História Amor Verdadeiro - Ryan Carter - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Is It Love?
Tags Nenhuma Das Situações, Romance, Tratando-se Esta Obra
Visualizações 60
Palavras 2.046
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bem-vindos a continuação da história de Julia Stewart e Ryan Carter...
Quem já conhece o jogo vera que vou usar algumas coisas e outras vou adaptar,
Espero que todos os leitores gostem bastante vou me esforçar para agradar á todos e aceito opiniões.

Desde de já obrigada, e aproveitem ...

Capítulo 7 - Acho que isso é um encontro.


Fanfic / Fanfiction Amor Verdadeiro - Ryan Carter - Capítulo 7 - Acho que isso é um encontro.

Julia...

 

Matt joga o Gabriel no chão e vem na minha direção, ele me abraçou bem forte, eu fecho os meus olhos minha vontade era de não sair mais desse a abraço, eu me sinto tão bem com ele, Matt é um verdadeiro amigo, ele faz piada de tudo e sempre que eu preciso de um abraço ele cuida de mim. Eu acabo me sentindo um pouco mal, acho que eu fiquei um pouco tonta, provavelmente e efeito da tequila. Matt me pega em seu colo, Lisa sai da boate e vem correndo na nossa direção, ela parece preocupada por me ver nos braços do Matt, ela colocar o Gabriel no táxi, só assim para gente se livrar dele.

Matt: Você está bem Julia?

Julia: Sim, eu já me sinto melhor, obrigada. Já pode me colocar no chão Matt.

Lisa: Tem certeza que você está melhor?

Julia: SIM.

O celular do Matt começar a tocar ele se afastar um pouco para atender uma ligação.

Lisa: Minha linda, não era para sua noite terminar assim, sinto muito.

Julia: Para falar a verdade ela já começou mal. (Sinto um aperto no meu coração uma enorme dor em pensar em tudo que o Senhor Carter me falou). Não foi muito com a gente imaginava, sabe o Senhor Carter, deixou bem claro que o Beijo e todo mais foi um erro.

 

Lisa me olhar com uma cara de surpresa ela achava que o senhor Carter iria se declarar algo sim, eu não esperava ser rejeitada daquela forma, eu conseguia ver seu desejo por mim, ele está tão frio nessa última conversa quase que irreconhecível. Eu sinto que os meus olhos estão transbordando cada palavra que a Lisa me fala para tentar me consolar, eu sinto que as minhas lágrimas vão cair, eu as limpos antes que elas desçam pelo meu rosto. Eu não quero que Lisa ou Matt me veja chorando.

Lisa: Ei, não fique assim. Ele é um grande babaca, não se preocupe ele vai ver que você e uma garota incrível, inteligente, linda já vai ser tarde. Julia ainda é cedo quer que eu acompanhe você até em casa?

Matt: Pode deixa isso comigo Lisa, eu vou deixá-la em casa. (Matt colocar o seu braço na minha cintura me puxa para ele.)

Julia: Gente calma, eu estou bem, eu posso voltar sozinha.

Lisa: Obrigada Matt, Julia você tem que voltar com ele.

Lisa me dá um abraço e diz para mim não fica pensa no senhor Carter, e aproveitar a noite com o Matt, bom eu não entendi muito bem o que ela quis me dizer, Como assim aproveitar a noite com o Matt?! Matt faz sinal para um taxi e abrir a porta para mim, isso acaba me fazendo rir, isso é fofo da parte dele tentar me animar.

Matt: Entre por favor, Princesa.

Julia: Obrigada, Cavalheiro.

Entremos rindo no táxi, passo o meu enderenço para o taxista ele agradece, alguns minutos depois estamos na frente do meu prédio. Eu devo convidar ele para subir ou não?!Eu não sei, foi tão legal da parte dele me trazer em casa. Matt dá a volta para abrir a minha porta, ele estende a sua mão para que eu possa me apoia nele.

Julia: Obrigada Matt. Você quer subir posso te oferecer um drink .

Matt: Obrigado mas deixa para outro dia, eu não quero atrapalhar.

Julia: Vem logo.

 

Assim que o Matt entrar no meu apt. eu digo para ele ficar a vontade, quando olho Matt está no sofá com o Tom eles estão brincando. Eu entrego um drink para o Matt e me sento ao seu lado, Ele sorrir meio envergonhando e estranho porque eu nunca o vi assim antes, com vergonha ele e o cara que sempre faz piada.

