História Amor verdadeiro nunca acaba - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


HAPPY BIRTHDAY JIN!
Ksksk

Capítulo 3 - Ele está me seguindo ou o quê?!


Fanfic / Fanfiction Amor verdadeiro nunca acaba - Capítulo 3 - Ele está me seguindo ou o quê?!

Chegando em frente a minha casa, Jeon se despede de mim com um simples - porém fofo - beijo na bochecha, e logo vai embora. Diz que amanhã tem que acordar cedo para resolver uns assuntos do trabalho. 

Eu é quem não vou incomodar ele não é? O deixei ir sem hesitar.

Entrei em minha residência, tranquei a porta, fui diretamente para a cozinha, e fiz um chá de camomila para me ajudar a dormir melhor.

Pouco depois já estava deitado em minha - confortável - cama, verificando pela última vez as mensagens do celular.

ㅡ Ninguém de interessante.. ㅡ Murmurei. Deixando o aparelho de lado, e me ajeitando para dormir. Mas então o celular toca, avisando de que tenho uma nova mensagem.

Como estou mesmo sem sono, o pego novamente e vejo quem é. Jeon desabafando novamente. Fofo. Ele sempre me procura quando sente ou faz algo errado. Além de ficante, sou conselheiro dele. 

[Kook Oppa]

Jimin?

[Jimin Park]

Vai dormir princeso, amanhã tem que acordar cedo. 

[Kook Oppa]

Não estou conseguindo. 

Algo está me incomodando, mas não sei dizer o que é...

[Jimin Park]

Algo, tipo o quê? 

[Kook Oppa]

Um sentimento de traição.. Não sei ao certo..

[Jimin Park]

Traição? 

Como assim?

[Kook Oppa]

Acho que é paranóia minha, esquece 

[Jimin Park]

Deve ser mesmo.

Vá dormir, antes que sinta mais alguma loucura.

Ou você pode acabar vendo o Fantasminha camarada aí no seu quarto.

[Kook Oppa]

Certo. 

Boa noite, meu bem 🤗❤

[Jimin Park]

Boa noite

Desliguei o celular, e o guardei novamente. Agora que eu não conseguiria dormir mesmo. Jeon deve estar desconfiando de alguma coisa.

Eu realmente devo para de ficar com o Taehyung, ou isso ainda vai dar merda. Para o meu lado principalmente.

(...)

09:21

Já em minha sala, estava registrando alguns novos eventos de que alguns funcionários da empresa deveriam participar. Sr. Jung me avisou que Hugo já terminou de fazer sua coleção. Agora só precisamos comprar os tecidos e os restantes de material necessário. 

ㅡ Sr. Park? ㅡ Sr. Namjoon anunciou sua chegada, já adentrando a sala. ㅡ Tenho uma reunião agora, e não posso ir entregar os documentos necessários para o Min. 

ㅡ O que?.. eu confundi em algo? Eu pensei que não tivesse deixado nenhum compromisso importante de lado... ㅡ Falei pensativo pegando a agenda onde anoto os compromissos e horario de cada um do meu chef.

ㅡ E não deixou, é uma reunião imprevista,  marcaram agora, e não posso cancela-la. Então quero que vá entregar estes documentos para que o Min saiba das regras e responsabilidades necessárias para trabalhar aqui. ㅡ Abro minha boca para dizer algo, mas o mesmo continua ㅡ Ele estará as dez horas no restaurante que faz comidas americanas, lá no centro de Seul. Vou anotar o endereço certinho para você.

ㅡ Mas Sr. Nam... ㅡ O mesmo me olha. Tento, mas hesito em continuar ㅡ Nada.. deixe para lá..

ㅡ Ótimo, aqui está o endereço ㅡ Disse escrevendo algo em uma pequena folha de papel ㅡ Tchau, não esqueça e nem se atrase Sr. Park, conto com você. ㅡ Falou por último, saindo da sala.

Dou um pequeno suspiro, passando a mão pelo meu cabelo, logo dando uma olhada nos documentos que me foram entregues.

Vou mesmo ter de ver aquele cara de novo?! Pensei que nunca mais o veria! Pelo visto, estava enganado. 

