História Amourshipping Chapters - Capítulo 23


Escrita por:

Postado
Categorias Pokémon
Personagens Alain, Ash Ketchum, Barry (Jun), Bonnie, Brock, Cilan, Clemont, Conway, Delia Ketchum, Drew, Gary Carvalho, Greninja, Iris, James, Jessie, Kenny, Korrina, Max, May, Misty, Paul, Pikachu, Sawyer, Serena, Tracey Sketchit, Trip, Ursula, Zoey
Visualizações 40
Palavras 2.086
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Ecchi, Fantasia, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen
Avisos: Heterossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capítulo pra vocês. Divirtam-se!

Capítulo 23 - Capítulo 22: Os Reforços Chegaram! Campeões e Rivais!


Centro Pokémon, 10 horas da manhã...

Todos estão reunidos no campo de batalha do centro Pokémon para treinarem suas habilidades de batalha e coordenação. No momento, a batalha que está acontecendo é entre Ash e Paul. Estão usando respectivamente seus Torterra e Drapion. Ambos os Pokémon estão bem cansados e ofegantes. Mas Ash tem uma carta na manga que Paul nunca teve a chance de apreciar.

Ash: Ei, Paul. Eu sei que você tem a vantagem de tipos e velocidade superior ao meu Torterra. Mas agora eu gostaria de mostrar uma coisinha pra você. Tenho certeza que vai se surpreender.

Paul: Vamos ver então. Mostre-me sua estratégia, Ash.

Dawn: (Será que ele vai...)

Ash: Vamos lá, Torterra! Prepare uma Esfera de Energia! (Energy Ball)

Paul: Tome cuidado, Drapion.

Ash: Agora, engula!

Paul: Como é que é?

Torterra engole a esfera e um poder enorme é exalado de seu corpo. Com isso, ele fica mais imponente e vigoroso e sua árvore brilha em um tom claro de verde. Todos que estão assistindo ficam surpresos com o que vêem, exceto por Brock, Dawn e Piplup.

Paul: Mas como isso é possível?

Serena: O que que aconteceu com o Torterra?

Dawn: Ele engoliu a Esfera de Energia para aumentar seu poder. Quando um Pokémon absorve o poder de um ataque que tenha o mesmo tipo que ele, todos os seus atributos são aumentados e ele fica mais poderoso. O Torterra fez isso pela primeira vez quando ele era um Grotle, enquanto estava lutando com um dos Cérebros da Fronteira de Sinnoh.

Cilan: Incrível! Não acredito que estou vendo isso pela primeira vez ao vivo e a cores! Essa estratégia abre as portas para novas receitas e sabores! Que reviravolta!

Iris: Não se exalte muito, Cilan. A batalha ainda não acabou. Vamos ver se mesmo com isso, o Torterra irá virar o jogo.

Ash: Tudo bem. Síntese! (Synthesis)

Torterra começa a se curar. Com a ajuda do extrapoder, sua recuperação acaba rápido.

Paul: Ele se recuperou mais rápido do que eu pensava. Não vamos desistir por causa disso, Drapion! Use Míssil de Espinhos!

Ash: Evasiva!

Torterra corre até Drapion ao mesmo tempo que desvia de seus ataques.

Paul: Agarre-o!

Drapion agarra Torterra com suas pinças.

Paul: Presa Venenosa!

Ash: Saia daí usando uma Esfera de Energia!

Antes que Drapion pudesse envenená-lo, Torterra o ataca com seu golpe, que faz o seu oponente soltá-lo.

Paul: Corte Venenoso!

Drapion consegue acertar Torterra, mas a tartaruga quase não sofre dano.

Paul: Parece que a resistência dele aumentou muito também, até mesmo contra golpes super efetivos.

Ash: Vamos acabar com isso, Torterra! Use a Escalada! (Rock Climb)

Torterra ergue uma montanha embaixo de Drapion, e depois vai ao encontro do mesmo correndo em alta velocidade.

