1. Spirit Fanfics >
  2. Amores imperfeitos >
  3. Bêbados

História Amores imperfeitos - Capítulo 32


Escrita por:


Notas do Autor


Mano, vocês acreditam que eu não lembro sobre o que eu escrevi quando amanhece o dia? Tô achando que psicografo isso.

Capítulo 32 - Bêbados


Eu não costumo beber, nunca fui disso mas hoje eu estou bebendo umas batidas de whisky com sucos ou algo assim... Já são quase meia-noite e ainda bem que a casa do caseiro é um pouco distante da casa porque estamos cantando, dançando e bebendo. 

Mário- Mariazinha, você sabe dançar!!! - ele estava com a mão na minha cintura, corpos colados e em nossas mãos estavam copos dessas batidas de bebidas.

Maria- Sei fazer mais coisas, quer ver? - eu coloquei o corpo inclinado pra cima dele, ele deixa o copo na mesa e me aperta.

Mário- Me mostra... Eu quero ver o que você pode e sabe fazer... -eu me afastei do corpo dele, puxei-o até a sala e o joguei no sofá. Tirando sua camisa, coloquei a mão em seu peito e nos arrepiamos completamente. Seu corpo em relação ao meu é grande e eu não sou pequena em nenhum proporção.- Você me dá choque..  hahah... -ele ia colocar a mão em mim mas eu dei um tapinha e ele recuou.

Maria- Por agora, você vai olhar e sentir o que eu quero. - eu tirei a blusa lentamente mostrando a parte de cima da minha lingerie preta de renda, logo depois a minha calça mostrando a parte de baixo e vi a perna dele tremer de ansiedade, ele mordia os lábios e isso me deixava excitada.

Mário- Okay... Isso é muito torturante! Eu... E... - Ele gaguejava, eu tirei seu cinto de sua calça lentamente.- Ah... Isso... -eu tirei sua cueca e comecei com movimentos lentos de vai e vem, já estava bem duro e ele estava louco pra reagir.

Maria- Eu vou contar até três e você pode fazer o que quiser. - ele estava ofegante.- Um... Dois... Tr... - ele se jogou em cima de mim, dispersando beijos e mordidas.- Ah... vai devagar... -ele me jogou no sofá tirando o pouco de roupa que me sobrava, se "encaixou" em mim e gemiamos ao mesmo tempo que nos beijavamos.- Não! Eu não trouxe remédio! -PUTA QUE PARIU QUE MANCADA.

Mário- Amanhã eu saio pra comprar pra você! -Ele me sentou por cima dele.- Não me deixe sem aproveitar isso tudo! -ele deu um tapa na minha bunda forte que deu pra ouvir o barulho. Eu comecei a beijar o pescoço dele e arranhar suas costas enquanto ele me apertavam e colocava com mais força dando puxões no meu cabelo.- Ptinha... Você é uma vadiazinha...

Maria- Eu sou o sonhos de muitos alunos! -me livrei dos seus braços e me joguei no sofá, ele veio com tesão nos olhos, descendo sua boca até minha buceta e sua língua fazendo artes. Eu segurei sua cabeça com as pernas e gemi mas não o suficiente pra mostrar todo o libído dentro de mim.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...