Olhei em meu celular as horas "9:37" e logo me apressei em ir de encontro com o Min. Entrei em meu carro, coloquei a pasta onde havia colocado o documento no banco do passageiro, e dirigi até o tal restaurante.

Chegando lá, adentro o local, me sentando em uma mesa no centro do restaurante. Olhando em volta, aguardando a chegada do Min. Nem sinal dele. Ele é quem deveria chegar cedo. Ele é quem precisa do trabalho! 

Dou uma olhada novamente no relógio. "9:56" 

Se ele não chegar até as dez em ponto, juro que vou embora! Aquele infeliz deve aprender a chegar mais cedo, ou pelo menos ser pontual. Se for para se atrasar, que se atrase a um outro compromisso em que eu não esteje envolvido. 

Um dos garçons aparecem e me pergunta o que eu quero comer. Peço apenas um copo d'água, para me ajudar a esquecer o nervosismo de ter de vê-lo novamente. 

Pouco depois, vejo um homem pálido adentrar o restaurante. Estava com um terno desabotoado, da cor cinza, uma camisa social branca e de calça cinza, no mesmo tom do terno. O mesmo passou os olhos pelo restaurante, procurando algo, ou alguém. Assim que me viu, se aproximou com um sorriso no rosto. Passou sua mão pelo seu cabelo escuro, e se sentou na cadeira em minha frente. "9:58" sortudo. Se tivesse se atrasado só mais um pouquinho..

ㅡ Olá Jiminnie ㅡ Sorriu, me olhando fixamente nos olhos ㅡ o que faz aqui? 

ㅡ Não me chame assim, ㅡ O encarei ㅡ para você é Sr. Park. Sr. Kim Namjoon teve um compromisso de última hora e não pôde vir aqui. Então vim em seu lugar. ㅡ Suspirei, desviando o olhar para o copo d'água em minha frente. 

ㅡ Tudo bem então, pode me mostrar os documentos? ㅡ Perguntou, inclinando a cabeça para o lado. Peguei os e lhe entreguei, mantendo minha pose ereta na cadeira. ㅡ Obrigado.. ㅡ Murmurou, dando uma lida nos papéis. 

ㅡ Lembre-se de que começará a trabalhar na segunda feira. Se caso você se atrasar, eu terei toda a vontade e o prazer de lhe demitir. ㅡ Falei entre dentes ㅡ Não se esqueça disso. ㅡ Sorri mínimo. O mesmo retirou os papéis das mãos, e os colocou na mesa, me olhando logo em seguida.

ㅡ Não se preocupe, meu bem ㅡ Ditou o apelido, apenas para me provocar ㅡ não vou me atrasar, e farei bem o meu trabalho. Assim, não terá motivos para me demitir. ㅡ Sorriu. Aquele maldito sorriso.. dá vontade de soca-lo apenas por possuir um sorriso tão lindo e encantador..

ㅡ Assim espero ㅡ Rangi ㅡ e não quero que me chame por apelidos. Já disse que não tem mais intimidade comigo. Não tem o direito de me chamar assim ㅡ Cruzei os braços em frente o peito. Fixando o olhar aos dele. O mesmo ficou em silêncio, e assentiu. 

ㅡ Vou tentar ㅡ Sorriu ㅡ Sr. Park.

ㅡ Bem.. Já que terminamos este assunto, e já lhe entreguei os documentos necessários.. ㅡ Me levantei da cadeira ㅡ Ja vou embora. Até mais

ㅡ Fique mais um pouco Ji'.. Sr. Park ㅡ Pediu me olhando ㅡ Vamos almoçar juntos ㅡ Sorriu.

ㅡ Eu tenho mais o que fazer ㅡ Neguei, dando alguns passos em direção a porta, mas paro de andar assim que sinto sua mão segurar o meu pulso. O encaro na mesma hora.

ㅡ É seu horário de almoço ㅡ Falou ㅡ coma comigo. Um almoço com seu ex não vai te matar não é? ㅡ Perguntou sorrindo de lado. Suspiro fundo, e me sento novamente. O encaro, e logo desvio o olhar para o cardápio em minha frente. ㅡ Pode escolher, eu pago.

ㅡ Eu pago o meu prato. ㅡ Digo frio, olhando as opções. Min chama um dos garçons, que logo vem para anotar os pedidos. ㅡ Quero gimbap..

