História Amor Proibido (imagine Jimin) (Incesto) (Hot) - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXID, Neo Culture Technology (NCT), Red Velvet, Super Junior, TWICE
Personagens Hani, Jeon Jungkook (Jungkook), Johnny, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lucas, Mark, Min Yoongi (Suga), Momo, Park Jimin (Jimin), Taeyong, Ten, Wendy, Winwin, Yuta
Tags Bts, Ecchi, Hentai, Incesto, Mistério, Nct, Psicológico, Romance, Suspense, Twice
Visualizações 873
Palavras 1.124
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Crossover, Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Suspense
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem amores ❤


Obrigada pelos comentários e pelos favoritos , eu amo muito vocês 😘


Fortes emoções nesse capítulo 💖

Capítulo 26 - O amor proibido corre perigo ?


Fanfic / Fanfiction Amor Proibido (imagine Jimin) (Incesto) (Hot) - Capítulo 26 - O amor proibido corre perigo ?

P.V.T - S/M

 

   Eu estava indo em direção ao quarto onde S/n repousava , como eu queria abraçar e apoiar minha filha  nesse momento difícil , ela passou por um completo inferno... Aquele maldito , nem de homem merece ser chamado tinha que pagar pelo que fez...


   Cheguei em frente ao quarto onde S/n estava internada , abri lentamente a porta  branca de madeira , quando me deparo com uma cena que percorre cada veia do meu corpo , minhas pernas tremiam se controle...eu vi S/n e Jimin se beijando na boca ! Eu só posso estar louca não é possível que os dois estejam...

 

  Fechei a porta devagar sem que ninguém percebesse encostei meu corpo contra a parede , meus olhos estavam arregalados não pareciam estar acreditando no que viram , os dois sempre foram muito próximos e íntimos... Eu fui cega durante esses anos todos ? Desde de quando os dois têm um caso , meus filhos estavam se pegando esse tempo todo ? Não consigo acreditar... Fechei os olhos respirei fundo e entrei no quarto , tentando ao máximo disfarçar minha expressão .

 

   Os dois direcionaram suas atenções para mim fazendo um olhar inocente , constratando com a cena que acabara de destemunhar .


 

                      S/N - ON

 


   Mamãe abriu a porta do quarto e entrou no ambiente , mas algo nela parecia me incomodar sua expressão estava estranha um tanto quanto assustada , principalmente quando seus olhos batiam em Jimin e em mim , uma sensação de desconforto tomou aquele ambiente . 

 

  ( S/m ) : Como está Filha... Esta melhor ? - sua voz no início saiu um pouco trêmula .

 

  ( S/n ) : Melhor não estou , totalmente as vezes a visão das mãos daquele homem maldito vêem em minha cabeça , eu sinto um medo e uma agonia profunda. Mas quando lembro de vocês , minha família meus amigos eu lembro que estou segura que tenho que possa me proteger - aperto a mão de Jimin que está em meu lado .

 

  ( Jimin ) : Você nunca estará sozinha minha irmã - Jimin passa seu polegar em minha bochecha .

 

   Minha mãe se aproxima e envolve minha cabeça em seu peito acariciando meus cabelos .

 

      Meu pai entra no quarto com uma expressão de total abatimento , seus olhos estavam cheios de lágrimas e inchados , sua face cansada e pálida denunciava seu sofrimento por todo o ocorrido , ele já havia sofrido o suficiente com Kristal , agora o mesmo demônio tentou abusar de sua filha , meu pai como um homem íntegro e de bom coração , estava totalmente em cacos .

 

  Ele não falou sequer nenhuma palavra , apenas me abraçou forte , eu pude sentir seu coração palpitar .

 

 

 

   
                        ( ... ) 

 

 

 

   Meus pais tiveram que sair do quarto do hospital , ficou apenas Jimin comigo seu sorriso me trazia tranquilidade , me dando forças para superar tudo que  vivi . Eu só queria que aquela cobra pagasse por tudo que fez a mim e a minha mãe biológica e sem pensar que ele poderia ter feito outras vítimas , nem quero imaginar .

