História An Angel Among Us - Os cupidos também se apaixonam? - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags An Angel Among Us, Anjos, Cupidos, Drama, Fluffy, Mistério, Rivalidades, Romance, Sobrenatural
Visualizações 41
Palavras 1.404
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Heyhey, olha só quem voltou!!
"Ué, mas autora... você não disse que a história tinha acabado??"
Sim, a história acabou... mas resolvi trazer um capitulo bônus, para a alegria de vocês ~grilos~
E também, apresentar a vocês, os dois 'manda-chuvas' que estarão na próxima temporada (´∀`)♡

Quero agradecer a todos vocês, queridos, por acompanharem a história até aqui. Sério, vocês são demais. Até por que é o primeiro romance e, vendo que vocês gostaram, me deram animo para continuar até o final e ainda fazer uma continuação. Se pretendo fazer histórias assim futuramente? Quem sabe? rsrs

Bem, chega de enrolação, aproveitem esse bônus❤❤

Capítulo 20 - Epílogo - Cidade dos Anjos


Fanfic / Fanfiction An Angel Among Us - Os cupidos também se apaixonam? - Capítulo 20 - Epílogo - Cidade dos Anjos

 

||⚫ POVS Queren:

Olhava Rafael caminhando de um lado para o outro, contrariado, resmungando em um idioma antigo, enquanto eu continuava sentada , quase sem forças para me manter em pé. Havia sido muita sorte eu ainda ter alguma graça sobrando após a luta com Loriel, mas o que me deixava mais tranquilo era saber que aquela cupido já estava pagando por tudo que fez.

— Uma de nós.... praticando genocídio... compactuando com demônios... Queren, você tem total certeza do que diz? — questionou novamente Rafael e com certa dificuldade balanço a cabeça. Ele soltou um longo suspiro — Oh Pai! Isso está uma grande loucura ultimamente...

— Ela... já está sofrendo as devidas punições Rafael...

— E quanto aos outros? — ele se aproximou de mim, me encarando friamente — Você citou que havia sentido mais auras. Onde eles estão?

— E...eu... não sei, senhor — respondo francamente e, irritado com minha resposta o Arcanjo pega pelo meu pescoço e me ergue alguns centímetros do chão — Senhor... e... eu tinha... que impedir...

Tentei me soltar, mas estava tão fraca que não conseguir soltar um dedo dele. Sentia o ar saindo pelos meus pulmões.

— A ordem foi clara. Você deveria trazer TODOS os renegados! Pouco importa se está quase sem graça, tinha que trazê-los mesmo assim — seu aperto ficou mais forte — Sabe que terá consequências, não sabe?

— S...s....se...

Antes que perdesse completamente a consciência uma voz interrompeu o local.

— Rafael! Largue-a. Agora — disse a voz, autoritária e no mesmo instante Rafael me soltou.

No chão, comecei a tossir insistentemente, colocando as mãos no pescoço. Quando olhei para cima, o meu 'salvador' me amparou. Miguel.

— O que eu falei sobre esperar as MINHAS ordens? Queren fez o correto então não a cobre — falou Miguel.

— Queren teve uma missão. Uma simples missão! Trazer os renegados de volta, mas falhou! Merece ser punida — rebateu Rafael, irritado, e com uma mão, Miguel desembainhou sua espada e apontou na direção do moreno, o fazendo se calar.

— Eu disse para deixá-la em paz! Lembre-se que sou eu que dou a última palavra — falou Miguel. 

Irritado com a intromissão de Miguel, Rafael acabou se retirando a passos pesados, resmungando em idioma antigo.

Com vergonha, acabei me desvinculando de Miguel, tentando fazer uma breve referência. Uma coisa era ficar humilhada na frente de Rafael ou de outro Arcanjo. Outra era ficar humilhada na frente do Arcanjo mais inalcançável e temido dos céus, Miguel.

— Meu Lorde... m..me perdoe por ser obrigado a me ver nesse estado deplorável — falei miseravelmente — Estou de completo acordo com Lorde Rafael, mereço minha punição por falhar com vocês.

— Queren eu não acho que seja preciso uma punição, pois seu estado atual já é uma — respondeu Miguel me ajuda se levantar — Sei que não estamos nos bons tempos e que não mais a mesma de décadas atrás. Por isso estou dando a você um desconto. Vá e descanse. Recuperesse.

— Não sou a... mesma? Como assim meu Lorde? — questionei, me soltando de ele — Acha que não sou mais tão efetiva quanto antes? É isso?

— Queren não é isso que... — acabei o cortando.

— Tá, assumo estar meio desgastada, mas ainda sim sou continuo sendo a mesma soldado que esteve ao lados dos Arcanjos desde o começo. Agradeço sua misericórdia meu Lorde, mas Lorde Rafael tem razão. Eu tenho um objetivo a cumprir... e não deixarei meu estado me atrapalhar — rebati.

Mesmo com dores, adotei uma postura reta e comecei a caminhar com dificuldade para longe do Arcanjo.

— Pare! Eu ordenei que fosse descansar, não me desobedeça! Queren! — chamou o Arcanjo, mas continuei andando. Por fim o ouvi suspirar — Uma guerra!

Acabei parando.

— Como assim meu Lorde?

— Como percebeu, nosso lar está um caos e prestes a desmoronar. Preciso de você Queren, com força total para me ajudar juntamente com os outros Arcanjos e aliados a botar ordem de uma vez por todas — disse Miguel.

