História Amor violento - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Luna Valente, Matteo Balsano
Tags Luna, Lutteo, Matteo, Sou Luna, Soy Luna
Visualizações 91
Palavras 964
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura ❤❤❤❤

Capítulo 4 - Descoberta de sentimentos


Narra Luna:Quando acordei Matteo ainda estava a dormir. Se me perguntarem se eu estou arrependida. Eu vou responder que não. Pois nesta noite eu consegui descobrir certas sensações e sentimentos. Não estou só a falar em relação as sensações que sentimos quando fazemos amor. Sim porque pelo menos para mim o que Matteo e eu fizemos foi amor e não simplesmente sexo. Mas em relação aos sentimentos e sensações que descobri foi que eu sou e sempre fui apaixonada pelo meu melhor amigo. Toda a gente nos dizia que parecíamos um casal quando estávamos juntos mas nós negavamos rapidamente. Agora eu entendo o porquê. Porque eu não queria dar asas a este sentimento. Mas agora eu estou disposta a lutar pelo que sinto. Mas caso o Matteo não corresponda a este sentimento eu irei tentar seguir em frente. Sou desperta dos meus pensamentos quando o telefone de Rugge toca. Quando fui ver quem era simplesmente parece que o meu mundo tinha caído. Na tela do telefone tinha o nome Amor. Como é que mesmo estando comprometido ele foi capaz de fazer amor comigo. Ou melhor sexo porque pelos visto para ele não passou disso. Tento ao máximo controlar as minhas lágrimas mas chegou a um ponto que não conseguia. Então decidi sair de casa mas antes de sair deixo um bilhete a pedir ao Matteo que quando acordasse saísse lá de casa. Quando sai de casa eu não sabia para onde iria só sabia que precisava de um abraço reconfortante e da simples frase "Vai ficar tudo bem". Então foi aí que decidi ir para casa da Âmbar. Quando cheguei a casa da minha amiga simplesmente não aguentei e desabei em lágrimas no seu colo. Ela não disse nem perguntou nada apenas me abraçou da forma que eu precisa passando me conforte e proteção enquanto fazia carinho no meu cabelo.

Âmbar:Shhh está tudo bem...Eu prometo que vai ficar tudo bem. (ela diz enquanto faz carinho no cabelo da amiga).

Luna: Porquê que dói tanto?

Âmbar:Eu não sei o que se passou mas sei que vai ficar tudo bem. Tu és forte e vais ultrapassar isso. (Ela diz em forma de tentar acalmar a amiga).

Luna: Porquê que o Matteo me fez isto? Porquê que ele não me disse que estava namorando? Porquê? (Ela pergunta enquanto o choro fica cada vez mais forte).

Âmbar:Anda vamos dormir. Quando acordares falamos sobre isso e tu explicas-me o que se passou. Agora precisas descansar. (Ela diz levantando-se e abraçando Luna indo em direção ao quarto de Âmbar, onde luna acaba por adormecer). *Com Matteo*

Narra Matteo:Quando acordei não senti Luna na cama então rapidamente lenvantei-me indo á procura dela. Mas invés dela encontro um bilhete.

*BILHETE*

Peço que quando acordares saias da minha casa. Esquece tudo o que aconteceu esta noite. Foi tudo um erro. Obrigada de qualquer forma por me teres feito este favor mas agora preferia continuar com a minha estúpida vergindade ao invés de isto. Liga para a tua namorada. Acho que ela quer falar contigo. Tchau e esquece tudo o que se passou esta noite por favor.

Narra Matteo: Não sei porquê que a Lu me deixou este bilhete. Muito menos porquê fala em namorada. Eu não estou com ninguém é parece que a Luna chorou por minha culpa o bilhete está com marcas de pequenas gostas. Mas se o que ela quer é que eu saia da sua vida e esqueça tudo o que aconteceu será isso que vou fazer. Parece que descubri tarde demais que a amava. Sou desperto dos meus pensamentos quando o meu telefone toca.

 Com Luna*

Narra Luna: Acordei assustada. Tinha tido um pesadelo horrível. O Matteo tinha me feito mulher enquanto namorava e nessa mesma noite eu tinha descuberto que o amava mas que era tarde demais... NÃO ISTO NÃO FOI UM PESADELO. ISTO FOI REAL. SOU ASSIM TÃO MÁ PESSOA PARA MERECER ISTO?

Narrador:Quando a morena percebeu que isto tudo não tinha sido um pesadelo ela voltou a chorar intensamente. Âmbar estava lá em baixo a preparar alguma coisa para a amiga comer. Quando a loira foi até ao seu quarto encontrou uma Luna como nunca antes tinha visto. Âmbar largou a comida em cima da secretária do quarto e foi logo abraçar a amiga. Quando luna se acalmou a mexicana sentiu necessidade de desabafar com a amiga.

Luna: Porquê que o Matteo fez isto comigo? Porquê? Ela estava a namorar e mesmo assim foi para a cama comigo. Porquê? (Após esta revelação Ámbar abre a boca de forma incrédula)

Ámbar:Como assim?

Luna:Quando saímos para aquela festa. Eu encontrei o Matteo lá e eles ainda usava o anel de melhores amigos. Ele disse que era capaz de fazer qualquer coisa por mim... então foi aí que eu pedi para ele me tirar a minha vergindade. Ele de início recusou mas quando eu disse que se não fosse ele eu perdiria com um menino qualquer que passa-se ali ele aceitou. No dia a seguir ele foi para a minha casa para fazermos o combinado. Nós passamos a noite a fazer amor...pelo menos para mim. Porque para ele não passava de sexo. Eu nessa noite tinha descuberto que realmente o amava...(ela respirou fundo e secou as lágrimas que continuavam a cair pelos olhos). Então quando acordei eu estava disposta a declarar-me para ele...mas aí o telefone dele toca e na tela tinha o nome de amor. (Ela faz uma pausa devido ao choro que se intensifica) Como é que ele foi capaz ? Porquê que ele fez isto? (Ela pergunta chorando cada vez mais).

Ámbar: Eu não te vou julgar por nada. Eu estou aqui para ti e sempre vou estar. Mas porquê que querias perder a virgindade?

Luna:Sela...acho que queria sentir todo o prazer que tu é a Nina dizem sentir. Mas acho que acima de tudo queria me sentir amada.


Notas Finais


Parece que Matteo não é forte o suficiente para lutar pelo que sente assim como Luna.
O k estam a achar?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...