1. Spirit Fanfics >
  2. Amor proibido (TAEGI) >
  3. CHAPTER III- Segredos

História Amor proibido (TAEGI) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Olá honeys🍯 Como vocês estão? Espero que estejam bem, caso não estejam podem me chamar para conversarmos!

Então gente, aqui está o 3° capitulo, desculpem postar tarde assim mas foi o único horário em que eu conseguir terminar para postar pra vocês, ainda hoje. Espero que vocês gostem desse capitulo, pois como está no titulo ele tá cheio de "segredos"

Boa leitura!🐻🍯

Capítulo 3 - CHAPTER III- Segredos


Fanfic / Fanfiction Amor proibido (TAEGI) - Capítulo 3 - CHAPTER III- Segredos

Coréia do Sul, Seoul

Sábado, 18 de março/9:31AM

Hoje no sábado eu iria ver Taehyung novamente, não sei como vou conseguir encará-lo por mais que só demos umas olhadas um no outro já me sinto com um fardo de culpa nas costas por ter desejado o namorado da minha mãe sem ao menos saber.

Acordei umas 8 horas, e não vi minha mãe em casa mas a mesma havia deixado um bilhete dizendo que foi ao mercado fazer compras para o jantar de hoje, só por esse bilhete atencioso eu já sabia o quão feliz ela estava, hoje seria um dia e tanto para a mesma nada poderia estragá-lo, eu não poderia estragá-lo.

Assim que tinha lido o bilhete, eu sair para tomar um café em uma cafeiteria próxima a minha casa, quando entrei me sentei pedi um café com um donuts, ouvir a porta do estabelecimento sendo aberta logo após eu entrar mas eu nem reperei, o garçom trouxe o meu pedido e eu comi é claro, paguei a conta, na hora de sair vi Taehyung no balcão automáticamente virei meu rosto e passei de costas para o mesmo.

Sair do estabelecimento indo direto pra casa sem deixar que Taehyung me visse, assim que cheguei em casa me lembrei de mandar uma mensagem para o Jimin desmarcando o nosso compromisso, sei que o mais novo iria ficar chateado já que não iamos ao cinema a tempos.

~Mensagem On~

Eu: Jiminnie? 

Meu mochi: Oi guinho

Eu: Minnie, aconteceu um imprevisto e não vai dá pra gente sair hoje, minha mãe vai fazer um jantar pro namorado dela e ela quer que eu estaja presente

Meu mochi: Poxa guinho, faz tempo que não vamos ao cinema sempre algo dá errado. Mas você vai tá em casa hoje a tarde?

Eu: Vou sim, porquê?

Meu mochi: Podemos ir a tarde então, o que acha?

Eu: Perfeito, as 14h eu passo ai ok?

Meu mochi: Certo, te espero beijo!

Eu: Beijo!

~Mensagem Off~

Ouço a porta da sala sendo aberta e vejo minha mãe adentrar a mesma, seu sorriso era de orelha a orelha, toda expressão da mesma exalava felicidade e isso automáticamente me deixava feliz.

—Bom dia meu filho, como está? Já se alimentou?—A mesma disse colocando as sacolas na mesa de jantar.

—Bom dia mamãe, estou muito bem e a senhora está bem feliz hoje!—Sorrio para mesma.

—Sim meu filho, eu estou muito feliz, e você também irá ficar ao conhecer o meu namorado.—Ela sorrir alegremente para mim e eu retribuo.

–13:45 DA TARDE–

Depois do almoço eu fui tomar um banho e me arrumar para sair com o Jimin, a última vez em que eu e o Jimin fomos ao cinema ainda namorávamos, sim eu e o Jimin namoramos no ano passado terminamos pois o mesmo mudou de País e só esse ano que ele voltou, mas nunca mais conversamos sobre o assunto.

Jimin as vezes me chama de "Yoon", o mesmo apelido em que me chamava no passado, no impulso eu também chamo ele de "meu pequeno", isso me faz lembrar muito do passado as vezes na calada da noite choro por sentir falta do mesmo em meu quarto, do seu beijo, de tudo o que construimos no passado.

