História Amor Proibido - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ada, Ámbar Benson, Benício, Delfina, Emília, Eva, Gaston, Jazmin, Jim, Luna Valente, Matteo, Miguel, Nico, Nina, Pedro, Personagens Originais, Ramiro, Simón, Yam
Tags Gastina, Lutteo, Sexo, Simbar
Visualizações 99
Palavras 708
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Helloww

Capítulo 4 - Ela é diferente... - Simbar


Fanfic / Fanfiction Amor Proibido - Capítulo 4 - Ela é diferente... - Simbar

Simon Benson Povs'ON

Aulas começaram, minha vontade no primeiro dia? Podemos dizer que tava frio, chovendo perfeito dia pra ficar de baixo das cobertas mas... Nem sempre temos o que queremos, banho tomado é qualquer roupa, mochila e fone tocando “ My Life Is Going On ” Depois que se assiste “ La Casa De Papel ” se decora esse música do começo ao fim.

Tinha acabado de pegar meu horário, física aplicada em plena Segunda-feira? Só pode ser carma mesmo, fui direto pra sala 14 odeio essa universidade simplesmente é gigante 3 prédios? Preferia a de BA.

Não falei nada sobre a minha “Crush” né? Ambar Smith Balsano, descobrir que ela é uma Balsano com certeza foi um tiro certo. Liguei para Luna ontem em busca de alguma luz, sem saber se me afastava ou se me aproximava de Ambar.

Mas só ouvi coisas do tipo “ Tome cuidado com seu primeiro amor, é bem marcante ” Ok até entendo, sempre vi as duas sofrerem por garotos, mas não me importava tanto.

Ambar B: Oi melhor amigo - Falou se sentando na classe a minha frente

“ Melhor amigo ” Essa doeu

Simon B: Oi Ambar - Sorriu, abaixa que é tiro de beleza - Sua primeira aula não é ciências. Não vi seu nome na chamada

Ambar B: Tava me procurando? - Sorriu maliciosa - Mas não, só vim te procurar para sairmos no almoço, qualquer lugar porque a comida daqui... É horrível

Simon B: Okay... Qual sala - Apontou para atrás de mim - Tá então quando der o horário do almoço t te chamo - Assentiu e saiu, logo o professor entrou e a aula começou

Mas não consegui prestar atenção em nada, nada mesmo. Minha cabeça só me fazia pensar na Ambar, cada detalhe seu... Era simplesmente perfeito.

Professor Schindler: Senhor Simon! - Gritou - Venha até aqui e responda a questão A. - Todos da turma ficaram me olhando, me levantei e fui até o quadro respondendo a questão - Hum... Está correta, mas preste mais atenção na aula - Voltei pra minha cadeira e sentei

Xxx: Oi, sou Daniela - Se virou - O professor Schindler e bem ruim com os novatos do primeiro ano, mas logo ele para de pegar no seu pé - Assenti e voltou a prestar atenção na aula

Algumas Horas Depois

Ambar B: Livres! Estamos livres! - Levantou as mãos pro alto, não contive a risada - Pizza? Hamburguer? Ou... Restaurante?

Simon B: Restaurante com certeza - Já estávamos fora dos portões no centro de Hollywood admito que achei que teria famosos até no poste mas nenhum, triste... Fomos para um restaurante que mais parecia... Bem... Tinha comida mexicana! Isso já me deixou mega feliz

Ambar B: Opaaa, já tô gostando - Ri quando Ambar viu o cardápio

Simon B: Achei que odiava comida mexicana - Negou

Ambar B: Eu amo comida mexicana, tô nem aí se engorda ou não, tô feliz? É o que importa - Sorri

Ela era diferente...

Simon B: Tá né... - Sorriu e pediu alguma coisa, iria se arrepender amargamente tinha muita, muita, muita pimenta mesmo - Sua boca vai sair pegando fogo

Ambar B: Já tô acostumada, é muitooo bom - Sorriu

Gosto da Ambar, mas se até eu que sou mexicano as vezes odeio pimenta... Não sei mais de nada

Ambar B: Acha que o " Balsano " vai alterar alguma coisa na nossa amizade? - Neguei

Simon B: O passado é passado, o que importa é daqui pra frente, se nossos familiares fizeram alguma coisa que prejudicou, legal ficou para eles a nova geração não tem nada a ver com isso. - Falei é sorriu.

Ambar B: Quando te falei que era uma Balsano... Fiquei meio reciosa que acabasse nossa amizade ali... Mas não... Você é muito diferente de alguns Bensons que conheci - Ergui a sombrancelha - Gary, Gary foi um dos Bensons que conheci

Simon B: Gary? Meu primo? Ata ele é bem difícil com amizades não gosta nenhum um pouco dos Bensons... Mas se ele quer guardar rancor, não me importo eles julgam sem ao menos pensar em conhecer... - Sorriu

Ambar B: Vamos combinar de nunca falarmos das nossas famílias, a sua família é sempre o assunto da minha quando estão bêbados, aposto que na sua não é tão diferente - Ri - Sabia...


Notas Finais


Bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...