História Amor Proibido - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Alice, Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Emma Swan, Henry Mills, Madre Superiora (Fada Azul), Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Personagens Originais, Regina Mills (Rainha Malvada), Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Sr. Gold (Rumplestiltskin), Vovó (Granny), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Visualizações 51
Palavras 1.666
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, LGBT, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpe a demora, segue mais um capítulo fresco pra vcs

Capítulo 6 - Indo ao castelo


PVO REGINA

O final da tarde passou rápido e logo chegou à noite, o bar começava a encher Tiana e Jacinda apareceram no bar e um tempo depois Henry e Lucy vieram para se juntar a elas. Estava tudo bem calmo, atendia alguns clientes no balcão, Robin estava nos ajudando aquele dia e Alice se dispôs a ficar no bar pra dar uma força. Estava atrás do balcão lavando uns copos quando vejo meu celular vibrar, o pego e vejo a mensagem de Emma.

- Não pode ser. - Disse em um tom um pouco alto 

- Não poder ser o que mãe ? - Me Pergunta Henry 

- Emma.. - O olho digitando uma mensagem de volta.

”Precisa de mim? Quer que eu vá até aí?” 

- O que a vovó Emma?

-Nao sei se devo falar..

- Mãe, está me assustando

- E,a e Killian terminaram.. - Digo ainda olhando o celular 

“ Não hoje Regina, amanhã conversamos melhor e te conto tudo.”

- O que? Então eles terminaram mesmo

- Bom, foi que ela me mandou aqui. E pelo jeito ela no momento quer ficar sozinha.

Henry queria ir até lá, insistiu com Emma porém a mesma queria ficar sozinha. Disse para ele não insistir muito e que amanhã conversaria com ela e que a ajudaria no que fosse. 

Por fim o dia no bar acaba e Zelena e eu fechamos e ajeitamos as coisas por lá, queria estar com Emma agora, para tentar conforta-lá e tudo mais. 

Ja no meu quarto Zelena entra e fica parada na porta me olhando.

- O que foi Zelena.

- Nada, Emma deve estar arrasada não é.

- Sim deve estar, a decisão deles foi muito rápida em terminarem um casamento.

- Foi bem rápido mesmo, Killian a amava. - Zelena anda até mim. - Porém Emma já não queria mais o casamento, era de se notar.

- Sim, mas ainda não entendo o motivo desse término tão repentino dos dois.

- Eu até consigo entender, Emma se apaixonou por outra pessoa.

- Não sei Zelena.

- Ok.. só você não vê.

- Vê o que Zel? - A olho 

- Converse com Emma e você irá entender.- Ela pisca pra mim e sai do quarto.

Me deito em minha cama pensando na notícia que Emma me deu, eles faziam um casal bonito. Mas as vezes não gostava muito de vê-los juntos,  isso depois de revê-la novamente depois da maldição ser quebrada. Confesso que depois que Emma engravidou ela ficou mais bonita e mexeu um pouco comigo.

Após uma noite de sono, levanto cedo faço algumas coisas de casa a rotina de sempre pela manhã. Quando chego no bar e coloco algumas compras que fiz no balcão, meu celular vibra e vejo uma mensagem de Emma.

” Você pode vir em casa hoje a noite”

” Claro, a noite lhe encontrarei em sua casa.”

 

PVO EMMA

Ao me deitar Regina vejo que Regina havia me respondido se precisava que ela viesse aqui, digo que hoje não. Apenas queria ficar sozinha, amanhã cedo Killian e eu iríamos resolver  a papelada da separação e tudo mais hoje só queria descansar um pouco.

Ao acordar, vou até o quarto de Hope amamenta-lá fazer o que era de rotina. Tomo um banho e vou tomar meu café, meus pais ainda não sabiam e eles estavam na mesa comigo.

- Mãe, pai.. preciso contar-lhes uma coisa

- Diga 

- Bom, conversei com Killian ontem à noite e decidimos nos separar. - Os dois me olha,

- Emma.. - Diz mInha mãe. - Você tem certeza disso?

- Sim, eu.. infelizmente não estou mais feliz com ele.. eu..

- Tudo bem filha.. só queremos o seu bem.

- Sei que querem o meu bem, mas de uns tempos pra cá comecei a gostar de outra pessoa, uma pessoa que não imaginaria que iria gostar como eu gosto.

- E quem é essa pessoa? - Pergunta David 

- Ainda não posso dizer, só depois que eu descobri se o que ela sente por mim é verdadeiro 

- Ok, só pense bem. 

- Sim..

Converso um pouco mais com eles, explico a minha decisão da separação e eles entendem. No decorrer do dia Killian e eu fomos resolver a questão da separação, demoramos um bocado no lugar nas resolvemos. Iríamos voltar semana que vem para assinar a papelada.

- Bom.. então nós vemos semana que vem. - Diz Killian 

- Sim.. bom você sabe que pode ir visitar Hope quando quiser

- Sim eu sei, só me de um tempo para me ajeitar e tudo mais.

- Você tem aonde ficar?

- Sim tenho, vou ficar na pensão da Granny por um tempo e vou ver com o Nook se ele sabe de algum emprego.