Paul: Tente agarrá-lo de novo!

Ash: Pule, Torterra!

Drapion falha ao segurar Torterra, que pula para desviar do oponente. A tartaruga encobre o sol com seu corpo, deixando seu oponente ofuscado pelo reflexo da sombra.

Paul: Essa não!

Ash: Finalize com a Tempestade de Folhas!

Torterra libera um turbilhão de folhas totalmente energizadas pelo extrapoder da Esfera de Energia engolida pelo mesmo. O turbilhão acerta Drapion que cai da montanha e vai de encontro com o chão.

Paul: Drapion, não!

Drapion desmaia.

Brock: Drapion está fora de combate. Torterra é o vencedor! O que significa que o Ash venceu!

Ash: Muito bem, Torterra! Nós vencemos!

Pikachu: Pi Pika Pi!

Torterra fica contente com a vitória e sua árvore perde o brilho, voltando ao normal.

Paul: (Impressionante. O Ash é realmente um treinador incrível. Eu nunca pensaria numa estratégia dessas. Me pegou totalmente desprevenido, mas foi uma batalha justa e divertida.) Não se preocupe, Drapion. Você foi muito bem. Continue mostrando essa enorme força que você tem. Agora descanse um pouco, pois você merece. *Retorna Drapion para a Pokébola*

Ash: Bom trabalho, Torterra. Muito obrigado pela ajuda. *Retorna Torterra para a Pokébola*

Serena vai até Ash e o abraça.

Serena: Parabéns pela vitória, Ash. Foi uma grande batalha.

Ash: Que bom que gostou, Serena. Fiz essa for você.

Serena: Ora, seu bobo... Você é tudo que eu poderia querer.

Ash: Idem.

Ash puxa Serena para um beijo.

May: Que romântico!

Zoey: De fato. Eles realmente foram feitos um para o outro.

Bonnie: Me pergunto quando vai chegar a sua vez, irmãozão.

Clemont: *Corado* P-por favor, Bonnie! Não me deixe encabulado na frente dos outros.

Bonnie: Mas é a verdade. Estou tentando arranjar uma namorada pra você mas você sempre fica evitando!

Clemont: É-é que eu acho que eu ainda não estou pronto pra isso.

Brock: Calma, Clemont. Tenho certeza que um dia, você irá encontrar o amor da sua vida. Eu também passei por isso. Depois de várias rejeições, puxões de orelha e Golpes Envenendaos, finalmente consegui me tornar o homem mais feliz do mundo com a minha Lucy!

Lucy: É isso aí, amor.

Lucy puxa Brock pela gola de camisa e o beija com muita luxúria e vontade.

Iris: Ah, o amor e suas maravilhas!

De repente, Gary aparece correndo no centro Pokémon.

Gary: Oi, pessoal! Tenho um comunicado urgente!

Ash: O que foi, Gary?

Gary: O professor Sycamore e Alain estão chamando todos vocês para o laboratório. Eles disseram que querem alertar vocês sobre a batalha que está por vir.

Ash: "A batalha que está por vir?" Como assim?

Gary: Venham comigo e eu explico.

Gary leva todos ao laboratório do professor Sycamore. Lá dentro, Alain, Mairin e Sycamore recepcionam o grupo.

Sycamore: Até que enfim, chegaram. Precisamos muito de vocês.

Ash: O que houve, professor?

Alain: Lembram-se da batalha que tivemos contra a Equipe Flare na caverna Terminus?

Paul: É claro!

Misty: O que isso tem a ver?

Alain: Ao final de nossa afronta, Xerosic fugiu com outros agentes, antes de deixar a caverna em ruínas. Lysandre não apareceu no campo de batalha, o que significa que ainda não nos livramos por completo deles. Recentemente, recebi uma notícia de Malva dizendo que a Caçadora J foi morta pelo próprio Lysandre após ela sobreviver ao colapso da caverna. Isso nos dá uma vantagem a mais contra eles.