 


   Jimin conversava comigo quando alguém abre a porta , um homem alto de cabelos negros e uniformizado com vestes polícias e um distintivo , entra no quarto ;

 

  ( Polícial ) : Bom dia a todos , eu sou o investigador Jung Han , da quarta delegacia de Crimes contra a Mulher de Seul , eu preciso do depoimento de Park Jimin , sobre o ocorrido com a vítima Kim S/n... Por favor se dirija até um local onde eu possa estar fazendo seu depoimento Senhor Park  - Jimin beijou minha testa , logo em seguida o indo atrás do policial .

 

 

                       ( ... ) 
     

 

  Se passou um bom tempo e ainda não tinha notícia alguma de Jimin , nem mesmo meus pais vieram me ver de novo . Comecei a ficar com um pouco de ansiedade , aquele policial falou em um tom muito sério com Jimin ...

 

    Horas se passaram o dia estava muito estressante nenhuma notícia e ninguém para conversar . 


      Alguém bateu na porta discretamente , poderia ser Jimin ? 

 

    Uma silhueta masculina se desvendou sobre a porta , aquele alguém era familiar , bem era o embuste do Taeyong ! Eu fiquei espantada com ele entrando no quarto o mesmo fechou a porta sem fazer barulho , com a cabeça baixa ele começou a falar : 

 


   ( Taeyong ) : Eu estou aqui no hospital a bastante tempo , mas só agora que tomei coragem e vim te ver não sabia qual seria sua reação S/n... Eu sei que não sou a pessoa que você esperava ver agora , mas estou aqui para lhe pedir perdão... Quando vi aquele monstro tentando lhe abusar , meu sangue ferveu eu tive nojo em ver aquilo , um homem nunca deve machucar uma mulher , eu sei que não fui legal com você... S/n  , eu queria que você me amasse a todo custo , mas as coisas não são assim o amor tem que ser algo livre e natural , o amor não é um objeto que possa ser      moldado. - Taeyong ergueu sua cabeça e olhou dentro de meus olhos , pela primeira vez eu pude sentir sinceridade em suas palavras.
   

  Ele se levantou e saiu do  quarto , sua expressão era de cansaço e esgotamento , de uma maneira ou outra ele me ajudou naquele dia , eu não iria esquecer o que ele já para tentar separar Jimim de mim , mas também não iria esquecer da sua ajuda e sua iniciativa de mudar...

 


   ( S/n ) : Taeyong.. Obrigada - meu tom de voz era suave .

 

  Em uma frase tão simples Taeyong fez um sorriso tímido saindo lentamente da sala branca .

 

 

                     Jimin- ON 

 


     O policial me levou até um lugar mais reservado dentro do hospital um antigo escritório , sentei em uma poltrona marrom e o homem sentou em minha frente , seu olhar era sério sentia que o mesmo tentava me precionar . Eu contei cada detalhe do faquitico dia... foram horas de depoimento . 


  

   ( Polícial ) : Isto é tudo por hoje Park Jimin , vamos apenas esperar a vítima receber alta para não ocasionar nenhum transtorno a ela . Já que o abusador Kim Heechul acabou de falecer nessa madrugada , ele não resistiu aos ferimentos . 

 

   Saí daquela sala  indo em direção a minha amada S/n , a mulher a quem eu seria capaz de dar a vida .

 

    Uma certeza eu tinha , Kim Heechul nunca mais faria mal a minha doce S/n , sua alma estaria agora fervendo no mármore do inferno.


    


Notas Finais


Obrigada por lerem ❤


O que será que a mãe deles irá fazer ? Já que ela presenciou um beijo do casal 😯😨



E durma bem meus Anjinhos ❤😍❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...