História Amor proibido - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook)
Tags Bts, Jungkook, Kai
Visualizações 136
Palavras 1.019
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shounen
Avisos: Álcool, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Estou apaixonada por ele?


Fanfic / Fanfiction Amor proibido - Capítulo 5 - Estou apaixonada por ele?

O beijo ia ficando mais quente, jungkook passava as mãos pelas minhas pernas acariciando-as, eu com uma mão agarrava os cabelos dele. Depois de alguns minutos eu o empurro, ele fica olhando pra mim em choque.

- jungkook eu não sei se isso é certo

Mesmo gostando de beija-lo, eu estava um pouco surpresa com o que tinha acabado de acontecer.

- Meu deus o que eu fiz, isso é totalmente errado

Ele coloca as mãos na cabeça sem saber o que fazer

- Ninguém pode saber disso certo?

Balanço a cabeça com um sinal positivo. Depois de alguns segundos, escutamos passos, nos olhamos assustados na mesma hora.

- jungkook e agora?

- Corre para o seu quarto, rápido!!

Corro sem fazer muito barulho e entro no meu quarto, deito em minha cama e não conseguia parar de sorrir, meu coração batia rápido e eu estava tomada de felicidade, tento dormir mas so conseguia lembrar do nosso beijo.

( dia seguinte)

Levanto da cama e vou ate a janela, vejo jungkook sem camisa na rua concertando a sua moto, eu poderia ficar horas ali admirando ele. Me pego com um sorriso no rosto o olhando pela janela.

- Querida, o que você esta olhando ai?

Tomo um susto e fecho a cortina rapidamente

- oi agnes

- seu pai está no telefone do escritório, quer falar com você

Vou em direção a porta mas antes paro ao lado dela.

- Agnes você está tão bonita hoje

Falo sorridente.

Ela me olha sem entender nada

- o que deu em você menina? Você nunca acorda de bom humor

Dou um sorriso para ela e saio saltitando do quarto até o escritório.

- Alo?

- Filha, como estão as coisas por ai?

- Está tudo como sempre

- Como está indo seu segurança?

- Bem que você disse pai, ele é o melhor

(falo segurando a risada)

- Eu disse a você mocinha, mas você não me escuta nunca

- Desculpe por isso

- Tenho que desligar, minha reunião vai começar, me ligue qualquer coisa e coloquei dinheiro em seu cartão.

- tá pai, beijo

Saio do escritório e esbarro com jungkook, ele passa por mim mas não fala nada.

- você não vai falar nada?

- Por que eu deveria?

- por causa de..

- Ontem nunca aconteceu ok? Foi eu erro

- mas você gostou certo?

Falo me aproximando dele. Ele começa a ficar inquieto com aquela pergunta, depois de um tempo calado ele responde.

- Gostei ok? Mas não vai mais acontecer, vamos fingir que ontem nunca existiu

Ele sai sem falar mais nada. Vou para o meu quarto e fico pensando no que ele havia me falado, mas eu só conseguia focar no principal, que ele admitiu ter gostado do beijo. Eu tinha que fazer algo para beija-lo novamente, eu não queria saber se era certo ou não, so queria que acontecesse de novo. Será se eu estava apaixonada por ele?

A noite cai e eu não consigo dormir, tento ler um livro para o sono chegar mas so conseguia pensar em jungkook.  Saio do quarto e vou conferir se todo os funcionários já estavam na cama. A casa estava em silencio, so tinha o vigia de fora acordado. Desço as escadas sem fazer barulho e vou direto ao quarto de jungkook. Por sorte a porta estava aberta, entro devagar e fecho a porta. Quando sem querer tropeço em um tênis no chão, jungkook acorda assustado.

- o que você esta fazendo aqui?

Dou um sorriso sem graça e fico tentando pensar alguma desculpa.

- É..eu vim..

Ele fica olhando pra mim esperando eu responder algo.

- É por que tem uma barata no meu quarto e eu queria que você matasse

-  Você veio aqui me acordar a essa hora so por uma barata?

Ele me olha sem entender nada

- aham

- Aish, eu vou matar então

Ele levanta da cama em direção a porta, mas eu o impeço de sair do quarto.

- jungkook, não tem barata nenhuma

- Como?

- eu vim aqui por outro motivo

-  então qual seria esse motivo?

- esse!

Me aproximo dele e o beijo com vontade, ele retribui me agarrado pela cintura, mas logo me empurra.

- Você ta louca?? E se alguém viu você entrando aqui?

- Ninguém me viu ok? E eu sei que você também quer

- Não importa se eu quero ou não, eu disse que isso não iria mais acontecer! E pode voltar para o seu quarto que eu preciso dormir.

- Você tem certeza disso?

Falo tirando minha blusa, ficando de sutiã.

- wow! Isso não é justo

Ele fala cobrindo os olhos, mas logo não resiste e volta a me olhar novamente.

- eu não entendo por que você esta se fazendo de difícil

- por que eu sou seu segurança!! Se alguém descobrir eu vou ser demitido, e seu pai me mataria.

- jungkook, ninguém vai descobrir ok? Esse vai ser o nosso segredo

Ele fica andando pro lado e pro outro com as mãos na cabeça sem saber o que fazer. Quando ele finalmente para e olha para mim.

- você me deixa louco sabia?

Ele me agarra e me joga na cama.

Os amassos iam ficando cada vez mais intensos, naquele momento esquecemos totalmente o que se passava.  quando eu estava com ele, nada mais importava, eu me desligava do mundo. Depois de alguns minutos, alguém bate na porta.

- jungkook! Jungkook!

Nós dois congelamos.

- é a agnes!

- vai pra debaixo da cama!!

Rapidamente me escondo debaixo da cama de jungkook enquanto ele ia abrir a porta, estava nítido o quanto ele estava nervoso, suas mãos tremiam.

- oi agnes

- você deixou a porta da garagem aberta garoto, vá fechar agora!

- sim senhora

Ele sai e fecha a porta. Respiro fundo e saio debaixo da cama, coloco minha camisa e espero um pouco antes de sair do quarto de jungkook, mas quando eu abro a porta para fugir, estava agnes me olhando com os braços cruzados.

- eu acho que precisamos conversar mocinha.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...