Julia: O que achou do Tom, na minha opinião ele gostou muito de você.

Matt: Ele e bem fofo, igual a você.

Julia: Então você me acha fofa?! Legal deve ser por isso que você me convidou para conhecer a sua academia.

Matt fica vermelho ele e até fofo ver ele assim. Matt está com o braço no sofá até parece que ele quer que eu me aconchegue nele, eu me aproximo mais dele. Matt me convida fica mais próximo dele e fico corada e me aproximo dele assim fico bem aconchegada dele, seu corpo e tão quente seu cheiro e tão bom, seus braços estão em voltou do meu corpo, eu me sinto tão bem aqui. Eu nunca imaginaria que um dia eu estaria assim nos braços do Matt.

Matt: Eu quis se legal, só isso. É vai ser bem interessante, você vai conhecer e quem sabe você goste, eu posso te ensina vai ser ótimo ter você por lá, eu quero divide essa minha paixão com você.

Cada vez acho que o Matt está mais estranho eu não entendo porque ele está falando essas coisas, suas reações estão me surpreendendo, a não ser que ele está com pena de mim, só pode ser isso. O legal que ele não perguntou nada e nem quis falar sobre o que houve nessa noite, ele só me falou sobre a suas duas paixão o boxe e a sua moto. Além disso apenas continuamos a beber e conversamos mais e mais até que nós acabamos pegando no sono.

 

Dia seguinte: Sexta-feira

Triiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiim, Merda o meu despertador toca igual a um locou eu caiu do sofá com o Matt nenhum dos dois esperava por isso eu estou acabada além de dormir pouco, acho que dormimos um em cima do outro, pelas dores que sinto no meu corpo, pelo visto isso foi estranho. (FOI MUITO ESTRANHOS DORMIR COM O MATT) Eu vou no quarto desligar o despertador, assim que volto o Matt está colocando sua jaqueta e em seguida calça os seus tênis.

Matt: Julia, eu sinto muito por...

Julia: Não sinta Matt. Obrigada por salvar a minha noite que estava arruinada.

Matt: Devemos repetir mais vezes porém e melhor terminamos a noite em um lugar maior, nada de sofá da próxima vez.

Agora ficou mais estranho ainda... Eu estou vermelha bem vermelha, ele acaba percebendo que o aquele acabou de dizer me casou duplo sentindo, agora ele que ficou vermelho.

Matt: Droga, eu é.... tchau, até mais tarde.

Julia: Tchau Matt.

Assim que ele saiu eu fui tomar uma ducha, logo vem toda a minha conversa com o Carter, eu tento não chorar mais eu estou sozinha é ninguém vai ver, eu sinto as lágrimas desceram pelo o meu rosto, eu ás deixou cair no chão do banheiro, eu não consigo me contém a tristeza me consome, me sinto péssima por criar expectativa com um cara que eu nunca terei chance, ele simples é maravilho. Quando eu saio do banho procuro uma roupa não muito exagerada, não quero chegar feia mais também não quero chegar muito arrumada, eu capricho na maquiagem visto uma linda saia e uma blusa de seda e um casaquinho. Hoje será o meu primeiro dia como assistente do Carter, estou nervosa e acabo me olho uns cinco vezes só para ter certeza de que eu estou maravilhosa. Pronta para guerra, eu quero que ele veja que eu não estou mal pelo contrário que mostrar que eu não preciso dele, por dentro o que o meu coração não para de pensar nele e o quanto eu quero. Pensei muito é preciso me vigar dele, não sei como vou falar com a Lisa, ele sempre me dá ótimos concelhos. Assim que eu chego na Carter, passo na recepção vejo a Lisa.

Lisa: Bom dia Julia, a noite foi animada com o Matt?

Julia: É ele foi legal, conversamos muito e acabamos dormindo no sofá, nada além disso.

Lisa: Só isso? Ele não tentou nada?

Julia: Porque ele deveria? Ele estava meio estranho falando coisas meio sem sentindo.

Lisa: Ele tem uma queda por você, porque você não aproveita esse moreno lindo para esquecer o idiota do Carter.

Lisa e eu começamos a rir, sua chefe nos olhas com uma cara meio fechada. Ops...

Julia: Eu não posso fazer isso Lisa, Matt e o meu amigo eu ia fazer ele sofrer e eu não quero que ele sofra por minha causa.

Lisa: Vamos almoçar juntas?

Julia: Ok... pode sim.

Eu sigo para o elevador, e vou ao andar 48°, estou ansiosa, assim que chego no andar vou na direção da secretária.

