História Amor proibido (Vkook) - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys, Bts, Flex!vkook, Fluffy, Jeon Jungkook, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kim Taehyung, Namjin, Rap Monster, Romance, Suga, Taekook, Taekookflex, Vkook, Vkook!flex
Visualizações 269
Palavras 1.433
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Fantasia, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Obrigada pelos 180+ favoritos <3
Boa leitura <3

Capítulo 12 - O pedido - Parte 2


Fanfic / Fanfiction Amor proibido (Vkook) - Capítulo 12 - O pedido - Parte 2

Tae chorou mais do que nunca. Nunca imaginou que isso pudesse acontecer. Estava com medo de ser um sonho e então mordeu a pontinha da língua, e ficou muito aliviado por ser real.

— CLARO QUE SIM! — Falou, segurando a mão de Jungkook e a acariciando.

Jungkook nunca se sentiu tão feliz como neste exato momento.

Taekook agora é real.

Se levantou e puxou Tae para um abraço delicioso. Juntaram mais seus corpos e Kook acariciou o cabelo de Tae. O mais velho usou uma das mãos para acariciar sua orelha.

Jungkook colocou as mãos nas bochechas de Tae e afastou um pouquinho para que pudesse ver seu rosto.

— Como você faz para ser lindo de todo jeito? — Perguntou, sorridente.

— Aish, Kookie... Eu que lhe pergunto isso. — Sorriu, ainda com seu rosto vermelho por conta do choro. Ele realmente chorou muito.

Ainda com as mãos na bochecha do outro, Kook lhe puxou para um beijo. No início foram dando selinhos suaves enquanto trocavam lindos sorrisos. O sentimento que estavam sentindo no momento era inexplicável, estavam tão apaixonados um pelo outro que não pensavam em mais nada.

Enquanto continuavam nos selinhos, Jungkook foi abrindo a caixinha e retirando de lá as pulseiras. Deu um último selinho antes de se afastar e pedir a mão de Tae para colocar sua pulseira. O mais velho ficou encantado com a beleza das pulseiras e sorriu ao ver as iniciais "J.J" alí. Deu um beijo na bochecha de Kook, que sorriu. Tae colocou a pulseira em Jungkook e lhe puxou novamente para que voltassem a se beijar.

Deram mais alguns selinhos e então começaram um beijo com apenas movimentos lentos, de modo que aproveitassem cada segundo daquela maravilha. Tae passeava com suas mãos naquela costa e Kook soltou um gemido baixo com os arrepios deliciosos que sentia. Jungkook, na intenção de também lhe provocar, mordeu seu lábio inferior. Escutou um gemido do outro.

Poderiam ficar assim por horas, mas infelizmente no dia seguinte teriam que ir ao curso.

Finalizaram o beijo com mais alguns selinhos e voltaram a se abraçar. Enquanto se abraçavam, Tae sentiu a mão do mais novo lhe fazendo massagem em seu pescoço. Amou sentir aqueles arrepios suaves.

— Eu posso te pedir mais uma coisa, Tae?

— Pode sim, amor. — Tae riu alto com Kook se corando por ser chamado assim.

— Dorme comigo?

— Eu já iria pedir. — Sorriu.

Foram para casa de mãos dadas, ambos bobos um pelo outro.

Chegando lá, Tae pediu para que Kook lhe esperasse enquanto buscava algumas roupas. Jungkook nem fechou a porta. Ficou lhe esperando alí, enquanto pensava nisso de estar namorando com ele. Sorriu ao lembrar da reação do mais velho.

Tae voltou bem rápido com suas roupas. Deu um selinho no mais novo e então entraram.

— Quem diria que viraríamos um casal, não é Tae? — Lhe abraçou por trás e beijou seu pescoço.

— Verdade... Eu te amo, Kookie!

— Também te amo, meu amor!

Após falarem isso, tiveram a sensação de já terem vivenciado antes em algum lugar. Passaram alguns segundos tentando lembrar.

— O SONHO! — Gritaram juntos.

— Espera... Quer dizer que você também teve esse sonho?

— Tive sim, Kookie... Foi exatamente no dia em que lhe conheci.

— O QUÊ? Eu também!

— Que estranho...

Kook concordou.

Era realmente muito estranho o fato de terem sonhado antes juntos sem que nem se conheciam.

Deixaram isso um pouco de lado e foram tomar um bom banho. Tae foi na frente e imaginou que Kook esperaria ele terminar, mas foi pego de surpresa com ele se aproximando e se despindo bem na sua frente. Tae amou a vista. Queria lhe provocar tambem.

— Me ajuda a tirar minha calça, Kookie? Eu estou meio cansadinho, sabe? — Riu com malícia.

Kook tirou lentamente a calça de Tae, e o mais velho sentiu arrepios com aquelas mãos quentes tocando suas pernas.