Antes mesmo que eu percebesse, Miguel já estava atrás de mim, com sua mão sobre meu ombro e me fez encará-lo.

— Pretendo contar tudo com mais detalhes mais tarde, então vá descansar Queren — falou.

Fiquei em silêncio por um tempo até dizer:

— Sim, meu Lorde ||

⚫⚫⚫

ღ Semanas depois... ღ

Enquanto esperava Hanael acabei me sentando em uma das mesas de uma lanchonete de estrada e observei a chuva caindo fracamente lá fora.

Já fazia dias desde estávamos andando pelas estradas, indo para a tal cidade protegida, mas, ainda faltava muito pela frente. Hanael disse que eramos para chegarmos há vários dias atrás, mas por sermos anjos, o caminho era mais tortuoso pois sempre tinha algo para atrapalhar.

Mesmo que ele falasse que eu podia descansar enquanto ele cuidava da nossa segurança, mal conseguia pregar os olhos. Sempre me flagrava pensando em Dimitry, em como ele estava, o que estaria fazendo... e se havia se esquecido de mim.

Queria muito poder voltar para seus braços, mas não podia. Ele estaria correndo muito perigo, e isso era algo que não queria, nem para ele, nem para ninguém que conheceu em Spring Valley.

— Ei ruiva, boas novas! Consegui uma carona para nós — disse Hanael se aproximando de mim, trazendo um lanche, no qual mal toco — São um casal de idosos que também estão indo para Woodgreen Pines. Como eles ainda vão fazer o seu pedido ainda temos um tempinho.

Acabei dando de ombros e voltei a observar a chuva.

Após alguns minutos Hanael finalmente me levou para conhecer os gentis senhores. Eles pareciam ser de um área rural pois tinham um sotaque muito puxado, e assim que terminaram com seu almoço os acompanhamos até seu veículo, uma caminhonete de quatro lugares.

O restante da viagem foi tranquila e sem imprevistos. Hanael conversava de modo descontraído com os idosos, inventando sobre sermos um casal de irmãos indo encontrar um parente na cidade. De algum modo, eles acabaram acreditando naquela calúnia e, depois um bom tempo o moreno se voltou para mim, me abraçando de forma calorosa para passar uma impressão ao casal.

— Anime-se Lis... aquele humano vai ficar bem — disse ele num tom baixinho e dou de ombros, suspirando — Sei que está sendo difícil. Mesmo sendo como você, eu podia notar a... química que estava rolando entre vocês — pude notar a breve mudança do tom de voz dele, meio cabisbaixo, mas não falei nada — Se nossa lei não fosse tão dura, aposto que vocês dois seriam felizes juntos.

"Ou ele estaria nesse momento casado com Loriel e eu, continuaria fazendo meu trabalho, sem nunca provar o Amor verdadeiro" pensei, limpando rapidamente meu rosto.

— Concordo sobre a parte dos dois estarem juntos, mas você sabe que não ficaria para trás — ele acariciou gentilmente meu rosto, mas em um gesto rápido o afastei, virando o rosto.

Eu confiava em Hanael, sabia que podia contar com suas intuições, mas depois do episódio do beijo, não conseguia mais sentir outro sentimento por ele a não ser magoa. Além de também, que ainda me lembrava das palavras rudes dele quando nos reencontramos "Fique longe de mim"

— Tá, entendi o recado e respeito sua opinião, mas será que um dia irá me perdoar? — como resposta dei de ombros, não me atrevendo a olhar para ele pelo resto da viagem.

—... Mais uma vez agradeço a ajuda de vocês. Podemos seguir daqui — disse Hanael aos senhores enquanto saímos do carro.

— Tem certeza que não querem que o levamos para o lugar onde pretende ir? Woodgreen Pines é uma cidade enorme, sô! Ocês pode se perder — falou o senhorzinho de macacão cinza e boné — Não vai custar ajudar dois irmão.

— É sério senhor Tyler. Nos viramos a partir daqui — insistiu o rapaz até os senhores se darem por vencido e se despedirem.

Olhei a minha volta. Estávamos na entrada da cidade, e, como o senhor havia dito, a cidade era enorme! Duas vezes maior que Spring Valley. Podia-se ver alguns prédios ao longe, e comércios, árvores... muitas e muitas árvores. Era realmente incrível como aquele lugar se encontrava quase no meio meio do nada.

— Eu sei, eu sei... impressionante, não? — falou Hanael se voltando a mim — Por incrível que pareça, a cidade foi construída por alguém como nós, mas tempos depois, mortais residiram aqui e isso fez com que a cidade se tornasse quase invisível dos céus.

Ainda impressionada acabei assentindo, enquanto o moreno pegou em minha mão e, juntos, começamos a andar.

— Está na hora de você conhecer a tão conhecida Cidade dos Anjos, onde nós, renegados, nos abrigamos longe da tirania de Miguel. 


Notas Finais


Agora sim, é o final da temporada ╮(︶ε︶メ)╭
Miguel e Rafael... O que posso falar deles, sem soltar muito spoiler...
Bem, eles serão muito importante na próxima temporada.

O que será que Woodgreen Pines aguardará para nossos ilustres personagens? Quais perigos encontrarão?
Só adianto uma coisa: Se preparem... ~le toca música de suspense~
----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Até a próxima, byebye♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...