História Amores durante um intercâmbio - Segunda temporada - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts Bangtan Boys
Visualizações 31
Palavras 1.384
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 15 - Esgotada


Fanfic / Fanfiction Amores durante um intercâmbio - Segunda temporada - Capítulo 15 - Esgotada

Depois de a levarem presa, manager entregou uma escuta que tinha escondido no seu bolso aos policiais como prova. Manager pediu que Namjoon e Suga fossem direto para o hospital para tentarem chegar antes dos policiais do caso para levarem Jullie. Ele sabia que Hoseok ficaria mal e queria ter certeza de que teria alguém para segurar essa barra junto com ele já que o próprio não poderia devido ao excesso de trabalho. 

Manager- Isa, você pode ficar responsável por dar a notícia as meninas? 

Eu- Eu? 

Manager se aproximou de mim e segurou minhas mãos de forma "Doce". 

Manager- Minha dongsaeng, me ouça com atenção. Em meio a tudo que está acontecendo, não podemos confiar em qualquer um. Sendo assim, vá direto para casa e conte o que aconteceu apenas pra quem você confia totalmente. Se você tiver um longo de dúvida sobre alguma pessoa, não conte. 

Assenti. 

Manager- Vou providenciar um carro pra te levar. 

Eu- Tá bom.. obrigado. 

                             - -

Ao chegar em casa;

Mika- Ô doida, aonde cê tava? 

Mika e Taty continuavam assistindo televisão. 

Eu- Fui dá. -Disse me aproximando.

Mika- Novidade. 

Taty- Opa linda, ela quis dizer dar uma volta. 

Elas me encararam esperando uma resposta mas eu apenas me sentei no sofá junto a elas.

Eu- A resposta fica no ar. 

Mika sorriu e me fez cócegas- Ah, safada! 

Taty recusou os olhos.

Mika- Ixe filha. Até parece que não dá. -Disse com Taty. 

Taty- Vou da é um tapa no seu focinho daqui a pouco. 

Disse e sorriram.

Mika- Mais iai?

-Sorri- de nervoso- Iai o que? 

Mika- Tu disse que explicaria. 

Eu- É... 

Taty- Desembucha logo, amiga. 

Eu- Tem mais alguém aqui em casa? 

Mika- Eta nóis, agora fiquei preocupada. 

Taty- É, eu também.. A Vic ta no quarto até agora e não faço ideia de onde a Lisa esteja. 

Eu- Tá, então vamos pra um lugar mais reservado. 

Vic abriu a porta do seu quarto e ainda com a mão na maçaneta perguntou; 

- O que eu não posso saber e por quê? 

Pela cara inchada dela, devia estar chorando há horas. 

Eu- Você tá bem? 

Taty foi até ela é pôs a mão no seu rosto analisando o inchaço. Vic tirou a mão dela de seu rosto e se aproximou de mim e da Mika reforçando a pergunta; 

- O que eu não posso saber e por quê? 

Taty- Viu pegar umas compressas pra pôr no seu rosto, Vic. 

Eu- Vem cá. 

Disse com Victória e fiz um sinal com a mão. De braços cruzados ela se aproximou e se sentou do meu lado. 

Eu- Tem certeza que quer saber? Você já deve estar com a cabeça muito cheia. 

- Tenho. 

Eu- Ok. Taty? 

Taty- Chegando. 

Taty entregou as compressas a Vic e a mesma agradeceu. 

Taty- Pode falar, Isa..

Disse e se sentou na mesinha de centro de frente para nós. 

[•••]

Eu- E é isso..

A essa altura do campeonato todas estavam fitando o chão sem demonstrar nenhuma reação.

Mika- Não esperava..

Taty- Então quer dizer que a Lisa continua sendo a mocinha?

Eu- Eu não diria totalmente porque depois dessa acho que o grupo em si vai abrir o olho.

Taty- Entendi..

Vic- O Hope deve estar mal..

Passei a mão sobre meu rosto.

Eu- Não gosto nem de imaginar.

Mika- Mas assim, você sabe que a gente vai manter isso tudo em segredo e tal mas que logo mais isso viraliza, né?

Eu- Sei.. e isso é péssimo.

Vic- Vou voltar pro meu quarto.

Taty- Ô Vic..

Vic- Eu tô bem. Só afim de ficar sozinha mesmo.

Eu/Taty- Certeza?

Ela sorriu por termos falado juntas.

Vic- Aham. Love vocês.

Eu- Eu também te love.

Mika- Love você my querida.

Taty- I love you.

Mika- Tinha que ser né, Taty?

Joguei uma almofada na Taty.

Eu- Certinha.

Meu celular tocou.

Mika- Eeeeta nóis hein amiga. Hoje tá tenso esse seu celular.

Taty- Tá parecendo celular de prostitutas, toda hora tocando.

Mika riu- Pesado.

Sorri- Credo amiga.

Sem bem ver quem me ligava fui para o quarto atender. Ao ver o nome no identificador de chamadas sorri pensando ' Ao invés de feioso me ligando vou alterar para problemas me ligando'.

