História An Endangered Species - Capítulo 1


Escrita por: e chittapcy

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Kim Taehyung (V)
Tags Especies, Kookv, Pandasgigantes, Preservacaonotopjk, Taekook, Tjkp, Top!jk, Topjkproject, Vkook
Visualizações 142
Palavras 1.929
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ficção, Ficção Científica, Fluffy, LGBT, Slash, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoas! Estou com mais uma fanfic do projeto Top JK. Dêem muito amor à está pequena OS que eu fiz com muito amor e carinho, tenham uma boa leitura! E espero que goste da surpresa no final da história.

Capítulo 1 - Capítulo Único: Pandas Gigantes.


Fanfic / Fanfiction An Endangered Species - Capítulo 1 - Capítulo Único: Pandas Gigantes.

A preservação é um assunto muito polêmico nos dias de hoje, abordando principalmente o cuidado com diversos animais que estão com a etiqueta em vermelho, assim preocupando diversos cientistas e cuidadores destes diversos animais. O mundo onde vivemos sempre passa por uma brusca mudança, atingindo principalmente a natureza e o habitat dos animais presentes nela. Irei ressaltar uma espécie de grande conhecimento. Os pandas gigantes. Conhece? Creio que sim, quem nunca ouviu falar sobre os pandas que nascem na China?

Mas tenho um assunto muito peculiar á se falar, sobre o perigo que os mesmos estão tendo com o mundo. O governo Chinês demonstrou grande afeto com estes pequenos — nem tanto — animais. As diversas leis mudadas juntamente a política que abortaram, fizeram com que os pandas conseguissem viver neste mundo tão bipolar.

Várias décadas de esforços com diferentes escalas, fizeram com que a UICN (União Internacional para a Conservação da Natureza), retirasse o panda da lista de espécie em perigo, vendo que a espécie já estava “vulnerável”.

Esse feito foi conseguido graças a uma ambiciosa estratégia com dois aspectos. Por um lado, as autoridades utilizaram seu lado da justiça para conservar o habitat do panda. Já por outro lado os especialistas obtiveram um grande sucesso na reprodução de exemplares em cativeiro, cujos filhotes de panda passam depois por um processo de adaptação paulatina em diferentes centros e reservas naturais antes de serem colocados em liberdade.

Então vamos abordar este assunto juntamente com Jeon Jeongguk. Tendo seus 28 anos de idade, trabalha no Centro para a Pesquisa e a Reprodução do Panda de Chengdu, a principal instituição criada pela China para estudar, proteger e realizar sua criação em cativeiro.

O mesmo estava em mais um dia comum como os outros, sentado em seu sofá enquanto mexia em seu computador. Os dias que passara estudando sobre as milhares de planos para abortar a extinção do panda gigante, as olheiras eram vistas de longe, mas ele amava este amado trabalho.

Pode até ser meio louco, já que muitas vezes fora chamado assim. Mas o que ele pode fazer se sempre sonhou com isto, hoje o jovem com originalidade e descendência coreana, está alojado na China. Foram meses para aprender a língua nativa. Todavia, com muito esforço conseguiu se adaptar.

A tão amada empresa que trabalha hoje, se localiza na China, e quando o mesmo recebeu a resposta positiva para começar o seu novo trabalho, se esforçou muito para aprender todas as coisas necessárias para se alojar na China.

O jovem é conhecido como o funcionário mais famoso de todo o Centro, já que sempre se dedicou em níveis extremos, ajudando todas as espécies que tenham algum risco em deveras altura, já que existem etiquetas específicas para cada nível de perigo de extinção.

Sempre solucionou todos os problemas, todos os problemas que nenhum outro funcionário do Centro tenha pensado ou passado pela sua mente a ideia de exercer tal plano. Jeon, conhecido como o funcionário de ouro, sempre tinha suas escapatórias para o bem melhor da espécie.

Era cansativo, todos sabemos o quão difícil deve ser trabalhar durante o dia e a noite, pensando em diversas coisas para diversas espécies pelo mundo todo, e agora estava com um novo caso muito mais sério, que tinha que impor total atenção nesta espécie. Os pandas gigantes.

Atualmente seu habitat é na China, onde os mesmos tem seu próprio espaço, em zoológicos ou em centros de preservação com animais em perigo ou preservação da natureza, que é o caso do jovem Jeon.