ㅡ Traga o mesmo para mim, por favor ㅡ Min pediu ainda me olhando de um jeito provocativo. O garçom sai de perto, e vai entregar o pedido a um dos cozinheiros. 

Min Yoongi não desvia o olhar do meu, me deixando um pouco nervoso. Desvio o olhar diversas vezes para outros lados, mas ele não se incomoda em continuar do mesmo jeito.

ㅡ O que foi? ㅡ Pergunto finalmente. O mesmo arqueia uma sobrancelha ㅡ Por que não para de me olhar assim? ㅡ O encaro também. 

ㅡ Estou apenas te observando ㅡ Diz com naturalidade ㅡ Você está mais bonito do que antes. Encantador..

ㅡ Já te disse que estou com outro ㅡ Falei controlando a raiva. O mesmo deu um riso soprado, pegando o saleiro e brincando com ele.

ㅡ Eu não disse que quero te pegar ㅡ Desviou o olhar do objeto em suas mãos, para me olhar ㅡ apenas te elogiei. Quem está falando sobre isso é você. ㅡ Respirei fundo, ignorando seu comentário. Logo me ajeitando na cadeira, pegando meu celular no bolso da calça. 

[ 2 mensagens novas ]

[Kook Oppa]

Jimin?

 Onde você está? 

[Jimin Park]

Estou no restaurante americano da cidade.


O respondi, e o mais novinho não demorou para mandar outra mensagem.


[Kook Oppa]

Ah.. 

Queria almoçar com você..

[Jimin Park]

Fique tranquilo, temos vários dias para fazer isso.

Na próxima vou com você. 

[Kook Oppa]

Hm..

Com quem você está? 


Levanto o olhar, e vejo discretamente o mais velho em minha frente, distraído, pensando em alguma coisa. Parece que não se incomodou de eu ter pego o celular no meio da nossa "conversa".


[Jimin Park]

Com o cara que vai ficar no lugar do Sr. Rodríguez. 

Vim entregar umas papeladas a ele.

[Kook Oppa]

Ata

Tudo bem


ㅡ Foi uma falta de educação ter pegado o celular e me deixado de lado ㅡ O mesmo em minha frente murmura, ainda brincando com o saleiro. ㅡ Deveria me tratar bem..

ㅡ Não sou obrigado ㅡ Dei de ombros, me encostando na cadeira. Logo respondendo Jeon. 

ㅡ Você é tipo a imagem da empresa ㅡ Praticamente subiu na mesa, e retirou o celular das minhas mãos. ㅡ Deve sim, me tratar bem. ㅡ Deu uma pequena espiada na conversa, e logo abriu um pequeno sorriso. ㅡ Hm. Seu namorado?

ㅡ Não te interessa. Devolva meu celular. ㅡ Rangi os dentes, o encarando. Logo esticando a mão para que ele me entregasse o aparelho.

ㅡ Não. ㅡ Desligou o aparelho ㅡ Você não vai me dar atenção enquanto estiver com isto nas mãos. ㅡ Balançou o celular em frente de si mesmo. ㅡ Te devolvo depois do almoço. 

ㅡ Alguém pode me ligar para uma urgência, ou o Sr. Namjoon pode precisar de mim, se meu celular ficar desligado como eles vão poder me contatar?! ㅡ Perguntei ficando irritado. ㅡ Me devolva logo.

ㅡ Querido, eu te devolvo depois, já disse e ponto final ㅡ Guardou o celular em seu bolso. Então se inclinou para a frente e apoiou sua cabeça em suas mãos. ㅡ Tem alguma novidade para me contar?

ㅡ Não. ㅡCruzei os braços novamente. 

ㅡ Tem visitado sua família? ㅡ Perguntou ㅡ Como eles estão? 

ㅡ Não os vejo desde aquele dia ㅡ Revirei os olhos, olhando para o outro lado.

ㅡ Sério? ㅡ Pareceu surpreso ㅡ Muito tempo 'hein..ㅡ Inclinou a cabeça para o lado ㅡ E esse teu namorado.. como ele é? 

ㅡ Por que está tão interessado? ㅡ Pergunto arqueando uma sobrancelha.

ㅡ Quero saber ㅡ Deu de ombros ㅡ apenas curiosidade ..