~ Chamada On ~

Eu- Oi feioso.

- Oi ridícula. Tá fazendo o que?

Eu- Deitando na minha cama e pretendendo ficar aqui até tudo se resolver.

Ele deu uma risadinha.

Eu- E você?

Ele demorou um pouco pra me responder. Ficou cerca de um minuto falando "É... An.. É que..."

Eu- Fala logo, Taehyung.

- Aigo. Tá brava?

Eu- Depois dessa enrolação eu fiquei.

Ele sorriu- Desculpa.

Eu- Suave.

- Você parece esgotada.

Eu- E tô.

- Que horas você quer ir hoje?

Eu- Af. -Revirei os olhos e respirei fundo- Tinha esquecido isso.

- Desanimou porquê o Jungkook vai?

Eu- Não, é que.. péra.

- É, ele me ligou.

Eu- O que ele falou?

- Não se preocupa com siso, tá tudo bem. Vou falar pra ele passar aí oito e meia, ok? Esteja pronta.

Eu- Vai passar aqui não?

- Espero vocês no estacionamento.

Eu- Quem vai dirigir?

- Jungkook.

Eu- Tá...

- Se anima, vai ser legal e bom pra relaxar.

Eu- Uuuhuuul.....

Ele riu- Esperava algo melhor mas tá valendo.

Sorri.

-Até daqui a pouco?

Eu- Aham.. ah, aqui?

- Diz.

Eu- Você tem notícias do Hope? Ou melhor, você tá sabendo das coisas?

- Sim. Isa, acredite, ele vai superar. Mas não vamos pensar sobre isso por agora, ok? Vamos esquecer os problemas hoje.

Eu- Ok..

- Até daqui a pouco.

Eu- Até.

~ Chamada Off ~

Assim que desliguei fui tomar banho. Não estava afim de me arrumar, mas nunca sairia mal arrumada perto de dois galãs. Ao pensar nisso, fiz questão de caprixar.

Ouvi alguém batendo na porta de casa, devia ser Jungkook. Gritei para alguma das meninas atender mas ninguém me respondeu e ele bateu novamente. Fui atendê-lo e ao passar pelos cômodos entreabertos não vi ninguém.

Jungkook- Oi. -Sorriu.

Eu- Oi.- Retribuí o sorriso.

- Você tá linda.

Sorri corando.

Eu- Obrigado.

- Podemos?

Eu- Sim. Vou só pegar minha bolsa.

- Ok.

Peguei minha bolsa e em seguida fomos para o estacionamento de mãos dadas. V estava parado em frente ao carro do Jungkook mexendo no celular. Jungkook assobiou para alerta-lo de que estávamos chegando. V distraído olhou para nós, depois para o celular e depois para nós de novo, mas dessa vez me fitando da cabeça aos pés. Sorri me aproximando.

Jungkook- Iae.

Eles se cumprimentaram.

Eu- Oi.

Fui abraça-lo enquanto Jungkook já entrava no carro.

V- Olá. Tá bonita.

Eu- Você também.

Jungkook buzinou para nos apressar. V abriu a porta do carona para mim.

Eu- Não quer ir na frente?

V- Lógico que não. Você é a dama daqui.

Eu- Thank you. Me senti lisonjeada.

Jungkook buzinou novamente.

Jungkook- Bora Isa, entra logo.

Entrei no carro e disse pro Jungkook antes que o V pudesse entrar;

Eu- Para de ser grosso.

Ele me respondeu com uma expressão de "O que?" "Não fiz nada". Só não disse nada pelo V já ter entrado. V sentou no banco de trás no meio.

V- Iai.. aonde vamos?

Jungkook- Aonde você quer ir? -Disse me olhando.

Eu- Ah, vamos escolher juntos.

V- Vocês estão afim de que?

Eu- Quero beber. Acho que vai ser bom pra esquecer os problemas.

Jungkook- Ou criar mais.

Disse mais pra ele do que pra nós olhando pra sua janela.

Eu- Disse algo?

V- Acho que não tem problema ela beber hoje já que você está presente e tal.

Eu- Ele não é meu dono.

Jungkook me encarou de cara fechada. Pintou um clímax. Encostei em seu braço cujo estava parado no volante.

Eu- Não vamos brigar. Por favor.

V abaixou a cabeça.

Eu- Você não acha que já temos mais coisas com o que se preocupar?

Ele assentiu.

Eu- Me dá um beijo?

Ele sorriu de canto de boca e me deu um selinho.

Jungkook- Pois bem..

V levantou a cabeça.

Jungkook- Que tal primeiro a gente jantar, depois pegar um cinema e aí sim depois beber?

V- Vai ficar tarde não?

Eu- Tô de boa, não tô com pressa.

V- Eu também não mas em meio a tudo que tá acontecendo acho melhor a gente não estrapolar pra acordar bem amanhã.

Jungkook- É só a gente não beber muito.

V- Por mim ok.

Eu- Já topei.

Jungkook começou a dirigir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...