Taehyung estava apenas usando uma camiseta e uma cueca. Kook retirou sua camiseta e passou sua mão por seu peitoral e a abdômen. Observou bem cada uma das expressões do outro e elas foram muito provocativas para Kook, que sem pensar se aproximou rapidamente fazendo o outro ficar contra a parede e lhe beijou com muito desejo. O movimento de suas bocas eram cada vez mais rápidos, e isso estava deixando Kook excitado. Sua língua amava invadir a boca de Tae, que acabou gemendo baixinho várias vezes com os arrepios que sentia durante o beijo. Estavam com muita vontade de transar, mas infelizmente não poderiam por conta do curso. Cessaram os movimentos e encerraram com alguns selinhos.

Taekook ficaram se encarando por alguns segundos e Tae desviou o olhar para o membro do mais novo. Kook prestava total atenção para saber o que ele faria. Taehyung lançou um olhar para Jungkook e então se ajoelhou.

— É uma pena que a gente não possa se divertir um pouco mais... — Falou num tom provocativo. Se aproximou mais e olhou fixamente para a glande.

Jungkook estava enlouquecendo com tanta provocação, mas sabia que realmente não poderiam transar.

— Meu b-bem... Vamos banhar... Não podemos fazer isso hoje... — Implorou, ofegante.

Tae saiu de seu êxtase e, antes de se levantar, depositou um beijo onde ele tanto observava. Kook gemeu, surpreso.

Ambos tentaram evitar se tocar, mas como um estava despido na frente do outro isso provocava cada vez mais. Começaram isso olhando um para o outro. Foram aumentando a velocidade de seus movimentos e Tae ofegou. O orgasmo de Kook estava perto de chegar, e foi só ouvir o gemido do outro que ele chegou com tudo, quase fazendo com que Jungkook caísse.

Ficou observando Tae, que ainda não havia alcançado seu orgasmo. Foi ajudá-lo com isso.

Se ajoelhou na sua frente, tirou a mão que ainda realizava os movimentos e olhou para Tae.

— Deixa comigo, ok?

Tae assentiu.

Se aproximou mais do membro do mais velho e fez movimentos lentos com a mão. As expressões que Tae fazia era maravilhosas. Gemeu quando sentiu uma língua passeando por sua glande. Começou a chupar essa região, causando sensações deliciosas no Tae. Começou a fazer movimentos de vai e vem e então o êxtase novamente tomou conta do outro.

Taehyung ofegava bastante. A vista lá de cima era ótima. Começou a acariciar os cabelos negros de Kook enquanto ele continuava seus movimentos com a boca. Kook se deliciou ouvindo os gemidos de Tae. Lentamente foi se retirando o membro de sua boca e voltou a fazer movimentos com sua mão. Não demorou muito para o orgasmo do mais velho chegar, quase lhe fazendo cair para trás.

Jungkook lhe direcionou até a banheira.

Ficaram trocando olhares por um longo tempo.

— Adorei brincar com isso... — Olhou para o membro do mais velho e sorriu com malícia.

— Adorou, foi? Espera só o fim de semana chegar...

A mente dos dois no momento estava bem mais safada do que antes.

Entraram na banheira e ambos cantavam enquanto tomavam um bom banho. Vez ou outra, Jungkook parava de cantar apenas para admirar a voz de Tae. Era simplesmente doce, suave e sexy, muito sexy. Sorria ao ouvir aquela linda voz. Estava em êxtase e Tae aproveitou para roubar um beijo seu.

— Espertinho você, hein? — Kook riu. — E essa sua voz é encan...

Tae havia se aproximado e lhe deu um beijo doce e suave. Começaram alguns movimentos lentos e ficaram assim por um tempo, saboreando cada sensação. Sem que Kook percebesse, Tae já estava em seu colo. Kook colocou suas mãos na cintura de Tae e este colocou as suas nas bochechas do outro. Ambos expressavam o que estavam sentindo por meio daquele doce beijo.

Tae se afastou um pouco e ficaram trocando olhares novamente. Havia um brilho no olhar do mais novo que era muito encantador para Tae. Poderia ficar horas examinando cada detalhe daquele rosto. Era magnífico.

Uma lágrima caiu dos olhos do Tae. Kook enxugou a lágrima, acariciou seu queixo e lhe deu um selinho.

Terminaram o banho, se vestiram e logo se deitaram. Kook colocou um alarme e se espantou com o horário. Marcavam 2 horas da madrugada. Se apressaram em apagar as luzes e voltaram para a cama.

Estavam olhando um para o outro e Tae acariciou a orelha do outro. Apenas a luz do abajur os iluminava.

— Obrigado, Kookie...

— Mas... Pelo quê?

Tae se aproximou, sorriu e deu um selinho em Kook.

— Por existir e fazer parte da minha vida... Obrigado.

Kook deixou uma lágrima cair e Tae a enxugou, lhe acariciando a bochecha.

— Boa noite, Kookie.

Kook aproximou seu corpo ao de Tae e lhe abraçou.

— Boa noite, meu bem... — Viu Tae corar. Ainda não estava acostumado a ser chamado assim, mas estava gostando muito.

Taehyung observou Kook adormecer. Ficou se perguntando como que alguém consegue ser lindo sem fazer esforço algum.

— Eu te amo, Kookie. — Sussurrou.


Notas Finais


Eu tô apaixonada nesses dois, é isto <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...