Secretária: Bom dia senhorita, em que posso ajudá-la

Julia: Bom dia, Eu sou a nova assistente do senhor Carter.

Secretária para o que estava fazendo e começa a me analisa, acho que ela ficou surpresa. Ela me olha dos pés à cabeça, eu fico em cômoda, por que razão ela tão esnobe.

Julia: Então?

Secretária: O senhor Carter não está na empresa, ele me pediu para encaminha você para a sua nova sala, lá tem uma agenda na qual tem todos os compromisso dele.

Julia: Ok..

Entro em uma sala o espaço um pouco desorganizado a antiga funcionária não era muito organizada pelo visto, eu vou dá um jeitinho aqui, antes de começar a trabalhar. Como de costume a secretária evapora, mulherzinha mal educada.  Eu começo a organizar alguns papeis que estão sobre a mesa, eu sou muito desastrada deixo a pila de papel acaba caindo tem papel para tudo que lado agora. Eu me abaixo para pegar fico em uma posição não muito boa quando eu escuto a porta atrás de mim abrindo.

Carter: Bom dia, começou bem.

Eu não posso acreditar é o senhor Carter, merda... Eu tento me recompor o mais rápido possível.

Julia: Bom dia senhor, antes de começar o trabalho eu preferir organizar tudo antes.

Carter: Hoje pela manhã eu voltou está fora terei alguns reuniões no decorrer do dia. Eu preciso que você, me faça algumas ligações para Joseph Johnson, Alan Hall e Dylan Jones e marque uma reunião com a senhorita Susan Smith para hoje ás 17:00 na minha sala.

Julia: Ok.

Assim que o Senhor Carter sair da minha sala eu anoto desesperadamente em bloquinho os nomes antes que eu esqueça. Olho no computador procurando algumas informações sobre essas pessoas, acabo achando uma pasta escrita agenda Carter, que sorte lá tem diversas informações inclusive dessas pessoas que ele acabou de me passar, só não conseguir encontrar muita informações sobre essa tal de Susan Smith, apenas o seu telefone. Faço tudo que o senhor Carter me pediu. Quando olho no relógio e a hora do almoço... O meu celular vibra é uma mensagem.

Matt Mensagem: Ei princesa, posso passar para te pegar na sua casa de moto hoje umas 19:00?

Eu acabei esquecendo que ele tinha me convidado para ir conhecer a academia aonde ele ensinando boxe as crianças carentes.

Julia Mensagem: Sim vai ser ótimo.

Matt Mensagem: Beleza...

Passo pelo hall da recepção é vejo que a porta do senhor Carter, está fechada provavelmente ele não voltou ainda da reunião que ele tinha hoje de manhã. Ele deve voltar apenas para reunião com essa tal de Susan Smith. Assim que entro no elevador mando uma mensagem para Lisa avisando que eu estou indo.

Julia Mensagem: Estou indo Lisa, perdão pelo atraso

Lisa Mensagem: Sem problemas, eu enrolei também.

Assim que eu chego na frente do Edifício Lisa está lá me esperando, então seguimos para o restaurantes de sempre. sentamos no mesmo lugar. Um lugar reservado aonde conversamos tranquilamente.

Lisa: Então como foi o primeiro dia?

Julia: Normal, nada de mais apenas que o senhor Carter entrou na minha sala eu estava em posição constrangedora na hora, acho que ele olhou para a minha bunda.

Lisa começou a rir, eu estou vermelhar igual a um tomate.

Lisa: Eu acabei imaginando a cena, ele deve ter gostado do que viu.

Julia: Eu não sei. assim que o vi, eu tentei me recompor na hora. Tirado isso foi normal. Nem vontade de chorar quando eu o vi, hahaha.

Lisa: Que bom, significa que você não gosta tanto dele como você imaginava.

Eu prefiro apenas acena com a cabeça. Fizemos os nossos pedidos, e comento com ela sobre hoje à noite.

Julia: Hoje vou sair com o Matt, vou conhecer a academia aonde ele dá aulas de boxes grátis a crianças carentes. Que ir comigo?

Lisa: Acho que isso é um encontro...

Julia: Não mesmo...

 


Notas Finais


Pessoal espero que vocês aproveitem a leitura;
podem comentar a vontade caso queira deixa sugestões sobre a história . Espero que eu não esteja perdendo o sentindo da história, perdão as os erros... copiei essa capítulo pelo celular...

Obrigada á todos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...