ㅡ Não precisa saber da minha vida pessoal. ㅡ O cortei, suspirando em seguida.

ㅡ Você trata todo mundo assim? ㅡ Perguntou indignado ㅡ Credo.

ㅡ Só quem merece ㅡ Murmurei. 

ㅡ Jimin, se você pelo menos me deixasse explicar o que aconteceu naquele dia.. ㅡ Resmungou.

ㅡ Park. Sr. Park. ㅡ O repreendi ㅡ já passou. Não quero mais saber o que aconteceu. ㅡ O mesmo ia dizer algo, mas o garçom chegou na mesma hora, e nos serviu os pratos de gimpab. O Min respirou fundo, e mordeu seu lábio inferior ficando meio nervoso. ㅡ Coma. ㅡ Disse antes que ele começasse a tagarelar novamente.

E assim foi, o mesmo comendo, me encarando diversas vezes, eu o ignorando, e comendo rápido para terminar e sair logo daqui.

Quando terminei o maior já tinha terminado também. E me acompanhou até o balcão para pagar os pratos.

ㅡ Ficou vinte mil wons ㅡ O atendente falou. ㅡ Os dois juntos..

ㅡ Vou pagar o meu sepa'.... ㅡ Não terminei de falar, e o Min o entregou o dinheiro. ㅡ Eu disse que pagaria o meu. ㅡ O encarei.

ㅡ Na próxima você paga ㅡ Disse sutilmente, dando uma piscada depois. E se virando para sair.

ㅡ Idiota.. ㅡ Guardei a carteira e fui juntamente com o outro até a porta do restaurante. Paramos em frente o restaurante, quando o mesmo resolveu se aproximar de mim. Ficou a um passo longe, me encarando fixamente. ㅡ Eu vou trabalhar. Está acabando meu horário de almoço. 

ㅡ São dez e trinta e cinco. Tem um tempinho para conversar comigo. ㅡ Sorriu, o maior colocou a mão no bolso, e de lá retirou meu celular, me devolvendo em seguida. ㅡ Onde está seu carro? ㅡ Deu uma rápida olhada em volta.

ㅡ Por que quer saber ? ㅡ Perguntei sério o encarando. 

ㅡ Vamos conversar dentro dele ㅡ Falou sorrindo ㅡ ou acha que vou tentar algo?

ㅡ Não duvido nada de você Min ㅡ Disse ignorando sua proximidade, e andando em direção ao automóvel. 

ㅡ Como pode pensar algo assim de mim? ㅡ Fingiu-se estar indignado, me seguindo até o carro. ㅡ Não faria isso, se você não quisesse.

ㅡ Espero mesmo que seje assim ㅡ Digo destrancando o carro, e sentando no banco do motorista. O mesmo entrou também, se sentando no banco do passageiro, logo fechando seu vidro.

ㅡ Eu te levo para casa, mas por favor, não tente me fazer ouvir o que não quero. ㅡ Falo diretamente, ligando o carro, e dando partida.

ㅡ Tudo bem, vou te guiando. ㅡ Sorriu, me olhando e virando-se para frente. ㅡ Então.. ainda quero saber

ㅡ O que? ㅡ Pergunto não dando muita atenção para a existência dele.

ㅡ Como é o seu atual? ㅡ Pergunta olhando para frente.

 ㅡ Por que quer tanto saber dele? ㅡ Perguntei dando de ombros.

ㅡ Me responda primeiro ㅡ Disse.

ㅡ Ele é.. bom ㅡ Disse simplista. 

ㅡ Bom.. a que nível? ㅡ Insiste ㅡ melhor que eu?

ㅡ Qualquer um é melhor que você Min. ㅡ Respondi sem olha-lo. O mesmo me encarou indignado, boquiaberto. 

ㅡ Nem sei o que dizer ㅡ Falou ㅡ vire a direita ㅡ intruiu, tentando não demonstrar que estava um pouco magoado. 

ㅡ Certo ㅡ Fiz o que o mesmo tinha dito, seguindo em frente ainda. ㅡ Sua vez. ㅡ O pálido me olhou confuso. ㅡ Por que quer tanto saber do meu atual namorado? 

