História Amor Yandere - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Yandere Simulator
Personagens Ayano Aishi, Budo Masuta, Kokona Haruka, Megami Saikou, Osana Najimi, Taro Yamada
Visualizações 39
Palavras 461
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Os Sentimentos de Taro


Fanfic / Fanfiction Amor Yandere - Capítulo 4 - Os Sentimentos de Taro

Enquanto Taro chorava por Osana, Ayano estava no vestiário tomando banho. 

-Tomara que não achem o corpo dela... Não estou com pressa... -Ayano passa sabonete em seu corpo- Logo mais quero ver meu Senpai...

Ayano termina o banho e se levanta. Ela anda até os armários, e pega um uniforme de educação física. Ela o veste, e sai escondendo a faca ensanguentada enquanto caminha até o incinerador. Ao chegar lá, vê que há um grupo de alunos com roupas rasgadas, máscaras e cabelos estranhos. Ela entra tentando disfarçar que vai jogar algo fora como uma aluna comum. Ela joga a  faca e seu uniforme e liga. Ela anda até o terraço e vai a varanda.

-Senpai? -Perguntou Ayano

-Ayano!! Me ajude por favor!! Você não faz ideia do quê aconteceu!! -Disse Taro, puxando a mão dela

Ayano dá um sorriso maníaco de quem entendeu tudo.

-O que foi que aconteceu? Está me deixando preocupada!! -Falou Ayano

-Olhe o que fizeram com Osana!! -Ele a empurra lentamente até onde Osana está, atrás de uma máquina de ventilação, tapando os olhos para não ver a amiga morta- A mataram!! Mataram Ela!!

-Não é possível! Que horror! -Disse Ayano

Ayano finge que está surpresa e triste

-Eu já liguei para a polícia... Não adianta chamar a enfermeira... Só vai criar mais alarme, pois ela já está morta... -Ele chora

Ayano se aproxima dele

-Calma, Senpai, eu estou aqui! -Ela o abraça

-Obrigada Ayano... -Senpai seca suas lágrimas- Vão prender o desgraçado! Vão prender!

-Claro que sim... Não se preocupe. -Ayano tenta controlar a risada- Ele vai ser preso!

Os dois ficam abraçados por um longo tempo. Depois, se sentam ao lado de Osana e Ayano tenta consolá-lo. Não demorou muito para os policiais chegarem.

-Afastem-se do corpo! -Disse um dos policiais.

Os policiais checaram o corpo de Osana. Não encontraram mais sangue espalhado pela escola. Não encontraram armas com seu sangue. Não encontraram digitais em bom estado. Revistaram todas as pessoas presentes na escola, mas não conseguem ligar ninguém ao crime. Os alunos são liberados mais cedo devido ao ocorrido. 

Senpai ficou mais que abalado com isso. Ele estava tão triste que não podia acreditar. Como morava sozinho, não queria ir para casa e ficar pior ainda. E disse isso para Ayano.

-Ué, mas eu pensei que você morava com seus pais e irmã! -Disse Ayano

-Como... Soube disso? -Ele limpa o rosto com um guardanapo

-Não vem ao caso... Sou informada, sabe?

-Enfim! "Snift!" Eu... Morava com eles, mas decidi morar em um apartamento... Sozinho. 

-Ah, certo!

-Então, será que...

-Que eu poderia te receber em minha casa? -Perguntou Ayano

-Sim... Eu sei que te conheci há pouco tempo, mas...

-Tudo bem! Não estou reclamando!

-Muito obrigado... Vou passar dias para superar isto...

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...