- Tudo bem, te vejo em breve.

Nos despedimos, sigo com Hope no carrinho, não sabia se tinha feito o certo mas meu casamento não estava bom cheio de dúvidas e desconfianças pela parte de Killian e eu já não o amava mais. É na verdade eu tinha feito a coisa certa, já não estava bom mesmo, não queria viver um casamento infeliz. Estava quase chegando no castelo quando vejo Henry.

- Hey Henry.

- Mãe. - Ele me abraça e depois faz um afago em Hope. - Como você está, com tudo isso

- Estou bem, indo na verdade.

  - Vovó me contou o que vocês conversaram. Você gosta da minha mãe Regina não é?

- Henry...

- Não adianta fingir, todos já repararam que vocês se gostam, não como amigas mas.. você sabe como.

- Você acha que ela gosta de mim?

- Eu tenho certeza, porém ela ainda não admite, pois acha que o que ela sente por você ainda não é recíproco.

- Henry.. ainda é muito cedo pra falar qualquer coisa.. mas eu gosto dela, gosto mesmo.

- Tudo, vocês só precisam de um empurrão.

- Do que você está falando? - O olho 

- Nada mãe.- Ele ri. - Bom preciso ir depois nos falamos

Ficoo olhando sem entender nada, Hope estava ficando irritada por termos parado e decido dar uma volta com ela ao invés de voltarmos para casa. Encontro com alguns conhecidos, inclusive Ursula o que acho estranho, pois fazia tempo que eu não a via. Converso com ela um bocado, ela me acompanha até o Granny para comermos algo e para eu amamentar e trocar Hope. Confesso que a companhia dela foi até que agradável, não pareceu nada de ameaçador. Ela ficou encantada com Hope.

- Ela é bem parecida com Killian

- Sim ela é.

- Não queria ter mencionado ele. - Ela diz sem graça.

- Tudo bem, Killian é uma boa pessoa a única coisa que não deu certo foi nosso casamento, mas ele é uma boa pessoa.

- Sim, ele é.

Passei o dia com Ursula, conversando e pedindo conselhos, sei que deveria pedir conselhos a minha mãe mas queria ouvir opiniões diferentes.

- Emma, siga seu coração, siga o que ele sente, análise as possibilidades que você tem e veja o que seria adequado ou certo para você. Não ligue para conversar alheias que te coloquem para baixo, siga o que a sua intuição diz. Se você acha que o que está prestes a fazer, a tentar... faça, tente... mesmo que não de certo por algum motivo, tente e vá ser feliz com a pessoa que você realmente quer.

- Sim, eu tentarei. - Sorrio.

- Bom, preciso ir. Fiquei de me encontrar com Nook o outro Killian.

Me despeço de Ursula e sigo para casa pois, daqui a pouco Regina estaria em casa. Ao chegarmos castelo, converso com meus pais, que também me apoiaram na minha decisão. Disse que Gina viria aqui daqui a pouco e precisava tomar um banho pelo menos. 

Um tempinho depois de ter tomado banho é esperado anunciam a chegada de Regina, peço para a levarem para a sala de visitas que eu já iria pra lá. Estava um tanto nervosa, não sei o porque, mas saio do quarto e sigo para a sala onde se encontrava Regina e a olho, a olho e não conseguia tirar os olhos dela.

 

PVO REGINA

 Respondo Emma dizendo que iria até o castelo falar com ela, e volto minha atenção às compras que eu havia feito.

- Que Sorrio é esse? - Diz Zelena.

- Qual sorriso?

- Este.. - Zelena me vira para o espelho e percebo que eu estava sorrindo.

- Oh, não é nada.

- Sei..

- Tá, vou até a cãs de Emma essa noite, ela pediu pra eu ir ateia conversar com ela.

- Hmm, conversar sobre?

- Não sei Zelena.

- Tá bom que não sabe.

- Chega ok.

Zelena ri e sai da onde eu estava indo fazer sei lá o que. As vezes ela me irritava, mas no fundo ela tinha razão, provavelmente iríamos conversar sobre a separação ou sobre nós mesmas. Sorrio e volto minha atenção ao que estava fazendo. O dia no Roni’s foi tranquilo sem muito movimento, então um certo horário deixo as coisas na mão de Zelena e Robin e subo tomar um banho. Coloco uma roupa boa, tudo combinando como sempre e desço para avisar que estava indo para o castelo.

- Estou indo Zel.

- Ok, boa sorte. - Ela sorri e saio do Roni’s.

Pego meu carro e dirijo até o castelo, lá eu tinha passe livre para entrar. Então deixo meu carro estacionado próximo à entrada e sigo para dentro, um dos guardas me leva até a sala de visitas o que achei estranho.

- Por que na sala de visitas, sempre entrei e fui direto ao quarto de Emma.

- Ela pediu pra Sra aguardar aqui.

- Ok então.

Aguardo um momento e olho a loira vindo em direção a sala de visitas, ela estava linda, não podia parar de encara-la. Emma estava linda, por mais que ela estivesse com uma roupa simples ela estava linda.

 

 


Notas Finais


Segue mais um capítulo, espero que gostem. Comentem o que estão achando.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...