1. Spirit Fanfics >
  2. Amores que Mudam >
  3. Capítulo 44

História Amores que Mudam - Capítulo 45



Capítulo 45 - Capítulo 44


No capítulo anterior...

--O Miguel na verdade é o filho que Cemil achava que estava morto.

- Fiquei sabendo disso há alguns dias e quase não acreditei; diz tristemente - Tô tentando te dizer isso desde que soube em nome de nossa amizade... Mas você nunca tinha tempo pra me ouvir sendo diretor desse hospital.

- Como assim dona Tosca? Que história é essa da senhora saber dessa sujerama toda antes de mim?

Agora...

- Calma Pascol, eu não tenho culpa do que aconteceu, sou tão vítima quanto você...

- Você tem razão dona Tosca... Mas o que eu faço agora? Me sinto tão perdido desde que soube a verdade sobre o Miguel...

- Diga a verdade... No final das contas, é como está na bíblia, "Diga a verdade... E a verdade vos libertará"...

Enquanto isso...

- Que barra Isa; diz Giovana pela webcam - Mas você está bem, apesar de tudo que vem te acontecendo?

-- Eu estou muito impressionada Gio, isso me chocou de uma maneira inexplicável, tenho dó desse menino amiga, ele é muito apegado na Safira.

Isa disse ajeitando os cabelos, se lembrou de quando Miguel veio até sua casa com seus sobrinhos, Safira também contava pra Isa o quarto é apegada nele. Giovana ouvia sua amiga atentamente, sem a interromper em nenhum momento.

- Meus pais vão se casar de novo, o filho que ela tá esperando é do meu pai... Tô feliz por eles, mas triste ao mesmo tempo, eu ainda não consigo ser a esposa que o Pedro precisa e isso me preocupa... E se ele deixar de gostar de mim? E se ele voltar a se envolver com a ex dele, a minha prima Vitória? Já perdi tanta coisa na vida, eu não suportaria perder o Pedro, seria o fim pra mim...

--Que isso amiga? O Pedro é um cara muito legal e te ama muito da pra ver pelo jeito que ele te trata amiga... Não se preocupa; Isa também ficou feliz por Chayene é Laércio --seus pais merecem ser muito felizes também...

- Mas eu ainda me preocupo com eles e a minha tia... A polícia já descobriu quem matou o... Quem matou o Fabian?

--Não amiga, mas quem será que matou aquele monstro? - Isa começa ficar preocupada com Flávia, ela não desconfiava de nada e isso lhe dava medo.

- Eu não sei, mas tenho medo de descobrir tal reposta...

Enquanto isso...

Rosário estava preocupada com Inácio, desde que Fabian foi assassinado, ele não era mais o mesmo. Isso a fez lembrar de quando Fabian se passou por Inácio. Os dois sofreram um acidente de carro há cinco anos, Inácio ficou desaparecido por seis meses, e Fabian ocupou seu lugar nesse meio tempo. Mas logo a verdade veio a tona e Fabian ficou uns três meses preso e depois foi solto, afinal assim funcionava a justiça brasileira, os policiais prendiam e o juiz soltava sem mais nem menos. Depois que Felipe José e Catarina foram levados a escola, Rosário decidiu falar com seu marido que ainda estava deitado na cama deles, apesar de já está acordado há muito tempo.

--Inacio,você não é mais o mesmo de antes, isso me preocupa amor.

- Meu irmão foi cruelmente assassinado, Rosário; suspira - Apesar de nossas desavenças ele era meu irmão e me sinto péssimo pela morte dele e de muitas maneiras, bastante culpado pelo que lhe aconteceu... Por favor fecha as persianas das cortinas, tô morrendo de dor de cabeça...

Rosário fechou as cortinas Tinha algo muito estranho nisso, seu marido não era de acordar tarde e muito menos de ficar na cama até mais das seis da manhã. Rosário tinha muito medo de que Inácio estivesse com começo de depressão e resolveu fazer apenas o que ele fizera tantas vezes por ela, lhe dar apoio, carinho e acima de tudo compreensão.

--tudo bem amor, eu respeito sua dor,  tudo no seu tempo...

Enquanto isso...

- Pai; diz Tulio para Jack, os dois estão na delegacia - São muitos suspeitos, esse tal Fabian era odiado por muita gente, sorte que a mídia não sabe da existência da carta que ele deixou...

- Nessa carta tem as respostas que procuramos...

- Como assim?

- Nessa carta; começa Jack depois de beber um gole de seu café - Cotem pistas de quem matou o Fabian...

Enquanto isso...

Simone se livrava do corpo de Edson, o que era uma pena, ele teria lhe sido útil em sua vingança contra a filha de seu ex. Mas Edson ousou lhe bater e isso ela não aceitava nem de seu pai.

- Há outras maneiras de me vingar - Se lembra do filho de Cemil e Flávia, enquanto esfregava de leve com as pontas dos dedos seu rosto vermelho pelo tapa que Edson lhe dera - Minha vingança será mais que terrível... Mas Chayene e Laércio me viram matar Edson, de modo que por um tempo terei que sumir... Mas quando voltar, finalmente terei minha vingança...

Enquanto isso...

- Xeque mate; diz Miguel a Isa - Ganhei de novo Bella...

--você é ótimo nesse jogo Mig - Era assim que Isa o chamava; você é muito inteligente, bem que o Gu me disse - Isa sorriu.

- E você é mais bonita do que a Livi me disse; encara Isa por alguns instantes - Seu cabelo é muito bonito, parece seda... É mais bonito do que o céu a meia noite, sem nenhuma lua ou estrelas...

Isa sorriu

Ela se emocionou com a maneira que ele falava, Isa pega nas mãos dele com cuidado e acima de tudo muito carinho, pelo garotinho bem a sua frente, que desconhecia o fato de ser seu irmão mais novo. Seu meio irmão na verdade, filho de sua segunda mãe, a Flávia.

-- eu te considero um grande amigo, um irmãozinho mais novo, eu ia adorar ser sua irmã - Isa disse sem contar a verdade, a disse como se Miguel fosse seu irmão de consideração -- já pensou? Jogariamos meus jogos todos os dias eu até deixaria você ganhar de mim - Ela riu.

- Ia ser legal; pensa um pouco - Mas eu ia sentir muito a falta da minha mamãe, eu não saberia viver sem ela... E também sentiria falta dos meus irmãos e do meu pai, que é o meu herói...

-- eu também não consigo viver sem a minha mãe, eu gosto muito da Safira e do Pascal, eles são maravilhosos e cuidam muito bem de você e dos seus irmãos.

- Isa posso te pedir uma coisa? É que estou meio sem jeito de pedir...

--o que você quiser Mig; Isa ajudava o menino a guardar as peças do jogo.

- É que eu sou muito fã da Flávia Imbuzeiro, desde antes das empreguetes, acompanho a carreira dela desde o ano passado e pesquisei... A carreira dela inteira; diz muito emocionado - Eu queria um autógrafo dela, ela é minha idol... Meus irmãos mais velhos me enchem o saco por isso... E como você é amiga dela, pensei que pudesse conseguir pelo menos um autógrafo dela; o garoto mal podia conter a sua ansiedade - Desculpe - me pelo meu jeito, é que sou muito ansioso...

-- Eu sou muito amiga dela a chamo de mami ela é minha segunda mãe,eu vou ligar pra ela agora por chamada de vídeo pra você falar com ela,por mim... Ela estaria aqui pra você conhece-la,  mas não fique muito ansioso não hein...

- Mal vejo a hora de vê - lá, nem que seja só por chamada de vídeo...

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...