ㅡ Ah.. ㅡ Suspirou ㅡ É que ainda estava com.. esperança.. ㅡ Se virou para olhar o vulto das ruas.

ㅡ De voltar comigo? ㅡ Perguntei rindo soprado. O mesmo assentiu, sem me olhar ㅡ Vá sonhando ㅡ Ri.

ㅡ Você sequer sentiu minha falta? ㅡ Perguntou apoiando sua cabeça em sua mão. Neguei com a cabeça. 

ㅡ Claro que não  ㅡ Menti. Na verdade, senti muita falta dele. Mas meu orgulho é maior do que meus sentimentos. Não vou deixa-lo achar que eu sou um desses idiotas que depois de serem largados, voltam para o ex como um cachorro volta para o dono quando ele assobia.

ㅡ Eu senti a sua ㅡ Murmurou ㅡ e muita..

ㅡ Min, não começa ㅡ Rangi ㅡ quem fez a merda toda foi você, então não me venha com desculpas!

ㅡ Por isso mesmo que estou me desculpando! ㅡ Se virou para mim ㅡ Eu fiz merda, e agora quero consertar!

ㅡ Não dá para voltar atrás Min, por favor ㅡ Pedi ㅡ só .. para. ㅡ Suspiramos ao mesmo tempo. Seguimos o caminho em silêncio. O mesmo só abria a boca quando era para mudar a direção em que estava.

Pouco depois - finalmente - chegamos em frente a sua casa. Continuamos em silêncio por um tempo.

ㅡ Acha que .. ㅡ Começou ㅡ pode mudar de opinião? ㅡ Insistiu.

ㅡ Não. ㅡ Neguei, não mantendo contato visual com o pálido. 

ㅡ Tem certeza? ㅡ Me olhou ㅡ E se eu..

ㅡ Min eu não sinto mais nada por você. ㅡ O cortei ㅡ E não pretendo voltar a sentir. Não estou mais cegamente apaixonado por você. Será que não entende?!

ㅡ Tudo bem ㅡ Mordeu o lábio inferior, olhando para baixo. Logo resolveu sair do carro. Hesitou para entrar, então olhou para trás e acenou. Tentou sorrir mais foi falho. Eu o ignorei, e dei partida novamente, seguindo rumo ao meu trabalho.

Pouco depois, ja estava no meu escritório, com todos aqueles papéis em minha mesa, para mim assinar ou ignorar. Mas não estava conseguindo fazer isso - algo tão simples - por estar com a cabeça cheia. Pegando fogo.

Apoiei meus cotovelos na mesa, e descansei a cabeça nas mãos, respirando fundo para não ter uma crise. 

Por que ele teve que voltar?! Eu estava tão bem sem ele! Que merda! 

Depois do que aconteceu ele ainda tem coragem de vir até mim para se desculpar... isso está errado... ele não deveria... 

ㅡ Jiminnie? ㅡ Jungkook adentrou minha sala, vindo até mim. ㅡ Você está bem?

ㅡ Por que não bateu na porta? ㅡ Perguntei me recompondo, e abrindo um falso sorriso.

ㅡ Eu bati, mas acho que você não ouviu.. ㅡ Coçou sua nuca ㅡ aconteceu alguma coisa? 

ㅡ Não.. ㅡ Sorri ㅡ estou bem, e então? Como ... está as coisas?.. ㅡ O maior me olhou confuso. ㅡ Já terminou as coisas do trabalho? ㅡ Perguntei.

ㅡ Já sim ㅡ Sorriu ㅡ Hoje não tive muita coisa para fazer ㅡ Veio até o outro lado da mesa, me fazendo levantar, para que ele pudesse se sentar na cadeira, e eu em seu colo. ㅡ E o almoço? ㅡ Perguntou ㅡ Como foi? O cara é legal? 

ㅡ Não.. ㅡ Murmurei, me aconchegando em seu colo. 

ㅡ Por quê? ㅡ Perguntou ㅡ Ele te tratou mal?! ㅡ Pude notar uma alteração em sua voz. Parece ter ficado nervoso 

ㅡ Não Jeon, calma ㅡ Sorri, me virando para olha-lo direito. ㅡ só não gostei muito. Prefiro almoçar com você do que com um desconhecido.

