História Amor Proibido - Capítulo 14


Escrita por:

Visualizações 853
Palavras 1.230
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Esporte, Ficção, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


HEEY ANJOS DOS MEUS DIAS. Eu sei que demorei, mas como eu avisei em "Recomeço", eu vou postar essa história em um dia e no outro, irei postar "Recomeço", justamente pra eu não me sentir sobrecarregada e acabar largando a história.
- Eu sei que eu deixo alguns erros de português pelo caminho, mas com o tempo eu vou concertando.
APROVEITEM O CAPÍTULO <3

Capítulo 14 - Chantagem


Fanfic / Fanfiction Amor Proibido - Capítulo 14 - Chantagem

• Bruna

Respirei fundo, antes de sair do banheiro. Fazia muito tempo que eu não tinha a oportunidade de passar um tempo com o meu Neymar e quando eu finalmente consegui, alguém chegou para atrapalhar.

Estranhei quando escutei alguém bater na porta. Peguei um roupão que estava largado pelo quarto e fui atender a pessoa que estava ao lado de fora.

— Ué, cadê o Neymar? — perguntei para Thiago, que não estava com uma expressão agradável. — O que você falou pra ele?

— O Tite queria ele no treino, eu só vim avisar. — disse ele, aparentemente despreocupado. Cruzei os braços, esperando que ele me dissesse mais alguma coisa. — O que foi?

— Eu conversei com o Tite, eu pedi para que ninguém nos interrompesse; por que diabos ele mandaria você até aqui para tirar o Neymar do quarto? — eu estava tentando manter a calma, mas era impossível, principalmente com a sensação de estar sendo enganada. — O que quer que vocês estejam escondendo, eu vou descobrir.

— Nós não estamos escondendo nada, Bruna. Nós temos um objetivo e precisamos treinar com muito esforço pra alcança-lo. — Thiago estava explicando o que eu já sabia. — Você mesma tem que descorar suas falas, antes de gravar.

— ‘Tá bom, Thiago. Bom treino pra vocês.

Não esperei por sua resposta e fechei a porta. De forma impulsiva, comecei a procurar o que quer que fosse no quarto de Neymar. Alguma coisa ele estava escondendo e eu não pretendia descansar enquanto não descobrisse.

Criado-mudo.

Isso! Antes de sair, o jogador havia deixado o celular dele no criado-mudo. Peguei o aparelho que ali estava e comecei a pensar nos números que poderiam compor a senha. Tentei seu aniversário, porém não deu. Tentei o dia em que nós nos conhecemos e também não deu. Por fim, tentei o aniversário de Davi, seu filho e logo o celular foi desbloqueado.

— Deveria ter sido mais criativo. — comentei.

O primeiro aplicativo que abri, foi o whatsapp. Rolei as tela de mensagens e um alívio percorreu meu corpo quando eu notei que não havia nenhuma mulher diferente ali. Chequei as conversas arquivadas e não encontrei nada.

— Ué, por que o Neymar pediu para o Coutinho responde-lo? — questionei a mim mesma, abrindo a conversa em seguida.

Tinha uma grande sequência de mensagens enviadas por Neymar para Coutinho; todas elas haviam sido visualizadas, mas nenhuma foi respondida. Nas mensagens, meu namorado pedia desesperadamente para que Coutinho o respondesse.

Eu não queria te magoar. — li em voz alta o que estava escrito na conversa. — Você sabe que eu não amo a Bruna. Coutinho, é com você quer eu quero estar.

Minha visão ficou turva de repente. Fiquei tonta. De certa forma, perdi meu rumo e dentro daquele quarto de hotel, eu me vi sem chão.

— Ele ‘tá me traindo e é com o Coutinho. — as lágrimas começaram a escorrer pelo meu rosto.

Na galeria de fotos, tinha mais coisa do que eu imaginava. Inúmeras fotos e inúmeros vídeos de Neymar e Philippe sozinhos; coisas que eu realmente não gostaria de ver, se tivesse escolha.

Eu fui tão estúpida. Estava tudo na minha frente e eu preferi me cegar quanto a isso. Coutinho e Neymar, os dois grandes amigos estavam tendo um caso. E para piorar, ainda tinha a Aine no meio daquela história toda, a mulher que não merecia passar por algo desse tipo.

[...]

 

• Neymar JR

Cansado por conta do treino, logo voltei para o quarto do hotel. Como já havia tomado banho no vestiário, a única coisa que eu queria naquele momento, era deitar e minha cama e dormir até o dia seguinte.

