1. Spirit Fanfics >
  2. Amor prostituto >
  3. Perda

História Amor prostituto - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - Perda


-Alô -Alex atende o celular. -Tomara que seja importante, seu lixo!


-Por que não veio hoje? -Jack ignora o xingamento.


-Eu tive alguns problemas sérios para resolver e ainda estou resolvendo. -Alex olha para a mulher deitada na cama.


-Sabe... eu estava conversando com Mike hoje, eu fiz uma proposta, já que ele é delicado, tem um rosto bastante bonito e pelo jeito que você gemeu, ele deve foder bem, chamei o garoto para trabalhar aqui. -Jack riu.

 

-De jeito nenhum, porra! Ele não vai trabalhar aí. -O loiro gritou.


-Isso tudo é ciúmes?


Para Alex não era ciúmes, na verdade ele não sabia o porquê ficou bravo com essa notícia.


-Olha Jack, não é uma boa hora para falarmos disso. -Alex disse.


O dono da boate disse ok e desligou o telefone, conhecia o loiro muito bem para saber quando ele fala sério.


-Mãe... -Alex pegou na mão da mulher naquela cama fria de hospital.


Ela é a única pessoa de sua família inteira que não abandonou Alex, ele sempre trabalhou duro para sustentar ela. (não em um dos melhores trabalhos do mundo).


Mas agora a mãe dele está neste lugar em que os médicos nem olham para o rosto dos pacientes. Sue (mãe de Alex) acordou de seu sono tossindo, chamando a atenção do loiro.


-Mãe, mãe, você ta bem? precisa de um médico, eu vou chamar. -Alex fala desesperado apertando o botão para chamar ajuda.


-Não precisa... -Sue fala baixo.. -Chegou minha hora.


-N-não, não chegou mãe, por favor não me deixa, você é forte. -Lágrimas descem pelo rosto do filho, ele está desesperado, é a única família que ele tem. -Aguenta, por favor.....não....eu imploro, por favor....


-precisam de algo? -O médico entrou na sala e encarou o que estava acontecendo.


-Ajuda ela! -Alex falou


-Não tem mais nada o que fazer. -O doutor disse baixo.


-Filho, não tem mais nada a se fazer, o médico está certo. -Sue tossiu.


-Sinto muito sr. Alex, nós fizemos o possível para a sua mãe, mas a doença dela é muito.... -O médico começou a falar mais foi interrompido por gritos.


-VOCÊS NÃO FIZERAM NADA! SE TIVESSE, FEITO ELA ESTARIA BOA, PORRA! VOCÊS SÃO UM BANDO DE FILHAS DA PUTA QUE NÃO AJUDAM NINGUÉM. -Alex perdeu a pequena paciência que tinha e enquanto gritava ele chorava incessantemente. -EU QUERO A MINHA MÃE BOA!


-Meu querido Alex. -A mãe pegou no rosto do loiro. -Se continuar tratando as pessoas assim vai acabar perdendo alguém importante. -Te amo Alex... -Ela fechou os olhos, mas dessa vez foi para sempre.


-Hora da morte 00:45, sinto muito. -O médico se retirou da sala.


Alex apenas caiu no chão de joelhos, era muito para ele aguentar, nesse momento o loiro chorava alto soluçando e ficou a noite inteira nesse estado. A dor é grande e ele se perguntava porquê isso aconteceu tão cedo, o que ele faria sem a única pessoa que o apoiava nas horas que mais precisou?

A vida dele só não tinha mais sentido.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...