Serena: A crueldade dele realmente não tem limites. Quando fui levada por J, fui torturada e agredida violentamente por ele. Foi horrível.

Ash: Se ele fez isso com você, ele vai se ver comigo. Não se preocupe. Vou fazê-lo pagar por tentar nos matar.

Alain: Calma, Ash. Sozinho, você não pode derrotá-lo. Foi por isso que eu chamei um velho amigo para nos ajudar mais uma vez contra a Equipe Flare. Pode entrar agora.

Uma figura entra no laboratório e revela ser Steven.

Steven: Olá a todos.

May: Esse aí não é...

Drew: Sim, é ele!

Max: Steven Stone, filho do presidente da Corporação Devon e Campeão de Hoenn! E estamos bem na frente dele!

Steven: Vejo que você é um amante das batalhas, não é, rapazinho?

Max: É isso aí, meu nome é Max e eu sou seu fã! Poderia me dar um autógrafo? *Puxa um cadreno*

Steven: Claro!

Steven assina o caderno com seu nome e uma dedicatória.

Max: Obrigado, senhor Stone.

Steven: Por favor, Max. Me chame apenas de Steven.

Alain: Há alguns anos, Steven nos ajudou a acabar com a crise de Zygarde. Com a ajuda de Ash, os líderes de ginásio e a campeã Diantha, Lysandre foi derrotado. Pensávamos que ele tinha morrido, mas agora ele sobreviveu, e está ainda mais perigoso e mais forte.

Steven: Vamos precisar de toda a ajuda possível. Eu também chamei meu pupilo e seu acompanhante. Eles são velhos conhecidos de Ash e seus amigos.

Ash: Quem são eles?

??? 1: Por que você não vê por você mesmo?

???: Já faz um tempão, meu chapa.

Duas figuras aparecem de frente para Ash e seus amigos, revelando ser...

Ash: Sawyer! E Barry! Como vão?

Ash cumprimenta ambos com um aperto de mão.

Sawyer: Estamos muito bem, velho amigo.

Serena: Bom te ver de novo, Sawyer.

Clemont: Eu digo o mesmo.

Sawyer: Igualmente, Serena, Clemont e Bonnie. Vocês todos parecem bem.

Barry: Brock e Dawn!

Brock: Vejo que não mudou nada, Barry.

Dawn: É ótimo vê-lo novamente depois de muito tempo.

Barry: De fato.

Paul: Como vai, Barry?

Barry: Paul está aqui também? Que surpresa!

Paul: Não se preocupe, Barry. Eu mudei meu jeito de ser há muito tempo. Assim como o Ash, vejo você como um amigo de confiança. Claro que eu te achava patético e outras coisas mais, mas agora vejo que você é um grande treinador que está lá por todos que necessitem. Espero que possa corresponder nossa amizade da mesma maneira. Amigos, então?

Paul estende a mão para Barry.

Barry: Claro. *Aperta a mão de Paul* É uma honra.

Alain: Vejo que vocês tem uma história juntos, não é, Ash.

Ash: É verdade. Pessoal, pra quem não os conhecem, esses são Sawyer e Barry. Eles foram meus rivais em Kalos e Sinnoh, assim como Alain e Paul. Ambos são treinadores incríveis que me proporcionaram grandes batalhas. Eles tem experiência em ligas. Eu e Sawyer nos enfrentamos nas semifinais da Liga Kalos, resultando na minha vitória. Já Barry enfrentou Paul nas oitavas-de-final de Liga Sinnoh, mas Paul acabou vencendo com muita facilidade.

Barry: Eu nunca vou esquecer aquela batalha...

Ash: A propósito, como foi que vocês dois se conheceram?