Quando receberá na semana passada o seguinte aviso que a espécie de pandas estava em risco de extinção, ativará todas as forças especiais, que estejam na justiça ou no Centro. Ele estava a horas pensando em diversas alternativas para salvar a pobre espécie que era amada por milhares de pessoas pelo mundo todo.

Suspiros e mais suspiros eram proferidos rente aos lábios róseos levemente ressecados, de cinco em cinco segundos o músculo molhado passava rente aos mesmos, molhando-os e hidratando-os. Os dedos não paravam, eram frenéticos nas teclas do computador. O cansaço consumia-o, mas ele não deixava-se por perder.

Seu melhor amigo, Min Yoongi, também era um dos funcionários do Centro para a Pesquisa e a Reprodução do Panda de Chengdu. Acolheu Jeon muito bem quando o mesmo chegou na China sem nem ao menos saber como se enturmar. Mas, aos poucos fora ganhando diversos amigos e colegas de trabalho.

Já estava chegando 12:00, e o horário de trabalho de Jeon estava mais perto, faltava 45 minutos para o começo do mesmo. O jovem ainda se encontrava em sua sala no Centro. Sim, ele não passava muito tempo em seu apartamento, sua vida era dedicada em seu trabalho.

O mesmo estava ansioso, seu amigo tinha falado que uma experiência que estavam fazendo poderia ter dado certo, além de estarem tentando tirar os pandas gigantes de perigo, também tinha a parte onde estavam tentando reproduzi-los o mais rápido possível, de uma forma meio anormal.

Jeon estava confuso, como uma forma anormal poderia ser reproduzida? Não estava entendendo seus colegas de trabalho, mas deixou de lado, enquanto a curiosidade corroía-o por dentro. Resmungo frustrado, esperando seu turno começar.

Pena que Jeon não é de se esperar e logo saiu de sua sala, andando pelos corredores do Centro, vendo diversas espécies de animais pelos vidros temperados, sendo devidamente cuidados com carinho e compreensão, algo que era prioridade no Centro. Não tardará por encontrar seu amigo, logo perguntando o que o mesmo estava escondendo de si, o que tinha para o mostrar.

— Min Yoongi, poderia falar para mim o que tanto esconde? Você sabe como sou curioso neste quesito, não me faça esperar tanto — resmungou para seu amigo baixinho, logo recebendo uma risada divertida em resposta.

— Acalme-se Jeon, creio que o que você verá hoje, saiba que será a espécie que irá cuidar, já que colocarei ele sobre seus cuidados. — Sorriu divertido.

E antes que Jeon pudesse proferir mais alguma coisa, o sinal que fora ativado alertando que as pessoas do turno de madrugada poderiam sair e voltarem para suas casas, cortou-o. Não deixando-o falar mais nada.

— Venha Jeon, vamos comer e depois iremos para o laboratório onde os outros estão ajustando algumas coisas e conferindo se tudo está ok com o DNA. — Jeon apenas assentiu e seguiu seu amigo baixinho para a praça de alimentação.


— B —


Suspirou profundamente, suas mãos estavam suando frio, enquanto entrava com o Min, usando as roupas necessárias para o laboratório, já que lá, mexiam com muitas coisas que precisavam de total conservação. Era obrigatório máscara e luvas, sendo que tudo esteja higienizado devidamente.

Quando pusera os pés dentro do laboratório, a visão do jovem Jeon se voltou para os funcionários que estavam discutindo algumas coisas, apenas chegou perto, cumprimentando todos e escutando em total atenção seus colegas de trabalho.

— Pensamos em fazer uma coisa nova, pensamos em uma nova era de evolução da espécie, ainda terá a espécie constituída em animais, mas também podemos acrescentar esta nova espécie como rara já que serão muito pouco. — Pronunciou Hoseok preocupado.

— Sim, tanto que pelo menos até o habitat deles estiverem totalmente límpido e protegido de caçadores, poderemos parar com a produção e incentivar os pandas a se reproduzirem. — Falou o Min, entrando na conversa.

— O cio dura só poucos dias por ano, as fêmeas têm um período de receptividade de 24 a 72 horas e os pandas são muito preguiçosos. Apesar de termos conseguido aumentar essa porcentagem até 25% com diferentes exercícios destinados a fortalecer a pélvis e até mesmo produzir vídeos sexuais destinados a despertar a libido e “informar” os pandas sobre como acasalar. — Park Jimin até então se pronunciou, relatando um problema que estão tendo.