Bom, o passado fica no passado, se não deu certo talvez não era pra acontecer naquele momento, mas eu daria tudo pra voltar naquele tempo e aproveitar tudo isso de novo.

Assim que terminei de me arrumar, desci e encontrei minha mãe falando no telefone, não sou de ouvir as conversas dos outros mas essa eu acabei ouvindo.

~Ligação on

—Então você vem mesmo né querido?

—Certo, estou esperando você, tenho certeza que irá gostar muito do meu filho.

—Sim, ele vai gostar de você

— Combinado então, te vejo mais tarde, te amo! 

—Tchau!

~Ligação off

—Mãe? Eu vou sair com o Jimin tá bom?

—Oh filho, sim certo, chegue em casa cedo.

—Tudo bem mãe, até mais!

—Filho! Esqueci de falar, por que você não trás o Jimin pra vim jantar também? Faz tempo que eu não vejo.

—Se ele topar, eu o trago sim mãe.

Me despedir da mesma e fui buscar meu baixinho de madeixas claras, chegando na casa do mesmo toquei a campanhia e logo o garoto saiu, ele estava deslumbrante mais lindo do que nunca.

—Oii Guinho!—Ele me comprimentou com um selar na buchecha.

—Oii Jiminnie, vamos?— O mesmo assentiu e fomos.

Ao chegarmos no cinema compramos o bilhete para o nosso filme e fomos para a sala, nossas cadeiras ficavam na penúltima fileira, sempre gostamos de sentar no fundo. O filme no qual a gente iria assitir era um de terror, nós amávamos filmes de terror, porém o Jimin tinha um pouco de medo mas amava mesmo assim.

Os trailers começaram Jimin já tinha qause acabado com a pipoca, típico dele fazer isso, de comer antes do filme. Logo em seguida o filme começou, estávamos prestando bastante atenção então cada susto era uma mini parada cardiaca.

Sentir o pequeno me encarando então olhei para mesmo, ficamos nos encarando por alguns segundos e eu não resistir e ataquei seus lábios, que saudades eu estava daquele beijo e o Jimin já tinha o cedido, beijávamos como se não ouvesse amanhã, foi como se fosse a primeira vez que estivéssimos nos beijando.

—Yoon, eu sentir tanta falta do seus lábios.—O mesmo me encarava.

—Eu também minnie, não só dos seus lábios.—Sorrio e o mesmo retribui.

Continuamos nos beijando ao decorrer do filme, e quando acabou percebemos que mais nos beijamos do que assistimos, mas eu não estava nem ai os beijos foram melhores.

Perguntei Jimin se ele queria ir jantar lá em casa, e o mesmo concordou então fomos para minha casa, já eram exatamente 18:50, estava quase na hora do jantar, portanto nos apressarmos para chegarmos a tempo.

Ao chegarmos em casa, só havia minha mãe pois seu namorado não havia chegado ainda, ficamos na sala conversando e eu decidir ir ao banheiro, após usar o banheiro desci as escadas novamente indo para a sala, a campanhia tocou e meu coração gelou, Taehyung havia chegado eu teria que agir normalmente como se não o conhecesse, pelo menos era o que eu esperava até...

—Oii meu amor, que saudades!—Minha mãe logo beijou e abraçou o Kim.

—Oii meu amor, estava morrendo de saudades também.

—Venha, vou lhe apresentar meu filho!—A mais velha o levou até mim, que estava parado na metade da escada igual uma estátua.—Tae, esse é o meu filho, Min Yoongi.

—Você?—O mesmo havia me reconhecido.


Notas Finais


Então honeys, foi esse o capitulo de hoje terminamos com um momento de tensão, o que será que vai rolar no próximo capitulo em?👁👁

Conhecemos um pouquinho da história dos Yoonmin, que fofos não?🥺

Espero que tenham gostado do capitulo de hoje, me desculpem o horário e qualquer erro de ortográfia pois logo estarei corrigindo, certo?!

Até o próximo capitulo🐻🍯


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...