História AMPR Gangster 2 0 1 7 - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Hentai, Policial, Sexo Explícito, The Saga Xx
Visualizações 15
Palavras 333
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Esporte, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Luta, Mistério, Orange, Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


AAAAAAAAh, meu deus.

Capítulo 1 - AMPR Gangster 2 0 1 7 - Apresentações.


Fanfic / Fanfiction AMPR Gangster 2 0 1 7 - Capítulo 1 - AMPR Gangster 2 0 1 7 - Apresentações.

AMPR GANGSTER 

2 0 1 7

Olá pessoa que acabou de chegar aqui, meu nome é Amanda. Sou por acaso a dona dessa favela, moro no Rio de Janeiro e tenho 16 anos... Vivi minha vida aqui, por acaso dona da maior e melhor gangue, boto medo em todo mundo e sou a dona dessa bagaça.  Quem são certas pessoas perto de mim?! Ninguém me vence numa troca de balas, nem policiais.

Eu estava no morro recarregando armas, meu bonde está exausto principalmente por ser 4:58 da manhã. Eles são tão estúpidos. Escondi essas armas no meu short jeans e fui para uma noite de festa numa mini-balada no meio dos barracos... Lá conheci ele, o Pedro H. que estava fumando com uma amigo dele e uma mina que aparentava ser forte. De fato no começo nem conseguia sentar perto dele, passou-se um tempo até que eu ficasse bêbada por completo e ele conseguisse se atrair por mim. A garota parecia gostar daquele outro menino que era baixinho.

Eu e o Pedro H. com os amigos deles começamos á beber e a rir como um bando de loucos, ele me arrastou para um canto escondido entre um quarteirão e outro. Nós nos beijamos até tirarmos nossas roupas, nem percebi que minha arma havia caído, até perceber que a policia rondava por lá e eu era foragida. Lógico que eles iriam perceber... Eu peguei minhas roupas e fugi á um outro lugar mas eu me esqueci que tinha deixado a arma cair no chão, a policia pegou e verificou as digitais, eu deixei o Pedro e tirei meus sapatos e comecei outro tiroteio...

Cheguei em casa, e bebi mais um pouco até dormir no sofá. Eu levantei no dia seguinte e tomei um banho pensando no garoto que tinha visto antes, então fui me vestir com uma roupa mais apertadas pois ia fazer compras. Eu encontrei o Pedro. Tentei me aproximar o máximo possível e então quando fomos dar nosso primeiro diálogo...

CONTINUA...

===


Notas Finais


CONSEGUI MANO, FINALMENTE!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...