Barry: Bem, depois de Sinnoh, fui pra Hoenn começar uma nova jornada com meus Pokémon. Depois de conseguir derrotar os oito ginásios, consegui ir pra liga local. Cheguei até as quartas-de-final, mas perdi aquela batalha justamente pro Sawyer. Sim, nós nos conhecemos na liga Pokémon. Enquanto as batalhas começavam a se desenrolar, nós nos tornamos amigos, porém com uma leve rivalidade. Depois do torneio, Sawyer me disse que precisava de um assistente para ajudá-lo em futuros projetos de batalhas. Eu acabei aceitando, e cá estamos nós em Kalos. E pra falar a verdade, gostaria de viajar por aqui.

Ash: Você vai gostar, tenho certeza.

Sawyer: Eu também.

Ash: Ei, já que vocês estão aqui pra nos ajudar, por quê não batalhamos? Quero ver o quão forte vocês se tornaram.

Sawyer: Ótima ideia, Ash. Vai ser bom para nos aquecermos para o nosso futuro conflito contra a equipe Flare.

Barry: Vamos fazer uma batalha de duplas então. Nós dois contra você e mais um parceiro. Cada dupla poderá usar um Pokémon.

Ash: Certo. Quem quer ser o meu parceiro?

Paul: Eu terei essa honra.

Ash: Tem certeza, Paul?

Paul: Tenho. Já que a nossa rivalidade cessou e agora estamos mais próximos com a nossa amizade forjada após muito tempo de brigas e desentendimentos, quero provar que eu realmente mudei pra melhor lutando lado a lado com meu novo amigo de confiança. Dessa não vai ser como a batalha em dupla de Hearthome. Agora nós estamos juntos, custe o que custar. Além disso, esses dois provavelmente vão querer uma revanche por suas derrotas. Então vamos dar a eles uma batalha inesquecível!

Ash: Paul... Tudo bem, então. Vamos mostrar a eles o que o nosso time pode fazer!

Paul: Sim.

Os dois apertam as mãos um do outro.

Zoey: Acho que eu estava errada sobre o Paul. Ele realmente está convicto com a mudança.

Brock: Rivais de ontem, amigos de hoje.

Dawn: Eles realmente estão em sincronia. Vamos ver como isso vai desenrolar.

Max: Essa batalha vai entrar pra história!

Mairin: Com certeza!

Sycamore: Tudo bem, então. Quando estiverem prontos, compareçam ao campo de batalha do laboratório!

Ash, Paul, Sawyer e Barry: Certo!

Depois de todos os preparativos feitos, Alain, Steven, Sycamore e os amigos de Ash se preparam para assistir a batalha. Brock vai até o campo para servir de juiz. Ao seu lado está Dawn para jogar a moeda de seu Pokétch.

Brock: A batalha em dupla do time Ash e Paul contra o time Sawyer e Barry vai começar agora! Cada membro da dupla usará um Pokémon. A batalha acabará quando os Pokémon de uma equipe estiver fora de combate. Agora vamos jogar a moeda para decidir quem fará o primeiro movimento. E então, escolhem cara ou coroa?

Ash: Cara!

Sawyer: Coroa!

Brock: Faça as honras, Dawn!

Dawn: Beleza!

Dawn usa o dispositivo de seu Pokétch para jogar a moeda. O lado que foi decidido foi coroa.

Dawn: Coroa!

Brock: Então o primeiro movimento será da dupla Sawyer e Barry.

Dawn volta para a arquibancada.

Brock: Muito bem, treinadores! Mostrem os seus Pokémon!

Sawyer: Tudo bem, Sceptile, pode sair!

Barry: Empoleon, vamos lá!

Ash: Krookodile, eu escolho você!

Paul: Electivire, prepare-se para a batalha!

Brock: Muito bem, treinadores, COMEÇEM!

Continua...

 

 

 

 


Notas Finais


Se vocês gostaram, comentem, favoritem e compartilhem. Qual será o resultado da batalha? Fiquem ligados! O romance e a ação continuam, tá legal? Até mais!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...