ㅡ Eu também ㅡ Beijou minha bochecha ㅡ confesso que fiquei com um pouco de ciúmes, quando disse que iria almoçar com ele. Mas eu confio em você, e sei que não faria nada de errado para me magoar ㅡ Passou as mãos pela minha cintura, me abraçando. Dei um pequeno suspiro, e refleti um pouco. 

Jeon confia em mim, gosta muito de mim, e .. eu .. já o traí diversas vezes com o Taehyung.. Isso realmente não é certo. Queria poder ser mais honesto com ele.. 

(...)

Hoje é domingo. Eu e o Jeon combinamos de ir na praça central, vai ter uma festa em comemoração com - nem lembro o que. - Só fiquei animadinho de ir porque vai ter comida. Jungkook vai passar aqui em casa as oito horas, e como ainda são.. - deixa eu pega o relógio aqui.. - "18:45" eu tenho um tempinho para jogar conversa fora com os amiguinhos. 


[TaeTae]

Jimin

Está ocupado?

[Jimin Park]

Agora não, por quê? 

[TaeTae]

Posso ir aí? ☻

[Jimin Park]

O Jungkook vai vir agorinha, melhor não

[TaeTae]

😒

Quando eu vou poder ir aí de novo?

[Jimin Park]

Queria conversar mesmo sobre isso Tae...

Acho melhor pararmos com isso

É muita sacanagem com a cara do Jeon

Ele não fez nada de errado..

[TaeTae]

Vai parar de ficar comigo, por causa daquele cara?

Vocês nem namoram! 

[Jimin Park]

Ainda sim! 

Me sinto um idiota, fazendo isso com ele.

Não quero mais fazer isso.

[TaeTae]

Tá, tudo bem.

[Jimin Park]

Está tudo bem pra você?

[TaeTae]

É 

Acho que sim

[Jimin Park]

Tudo bem então..

Vou tomar banho agora, Jeon vai chegar a qualquer momento. 

Tchau

[TaeTae]

Tchau 


Deixei meu celular de lado, e corri para o banheiro, tomar um banho. 

Será que finalmente vou conseguir ser alguém melhor para o Jungkook? Me sinto um idiota por julgar o Min, sendo que eu estou fazendo - praticamente - o que ele fez.

Pouco depois, já estou arrumado, deitado na minha cama, mechendo no celular enquanto Jungkook não chega. Logo logo ele deve aparecer, são quase oito horas.

  Meu celular começou a tocar, e o atendi rapidamente. Era Jeon.

ㅡ Oi, Jimin?

Oi Jeon, já chegou?

Sim, já pode vir 

ㅡ Estou indo!

Ok, estou te esperando. Não demora. 

[Chamada encerrada]

Guardei o celular no bolso, peguei minha carteira, e a guardei também. Logo fui correndo trancar todas as portas de casa, e assim que terminei, fui para o outro lado da rua, onde Jungkook estava me esperando.

O mesmo estava com uma camisa larga preta, e uma calça jeans rasgada no joelho. E eu todo gótico só de preto.

ㅡ Está lindo como sempre ㅡ Sorriu. O maior se encostou no carro, e eu me aproximei o suficiente para lhe dar/roubar um beijo. ㅡ Vamos? ㅡ Perguntou sorrindo, com as mãos em minha cintura.

ㅡ Vamos sim ㅡ Dou a volta no carro, me sentando no banco do passageiro, o mesmo adentra logo depois, e rapidamente dá a partida.

Depois de pouco tempo, chegamos na praça. Estava lotado de gente. E eu achando que iria ser um evento sem graça..

Passo o olho para todos os lados, observando cada canto, escolhendo onde gostaria de ficar com Jeon. O mesmo estava escolhendo um lugar para estacionar o carro, enquanto eu viajava nos pensamentos.

Logo vejo um cara pálido, de cabelos escuros, e com roupas escuras.

ㅡ Por favor .. que não seje ele.. ㅡ Fiquei encarando o homem, e ele se virou para o lado e pude ver seu rosto claramente. ㅡ Puta merda! Ele está me seguindo ou o quê?!

ㅡ O que foi Jiminnie? ㅡ Jeon me perguntou curioso. Ele já tinha estacionado o carro, e agora me observava confuso.


Notas Finais


Nha
😂


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...