História Amor vampiro jovem. - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias As Irmãs Vampiras
Personagens Dakaria Tepes, Personagens Originais
Tags As Irmãs Vampiras, Daka, Murdo
Visualizações 100
Palavras 982
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oláá meus queridos leitores! Fico muito feliz com a quantidade de favoritos, isso mostra que vocès realmente estão gostando da fanfic! E agora fiquem com a Saga de nossos queridos vampirinhos!

Capítulo 24 - Hora de dormir


Ele a abraça forte com o olhos cheios de água.

-Daka! Meu pai sussurra.

Silvania off

Daka on

Meu pai me abraçara como Silvania só que muito mais forte e eu fico um tempo sem respirar até ele me soltar e me levar para o sofá.

-Daka, o que houve? Eu, Silvania e sua mãe estávamos tão preocupados! Ele diz sentado na poltrona.

-É muita coisa para te explicar, mas como eu vim parar aqui? Cadê o Murdo? Pergunto me levantando.

-Murdo te trouxe aqui e foi para a casa dele.

Eu assenti e suspiro me sentando novamente no sofá. 

-Ainda bem que ele está bem.

-Daka! Escuto alguém me chamar e vejo minha mãe chegar e me abraçar com força.

"Mas isso é sério? Pra que tudo isso? Eu não fui pra outro país!" Penso. "Mas também...eu amo eles e eles também me amam!" 

Uma meia hora depois.

Eu tinha contado tudo o que tinha acontecido( exceto pelo fato do Murdo me morder por que isso não foi perguntado...) meu pai ficou pensativo, minha irmã e minha mãe ficaram apavoradas.

-Minha nossa. 

-Meu santo Drácula!

Eu ficara em silêncio e pensara "Isso é muito estranho... por que a escola estava vazia? Por quê aquele tal Draco estava atacando Murdo? Quem era..."

-Daka! Meu pai chamou

-Vire o rosto.

-O quê?

-Vire o rosto! 

Eu estranho o pedido mas faço, ele logo meu pai passa o dedo sobre o lugar que Murdo mordeu(mas já tinha sumido a marca e o vermelho então...).

Ele não diz nada o que me faz achar que ele não tinha nada pra falar, então subo as escadas e vou tomar um banho.

Daka off

Murdo on

Eu estava na cozinha pegando uns pratos e uns copos para Tomás, eu e Vitor esperamos uma pizza, Helena já tinha ido para casa. Tomás pegou uma garrafa de uísque e uma garrafa de água., Vitor recebeu e pagou a pizza. 

Enquanto Vitor pegou um pedaço e eu também, Tomás falou:

-Murdo... eu te avisei, não avisei?Ele disse enquanto enchia o copo de uísque.

Eu fico calado e Vitor ajeita o óculos, todos estavam meio tensos.

-Avisou sobre o quê? Fingi de desentendido. 

-Não se faça de besta. Disse e bebeu num gole só. 

-Você mordeu a Dakaria. 

Engoli seco e suei frio, como Tomás era esse gênio, que sabia de tudo sobre mim? 

-Olha...Tento formular uma frase mas ele me interrompe.

-Mordeu ou não? Ele perguntou de novo.

-Mordi. Colocou uísque em meu copo.

Vitor ajeita os óculos como um sinal que o clima estava meio tenso.

"Meio? Ata." Penso e tomo um gole.

-O que acontece agora? Ela vira vampira completa? Pergunto.

-Não, Murdo. Não tem como uma meia vampira virar uma vampira completa, nem por meio da medicina nem pela magia. Respondeu Vitor como o intelectual.

-Não...legalmente. Tomás completa, comendo sua pizza.

-Como assim, Tomás? Eu não achei nada disso nos meus livros. Você acha mesmo que um irresponsável como você, que dorme nas aulas...

"Quando não as mata" Penso.

-Não estuda nem pesquisa nada que não o ajude a conquistar mulheres saberia de algo do governo vampiro? Vitor diz sarcástico.

-Acontece que senhor sabe tudo quatro olhos, esqueceu que a minha família é uma das fundadoras da Transilvânia, a 1ª cidade vampira? E que antes disso eles foram um dos grupos dos primeiros vampiros? Tomás encara Vitor o desafiando. 

-"Todas as leis devem ser escritas nos livros de leis vampirescas. Vitor diz e Tomás se aproxima da mesa e coloca o dedo na cara de Vitor.

-...as  que a família real e o conselho vampiro permitam que sejam escritas"! 1ª regra do 1º livro. Tomás responde e diz.

-Eu não deveria dizer isso a vocês mas... há 2 maneiras de uma vampira mestiça se tornar uma completa porém, uma dessas formas envolve tortura e a outra risco de vida. 

-Então por que disse? Pergunto.

-Porque eu odeio perder. Diz Tomás bebendo mais um gole de seu uísque e encarando Vitor vitorioso que aparentava estar muito bravo, ele odeia quando perde uma disputa de inteligência, razão e lógica.

Riu um pouco sozinho e penso:

"Esses dois..." Penso e mordo um pedaço da minha pizza.

Helena on

Eu estava me vestindo e me deito pensando em tudo que houve, no Triunvirato, na Daka, no Murdo, no amigo dele, no Felipe...

"Será que ele se importava comigo?" 

"Com certeza não! Mas aquele tal de Tomás... me parece muito familiar..." Penso e desligo as luzes.

Helena off

Silvania on

Eu estava me preparando para dormir e vejo Daka deitada no caixão dela olhando para o teto.

-Tem algo te perturbando, Daka?

Ela olha para mim e fala:

-Eu queria ter matado o Pedro de vez. 

-Daka, mesmo ele sendo do mal... não é assim que se resolvem as coisas. Digo tentando ajuda-la.

-E se fosse com você? Ela diz com raiva e se levanta.

-Se algum imbecil ficasse o tempo todo te provocando, te irritando, e chegasse ao ponto de sequestrar sua melhor amiga e trabalhar junto com o irmão do mal do Jacob?! O que você gostaria de fazer?! 

Eu fico um pouco sem reação e digo:

-Eu...eu...

-Foi o que eu pensei. Ela cruza os braços.

-Daka, calma. Eu só quero ajudar. Digo meio triste.

Ela descruza os braços e me abraça.

-Me desculpa. Eu to meio...

-Desequilibrada? Digo com ironia.

-Não era isso que eu ia dizer mas... 

Nós duas rimos e cada uma vai para sua cama, desligo meu abajur e a Daka se vira para o meu lado sorrindo. 

-Boa noite, Daka.

-Boa noite irmã. Digo, sorrio e adormeço.

Silvania off

Draco on

Eu estava sentado no meu escritório e meu mordomo James aparece: 

-Quer mais um copo de uísque, senhor?

-Quero sim, James. 

Eu observava o céu escuro e penso comigo.

"1ª parte do plano concluída!" E sorrio para mim mesmo.

Draco off

Tomás on


Notas Finais


Desculpem pelo capitulo meio ruim mas eu tinha que "fechar" o que tinha acontecido para poder ir para a próxima parte! Muita coisa ainda vem por aí!
Beijos vampiros
SakuraDaka
😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...