História Amor proibido - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 1.041
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Capítulo 06


Jungkook me acordou dizendo que nossos pais já estavam me esperando pra reunião com o park. Me arrumei rápido e comi apenas uma maçã.

— Taehyung, você está três minutos atrasado – foi a primeira coisa que minha mãe diz.

— Afs, culpa de Jungkook.

— Não culpe seu irmão e vamos pra sala de reunião, Park já está pra chegar.

Revirei os olhos e acompanhei eles até a sala, arrastei a cadeira e me sentei esperando ele chegar, entra um loiro meio baixo.

— Bom dia senhor Park – Minha mãe diz sorrindo – Sente-se

— Um prazer conhecer a empresa de vocês – Ele sorri e senta na minha frente e me encara.

— Esse é meu filho, Kim Taehyung.

Ele me olhou e forçou um sorriso e revirei os olhos, recebendo uma cara brava dos meus pais.

— Vamos logo com isso – falei já sem paciência.

Sempre achei reuniões chatas, nunca quis trabalhar na empresa dos meus pais por isso. Nunca gostei de trabalhar, sempre fui baladeiro, sempre voltava de manhã em casa. Só parei de sair bastante após minha mãe dizer que se eu não ficasse muito em casa, iria tirar Jungkook de mim e não iria me dar mais dinheiro.

— E sua mulher ? Está bem? – Minha mãe diz e saio dos meus pensamentos e encaro o park.

— Está sim – Ele sorri – cada dia mais linda.

Lembro do que minha mãe falou, o casamento dele parecia ser contrato pra sua empresa aumentar.

— E vocês pensa em ter filhos?

O mesmo regalou os olhos, me segurei para não rir. Só pela sua cara já o entregou.

— Ainda é muito cedo, mais quem sabe um dia – Ele forçou um sorriso – já vou indo, ela deve estar me esperando.

— Tenha um bom dia – Minha mãe diz – diz pra Senhora Park que mandei um abraço

— Qualquer dia se vocês quiserem ir almoçar em casa – Meu pai diz – Vamos adorar receber vocês.

— Vamos amar ir na casa de vocês – Ele sorri – vou conversar com ela e ligo pra vocês.

Meus pais o acompanhou até o elevador, aproveitei para ir embora também, mas antes mandei mensagem para Jungkook dizendo que estava indo buscar ele.

Estava distraído olhando para os carros quando esbarro em uma mulher, a mesma ia cair no chão e a segurei pela cintura. Encarei seu rostinho e sorri ao ver quem era.

—Toda hora você, acho que é o destino – falei em seu ouvido e a mesma sorri

— Oi Taehyung – Ela passou suas mãos em volta do meu pescoço.

— Minha bela dama, já estava com saudades – Olhei pro seus lábios

— Eu também – Ela passa o dedo na minha bochecha e sorrio.

— Vamos sair hoje – Beijei o canto da boca dela e fui pro pescoço a enchendo de beijos – Kook irá levar amigos pra minha casa.

— Vai deixar uma criança cozinha ?

— Ele já tem 16 anos, não é criança, por favor vamos nos divertir bastante – Dei um selinho na mesma que sorri derrotada

— Okay Taehyung, onde vamos?

— Não vou dizer ainda, te busco na sua casa, pode ser ?

— Me passa seu número e mando o endereço onde você pode me buscar.

Concordei e tirei um papel do bolso, ela me entregou uma caneta e anotei meu número e entrei pra ela.

— Vamos que horas?

— As 20:30, pode ser?

Ela concordou e quando vou beijar a mesma, Jungkook aparece gritando.

— Noona, você não sabe - Ele sorri animado e para de falar assim que vê eu com as mãos na cintura dela e solto – Atrapalhei algo?

— Não Kook – Ela sorri – ja estava indo embora.

— Vocês fazem um casal Bonito – Ele diz fazendo a mesma ficar sem jeito.

— Melhor eu ir, tchau meninos

Dei uma piscada pra ela, e puxei Jungkook para ir até o carro. Entrei e coloquei cinto e o mesmo fez.

— Você atrapalhou – Digo ligando o carro.

— Foi mal – Ele ri – Tae você se importa se vim uma amiga minha dormia em casa ?

— Claro que não – Sorri malicioso para o mesmo – Já está na hora de aprender as coisas.

— Que horror Taehyung – Ele diz cobrindo a cara com vergonha – eu nunca fiz isso que você está pensando.

— Quem sabe hoje rola com essa amiguinha sua.

— Não vai rolar nada, eu e ela é apenas amigos.

— Vou deixar algumas camisinhas no seu quarto, nunca sabe quando vai acontecer.

O mesmo bate no meu braço com vergonha e começo a rir.

Passamos no mercado pra comprar algumas coisas, já que os amigos de Jungkook comem bastante, passei em uma sessão que só tinha camisinha e enchi o carrinho. Jungkook ficou vermelho e comecei a rir do mesmo.

— Eu uso demais – Falei em seu ouvido já que tinha gente perto de nós – Você vai fazer o mesmo um dia.

— Cala boca Taehyung – Ele diz andando.

Paguei as coisas e voltamos pra casa. Minha noite seria ótima hoje, não tem nada pra estragar.

— Vou dormir fora hoje

— Vai me deixar sozinho em casa ?

— Você não é mais criança Kook, não fale isso pra mãe

— Você vai onde?

— Vou levar uma pessoa pra um lugar que eu gosto – Sorri – quero que nossa noite seja boa como da última vez.

— Tenta não ficar muito marcado como da última vez – Ele ri

**

Os amigos de Jungkook já tinha chegado, eram todos legais. A tal amiguinha dele também tinha chegado, reparei que Jungkook toda hora olhava pra ela sorrindo.

Tinha tomado um banho, estava cheiroso e bonito como sempre.

— Onde fica o banheiro ? – a menina diz.

— Vou te levar – Kook diz.

— Taehyung, você é irmão mesmo de Jungkook ? – Um menino ruivo diz

— Sou sim.

— Você sabia que ele é afim da Lisa? – O outro diz rindo

Já vou avisar pra Jungkook não contar mais nada pra eles...

— Lisa é a que subiu com ele?

— Sim

Não demorou muito para eles descer, meu celular vidrou, tinha chegado mensagem.

″ Oi TaeTae, você já pode vim me buscar ♥ ″

Sorri e depois ela manda o endereço, guardei o celular no bolso e puxei Jungkook pra um canto.

— Já vou indo, se cuida e não quebra nada, e pega a Lisa

— Calado Taehyung.

Sai rindo e me despedi dos amigos de Jungkook, entrei no carro e fui até o tal endereço.

A noite só está começando...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...