História An impossible love - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 43
Palavras 1.060
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiee voltei 😂❤ eu demorei pra postar pois é aquele negócio criatividade vem, criatividade vai. Eu tô tentando melhorar a fanfic, então se tiverem opiniões ou críticas construtivas podem falar vai me ajudar muito.

Boa
Leitura❤

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction An impossible love - Capítulo 2 - Capítulo 2

Finalmente acabou as aulas já não estava mais aguentando ficar lá ouvindo aqueles professores falando, eu realmente gosto de estudar, mais tem uns professores que da vontade de matar.

Mary tá animada para ir pra balada, eu nem tanto nem sei por que inventei isso, eu só queria dormir e comer até morrer.


- Scarlatt chegamos - Mary disse 


- Ah sim, cara eu nunca mais quero andar de ônibus


- Nem eu, mais você sabe que estou de castigo 


- Pois é né bendita hora que você foi fazer merda - disse e ela revirou os olhos 


Mary é uma menina bem bonita, olhos castanhos com os cabelos ondulados que chega mais ou menos na cintura.


-  Eu sei que sou gostosa, não precisa ficar me admirando 


- Também sei que você é muito ridícula 


Quando entramos fomos diretamente para o quarto, sei que mary demora um ano pra se arrumar. São exatamente 19:00 temos 4 horas pra nós arrumar, já que o Willian vai nos busca as 22:00.


- Scarlatt volta pra realidade querida -  desde de hoje de manhã tô bastante perdida nos meus pensamentos


- então trouxe alguma roupa - disse ela se jogando na cama 


- claro né baby, sempre estou preparada pra tudo - falei  mostrando um vestido preto, que fica muito bem em mim.


- típico da querida Scarlatt, bom vamos escolher o meu - falou pegando um monte de vestidos do guarda roupa 


Já vejo que vamos passar as duas horas tentando escolher um vestido bom pra ela, Mary gosta muito de moda tanto que ela vai fazer faculdade de estilista.


[...]


Acabou que a Mary ficou com um vestido vermelho bem bonito, e que também marca bastante suas curvas.


- Ei mary me esqueci do meu salto me empresta um? 


- claro, pega aquele ali - disse apontando pra um salto preto lindo - você só não esquece a cabeça por que é presa no pescoço 

- valeu vaca 

- de nada cachorra

 Fui ver a hora no meu celular e já eram 21:55 eu e mary descemos pra esperar lá em baixo, quando ouvi um baralho de buzina.


- Meu Deus eu estou vendo o paraíso - disse Willian - sinceramente se vocês não fossem minhas amigas eu pegava


-  Cala a boca ai William, tu nem pega gripe imagina garotas - john disse chegando perto da gente 


-  Sonhar é bom willian - mary disse rindo 


- Ain tadinho dele mary, deixa ele se iludir um pouco vai 


- Vocês tão magoando o gostosão do grupo, que desperdício


- ah parem de viadagem e entrem logo no carro - falou john


 Entramos todos no carro do john, ele era o mais velho de nós ele tem 20 anos repetiu uma vez, ele está em segundo lugar dos garotos mais bonitos da escola ele é alto, com olhos verdes e pele branca, as vezes chamo ele de pálido pra irritar ele eu amo irritar as pessoas é um dom fazer o que.


[...]


Chegamos na balada, que no caso era proibido pra menores de 18 anos, eu e mary temos 17 e willian 19 então eles sempre dão um jeito da gente entrar, tinha muitas luzes por fora, imagine por dentro.


Entramos na balada e já cenas que eu realmente odeio nas baladas, as pessoas literalmente se comendo, umas piranhas dançando só pra ganhar dinheiro, uns drogados e essas coisas de balada.


- vem Scarlatt vamos dançar - disse mary e nem tive tempo de reagir o jeito é dançar mesmo.


Começamos a dançar no ritmo da músicas, dando umas rebolados de leve, quando sinto uma mão na minha cintura, quando me viro pra ver quem é, vejo um moreno um pouco mais alto que eu, de olhos castanhos e seus cabelos meio liso ele realmente era muito bonito. Depois de dançamos muito fomos nós sentar em um sofá da li.


- então como você se chama? - ele perguntou 


- Scarlatt e você?


- Daniel, prazer em te conhecer Scarlatt 


- o prazer é todo meu - ele não era de se jogar fora, será hoje meu dia de sorte?

-veio sozinha?

- Não eu vim com uns amig.... - antes que eu pudesse falar mary atrapalha 


- aí miga, já tá pegando alguém e não me chama, Oi moreno lindo - ela não é nem um pouco oferecida né - não vai apresentar ele Scarlatt 


- Ah, mary esse é o Daniel, Daniel essa é a mary minha melhor amiga 


- prazer Daniel 


- prazer mary


- bom já apresentei, o que você quer mary? 


- só vim fazer companhia com a minha melhor amiga - ata sei 


- vou fingir que acredito, onde estão o John e o willian?


- ah devem tá comendo alguma piranha por aí 


- quem são eles? - Daniel perguntou, tinha até me esquecido dele


- ah o john e o Willian são meus amigos 


- entendi Scarlatti, vamos ali rapidinho 


- ah ok 


- Usem camisinha se forem transar - já disse que ela é  ridícula? 


O Daniel pegou minha mão e foi me guiando até um corredor.


- sabe Scarlatt o que eu tava com vontade de fazer desde que te vi 


- o quê?


- isso. 


Ele me puxou pela cintura, e quando dei por mim já estávamos nos beijando, não posso mentir que  Beijo dele é muito bom, ele pediu passagem e claro que cedi, quem não cederia, o Beijo já tinha ficado intenso, eu odeio ter essa perca de ar acaba com o momento, com um  tempo fomos nós afastamos.


- você não sabe como adorei beijar você


-estou me sentindo honrada, vamos voltar pra lá é melhor


- Ok mais um dia ainda quero repetir a dose viu 

Eu e Daniel conversamos sobre muitas coisas, temos bastante coisas em comum quando cheguei lá em baixo não vi uma cena muito bom o Richard comendo uma piranha a mary vendo tudo aquilo, que ódio desse garoto.


- Vamos embora mary - disse dando um abraço nela - você não é Obrigada a ver isso, willian leva agente em casa por favor 


- clado tudo pelas minhas princesas, ah mary não fica assim, manda ele é se fude e segue tua vida - William disse

- eu disse isso pra ela, bom vamos mary - ela concordou comigo ainda abraçada com ela 

[...]



 


Notas Finais


Foi isso gente ,podem deixar aí suas opiniões, no que devo melhorar, eu revisei esse capítulo umas mil vezes pra não ter um erro, mais se tiver me desculpem. Estou tentando o máximo pra essa fanfic ficar boa. Eu tô pensando no próximo capítulo narrar um pouco o Richard o que acham?

https://www.spiritfanfiction.com/historia/amount-due-amount-13951674

Leiam essa fanfic é muito boa, de quem pediu e eu não divulguei me desculpem coloquem aí o link pra no próximo capítulo eu debulhar um bjo pra vocês♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...