíscas de ambas as espadas iluminavam o céu parecia fogos de artifício, Guilherme da um ataque rapido mas Lucca defende, ele continuava atacando ate deixae uma brecha e Lucca o corta ao meio com sua lâmina, as duas metades de Guilherme se juntam de novo

- LUCCA TEM QUE CORTAR AS ASAS DELE PRA PARAR A REGENERAÇÃO- ele volta a defender

Lucca (on) 

(Eu ouço oque ela ne diz mas corta as asas dele é difícil), até que eu me teleporto pra traz dele e forto uma de suas o fazendo cair por falta de quilibrio, ele cai na frente de meu anjo então faço uma lança e taco… a lança enfia nas costas dele o fazenso ficar preso ao chão, eu deço e coloco meu pé sobre suas costas o fazendo gemer de dor

- pelo visto a famosa luta dos mil dias era mentira… te derrotei em um dia- risada macabra- vamos acabar com isso- ele corta a outra asa dele e enfia sua espada na cabeça do Gui fazendo morrer

Marcela (on)

O tempo começa a voltar ao normal e Lucca termina de quimar o corpo dele, quando o corpo acaba de queimar o tempo volta a correr, ele passa o braço em volta de minha cintura e nos teleporta pra casa, chegando em casa eu subo e vou ao banheiro vomitar Lucca vai até a porta do banheiro e bate 

Lc- ta tudo bem amor?…


Notas Finais


Desculpem pelos erros de digitação


Espero q gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...