O que realmente estava me atormentando, era a conversa que tive com Alisson pela manhã. Me alienei no treino, sem prestar atenção nas conversas paralelas, já que a única coisa que eu fazia, era olhar para os lados, para checar se Philippe estava ali ou não.

— Ah, oi. — falei para Bruna, assim que a encontrei deitada em minha cama. — ‘Tá tudo bem?

— Me diz você. — ela se levantou e aproximou-se de mim, carregando uma expressão um tanto indecifrável.

— Eu estou bem. — falei, enquanto caminhava em direção a cama.

— Mesmo estando brigado com o Coutinho? — engoli em seco com a pergunta vinda de Bruna. — Mesmo estando desesperado por ele não responder suas mensagens?

— Você ‘tava fuçando o meu celular, Bruna? — virei para ela, visivelmente nervoso com aquela situação. — Que te deu a porra do direito de mexer no meu celular?

— Você é o meu namorado, ou melhor, eu imaginava que era. — ela soltou um riso irônico e jogou meu celular na cama. — Desde quando você ‘tá me cornando, hein? Desde quando vocês estão enganando a Aine?

— Escuta, nós íamos contar a verdade para vocês duas. — tentei explicar, mas eu estava atropelando as minhas próprias palavras. — Nós tivemos um problema e isso...

— Eu sei qual foi o problema, Neymar. — ela disse, passando a mão pelo rosto em seguida. — Tudo marketing, não é?! Você me fez de palhaça esse tempo todo.

— Se você quer saber, eu quero terminar com você. Quero acabar com tudo. Eu não te amo, Bruna. A pessoa que eu realmente amo, é o Coutinho, e agora que nós não temos mais nada, é pra ele que eu vou falar tudo isso. — soltei tudo de uma vez, recebendo um riso irônico e um tanto alto como resposta. — Do que você está rindo?

— Não seja tolo. — ela pegou seu celular, mexeu por alguns segundos e mostrou a tela para mim. — Já pensou se essas fotos e esses vídeos caírem na mão da imprensa? Como dizem por aí: caiu na rede, é peixe.

— Você não está pensando em...

— Não é tudo por marketing? Pois bem, já imaginou se eu soltar tudo isso daqui? Os tabloides irão pirar com a atriz que foi traída por um dos melhores jogadores da atualidade. — ela disse, aparentemente animada com o tanto que lucraria com isso. — A melhor parte, é que essa atriz foi traída com outro jogador. Uma grande história, não é?

— Bruna, chega! — era perceptível o medo em minha voz. — Você não pode fazer isso, NÃO PODE! Você vai estragar a minha carreira e a carreira do Coutinho.

— Por que você não pensou nisso antes de começar com essa porcaria toda? — questionou, enquanto gesticulava. — A minha carreira vai alavancar antes disso. E tem mais, essas fotos estão num pendrive, prontas para rodarem o mundo.

— Eu já entendi que você me tem em suas mãos. O que você quer pra não soltar essas fotos?

— Não quero muita coisa. — ela deu de ombros, mas eu sentia que ela não iria querer algo simples. — Você vai se afastar do Coutinho e não vai nem tentar se reconciliar com ele. Chega de enganar a Aine.

— Eu não posso fazer isso, eu o amo!

— E você acha que eu ligo? — Bruna apontou para si mesma e novamente riu. — E tem mais uma coisa: nós vamos casar.

— ‘Tá louca, Bruna? Você não precisa trazer a sua personagem Catarina para a realidade.

— A última coisa que eu tô, é louca. A escolha é sua, meu amor.

— Eu aceito. — respondi, com o único fio de voz que me restava.

Eu já havia feito tanta coisa errada com Philippe, já havia o magoado tanto. Ele não deveria perder a carreira e a família por causa de mim. Doeria muito ficar longe dele, sem vê-lo sorrir e até mesmo sem sentir seu toque, mas era a minha única opção.


Notas Finais


Vamo se juntar e matar a Bruna? VAMO! Perguntinha: vocês leriam uma história neytinho que NÃO tem relação com a seleção? Estou com umas ideias e preciso de opiniões.
• VAI LER "RECOMEÇO", É THIALISSON!
• Vocês apoiam um grupo da história no twitter ou no insta?
ATÉ LOGO, AMORES DA MINHA VIDA ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...