— A maior ameaça reside no desaparecimento do habitat do panda, então decidimos proteger as exuberantes florestas de bambu, já que ela é 99% da dieta do panda. — Jeon por um momento pensou no que Namjoon falou, logo assentindo a decisão dos mesmos. Desta forma conseguiriam salvar a espécie.

— O Governo também conseguiu envolver as comunidades rurais na proteção dos pandas, criando corredores especiais e programas de turismo ecológico que significam uma boa fonte de renda — falou Seokjin contente com a preocupação que o governo está tendo com a espécie.

— Certo, vejo que estamos progredindo rápido, assim vamos conseguir tirar os pandas da faixa de perigo. Mas agora, o que tanto queriam me mostrar? — Indagou Jeon, curioso com a surpresa que queriam fazer para o mesmo.

— Jeon, percebemos que conseguimos extrair o DNA do panda e com isso criamos um panda diferente, digamos... peculiar. — Jeon franziu o cenho diante da fala de Seokjin, o que o mesmo estava querendo indagar com tudo isto?

Apenas ficou em silêncio, assim como todos os presentes no local, os únicos barulhos que escutavam eram os sapatos de Seokjin em contato com o chão de mármore do laboratório. O último citado estava em frente à uma porta que dava acesso ao lado exterior de um novo gramado alojado para pandas, que não tinha nenhum animal residente ali ainda.

Com um gesto de mão, Seokjin chamou Jeon e assim o último citado fora de encontro ao mais velho. O loiro abriu a porta para Jeon, empurrando o mesmo para o interior do alojamento. Estranhou esta atitude, mas seu olhar espantado e curioso se voltou para um pequeno ser. Que estava sentado no gramado verde, brincando com alguma coisa que não conseguira enxergar.

Em passos cautelosos, Jeon se aproximou da pequena criatura — nem tão pequena — se agachando de frente para a mesma. As madeixas castanho claro, as orbes castanhas, os traços angelicais, a pele bronzeada, tudo era perfeito e bizarro ao mesmo tempo. Pela mente de Jeon se passava diversas coisas, até ver duas orelhas preta e branca acima da cabeça do jovem em sua frente, assim como o pequenino rabinho felpudo branco, de formato circular. O jovem olhará para Jeon, tombando sua cabeça para o lado em sinal de confusão.

— O-O..lá — A pronúncia era difícil pelo jovem, mas Jeon achou gracioso uma criatura assim falar.

— Jeongguk, este é Kim Taehyung, o primeiro protótipo de espécie humanística de panda. Ele ainda precisa passar por mais algumas baterias de exames e cuidados, assim como a aprendizagem dele, que eu e os meninos deixamos em sua responsabilidade. Espero que tenha gostado da surpresa. Ele é o primeiro híbrido de panda do mundo inteiro, feito pelo nosso laboratório, depois de meses com diversos testes que deram errado, conseguimos criar Kim Taehyung. — Uma voz robótica se fez presente pelo local onde estava Jeon e o híbrido. Jeon apenas assentiu maravilhado com o que seus olhos estavam vendo.

A pequena criatura, olhava para todos os lados tentando entender de onde aquela voz viera, era adorável de se ver o jovem Kim, perdido, como se fosse uma criança. Jeon apenas sorriu pequeno, acariciando as madeixas castanhas do Kim.

— Bem-vindo ao mundo pequeno, eu irei cuidar de ti com todo o amor e carinho, entendeu Tae? — Jeongguk já estava pensando em diversas coisas para ensinar ao pequeno híbrido, recebendo um sorriso quadrado inocente e lindamente perfeito, aos olhos de Jeon e de muitos do Centro.

— O-obri...g..gado — A voz levemente rouca, agradeceu, e manhosamente o corpo do jovem abraçou Jeon, passando ambos os braços ao redor do pescoço do mais velho.

Parece que Jeon Jeongguk tinha uma nova espécie para cuidar, com todos os dias ou meses de pesquisa para ajudar a espécie de panda gigante, acabara ganhando um novo desafio. Uma espécie linda, e Jeon poderia não afirmar agora, mas…

Amaria esta espécie, mais do que um simples cientista, e sim como um verdadeiro, ou melhor, um futuro namorado.


Notas Finais


Então foi isto pessoas, espero que tenham gostado. Eu estudei muito para desenvolver este plot e o grande significado dele, preservem o ambiente e cuidem bem dos animais!

Queria agradecer a minha capista @miyosin e minha beta @Nevill

Obrigada meninas!

Até a próxima história leitores. Visitem o perfil do projeto @TopJKProject


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...