História Amor proibido, segredos revelados. - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Min Yoongi (Suga)
Tags Incesto
Visualizações 38
Palavras 520
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Incesto, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - A pulseira (pt2)


-Ah meu Deus, pai, eu perdi a minha pulseira! -Falo olhando com os olhos arregalados para meu pai.

- Aquela de quartzo que dei no seu aniversário? -Pergunta meu pai levantando do sofá e vindo até mim.

-Quando foi a última vez que você a viu? -Interfere Yoongi.

-Não lembro, acho que foi no carro...

-Fique aí, eu vou procurar lá fora. -Diz Yoongi.

-Eu vou para te ajudar. -Teimo

-Está tarde e frio, quer pegar uma doença no seu primeiro dia aqui? - Rebate Yoongi.

- Yoongi tem razão querida, pq vc não descansa um pouco? Se acharmos, eu levo para você, não se preocupe. -Diz dona Lee, colocando a mão em meu ombro e me levando em direção a escada.

-Boa noite Iu-nna. -Diz meu pai.

-Boa noite pai, e pra vocês também, dona Lee e Yoongi, até amanhã e... obrigada, por tudo.

-Não agradeça, você está em casa querida. -Diz dona Lee.

Subo as escadas e abro devagar a porta do "meu quarto" , e logo a fecho indo em direção a minha mala, que está posicionada perfeitamente no canto do quarto. Quando vou abrir a mala, percebo que no outro canto do quarto, há uma mesinha de cor escura, com um notebook vermelhinho em cima dela, aqueles de marca famosa, bem caro na minha opinião... Quem será que usa ele?.... Bom, isso não importa, devem apenas ter esquecido aqui, amanhã vou avisá-los. Porquê agora estou morrendo de sono. Cato meu pijama de inverno, com estampa de ursinhos, e uma pantufa cor-de-rosa com pelinhos.

Vou até o banheiro, visto o pijama, coloco as pantufas,  e estou pronta para dormir. Saio do banheiro e vou direto para a cama com dossel. A primeira impressão que tenho, é a de estar sentada nas nuvens. Me estico inteiramente na cama enorme e dou um suspiro, me viro para o lado procurando um cobertor, mas não acho nada. Me levanto da cama indo até o closet a procura de uma coberta, mas também, não acho nada. Volto para a cama e abraço minhas pernas, me encolhendo. Assim passo alguns minutos, mas é impossível dormir sentindo tanto frio. Penso em descer as escadas para pedir um cobertor para dona Lee, mas imagino que ela já tenho ido dormir. Olho para o celular, e já são 23:05 da noite. Droga está tarde mesmo. Mas não tem outro jeito. Pulo da cama novamente e vou até o andar de baixo, sem acender as luzes, apenas tocando nas paredes para não tropeçar em nada.

-Dona Lee? Pai? Alguém está aqui?

Não obtenho nenhuma resposta. Quando estou me virando para voltar para o quarto, sinto alguém pegar em meu braço com força, fico branca de tanto medo, ao ver a sombra de alguém, que está com algo na mão e levantando para joga-la em mim.

Fecho os olhos com força, e me abaixo um pouco, afim de desviar do golpe, mas sou atingida na cabeça por algo desconhecido, de repente tudo fica escuro, mais escuro do que já estava antes. 

Só ouço gritos, e sinto alguém me chacoalhar, dizendo:

-Me desculpe, por favor Iu-nna, acorda, acorda!!!

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...