História Amores Verdadeiros - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Gravidez
Visualizações 10
Palavras 280
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Bom.. Isso não é bem o começo da história, mas é mais pra contar o que Eduarda anda escondendo e o que ela aprontou.
Leiam com atenção..
Não quero que façam o que Eduarda está fazendo.
Isso não é nossa solução

Capítulo 2 - Eu sou louca..


Thays acordou escutando barulhos vindo da cozinha, quando foi vê era Eduarda, olhou para Eduarda só que percebeu coisas diferentes em Eduarda, havia marcas de chupões em seu pescoço, e vários arranhões espalhado pelo seu pescoço, Eduarda viu que Thays estava ali, abaixou a cabeça tentando esconder aquelas marcas e correu para o banheiro.

No banheiro 


Eduarda tirou sua roupa e ficou se olhando no espelho, várias marcas roxas pelo seu corpo, vários machucados ainda com sangue em sua bunda, ela via o que tinha se tornado, uma louca. Todo dia a noite ia até casa de Major e tinha relações completamente violentas com aquele homem, era amarrada e chicoteada em busca do prazer, ela nunca se sentiu confortável com aquilo, ela não amava Major ao ponto de se entregar a ele, mas ela necessitava daquilo tudo e tinha que aguentar, até não dá mais. Eduarda entrou dentro bom boxe, ligou o chuveiro e sentiu a água quente descendo por suas feridas, e ardia, ela queria gritar de dor mas não podia, ela via a água caindo no chão um pouco avermelhada por conta do sangue.. Ela se sentou ao chão daquele banheiro e desabou, Eduarda já não aguentava mais aquilo tudo que estava acontecendo, ela queria viver bem, mas aquele passado infernal te perseguia, Eduarda foi no primeiro modo de solução da sua vida, altomultilação, havia cortado seus pulsos, o sangue escorria pelo chão daquele boxe como se fosse água. Depois de um tempo trancada chorando vendo seus pulsos cortados,saiu do boxe, se secou, fez curativos em seus braços e foi para o seu quarto, colocou a roupa que mais tampava seu corpo, deitou em sua cama e adormeceu.


Notas Finais


Obrigado por lê ♡
Até mais ♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...