História An Intense Way To Love You - (Jikook) - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Blackpink, IU, SHINee, TWICE
Personagens Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jeongyeon, Jinki Lee (Onew), Jisoo, Jonghyun Kim, Jung Hoseok (J-Hope), KiBum "Key" Kim, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lee Ji-eun "IU", Lisa, Min Yoongi (Suga), Minho Choi, Nayeon, Park Jimin (Jimin), Rosé, Sana, Taemin Lee
Tags Jikook, Kookmin, Namjin, Taeyoonseok
Visualizações 24
Palavras 3.110
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade, Mutilação
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Capítulo 18


Anteriormente 

Lee - Esperem! Precisamos conversar - fala olhando nos olhos dos mais novos a sua frente e tomando seu chá.

Atualmente 

Jimin - Sério omma? Sobre o que? - falou dando um de desentendido.

Lee - O Bang me ligou hoje, ele falou sobre uma briga.

Jimin - É, muitas brigas naquela escola.

Lee - Park Jimin, não dê uma de sonso com sua mãe! Eu sei muito bem que você brigou com uma garota aí.

Jimin - Aigo, o Bang é muito fofoqueiro!

Lee - Pelo menos ele me contou, diferente de você que nunca iria fazer isso.

Taehyung - Isso tudo é só para chamar a sua atenção tia.

Lee - Não vem ao caso, eu só quero uma boa explicação!

Taehyung - Tia foi só o Jimin e a Jeongyeon.

Lee - A, de novo, Jimin?

Jimin - Ela que me agrediu primeiro.

Lee - Pelo menos não saiu apanhado.

Jimin - Espero que o Bang também tenha falado do castigo.

Lee - Ele falou, e eu fiquei de acordo.

Taehyung e Jimin - O que???

Lee - Eu já tô imaginando as duplas aqui. Jin vai ficar com o namorado, Taehyung com os dele e Jimin vai ficar com quem, hein??

Taehyung - Jungkook! Mais do que perfeito.

Jimin - Não sei não, ele pode ficar com um dos amigos.

Taehyung - Eu não vou deixar a oportunidade de ficar com meu dois boys não, Jimin. A gente pode dar uns pega enquanto limpamos a nossa parte.

Lee - Jin também não, com toda certeza.

Jimin - Aigo vou tomar um banho. Tchau para vocês ae.

Taehyung - É lá vai Jimin refletir durante o banho.

Lee - Todo dia isso meu pai.

Jimin - Vocês dois me deixem, ok?

Sobe as escadas e vai para seu quarto, onde vai para o banheiro e começa o banho.

Enquanto isso

Lá estava o quarteto de jovens rapazes indo para casa de Jungkook e Hoseok. Jungkook estava sentindo uma sensação de cansaço, tanto que tomou a decisão de ir dormir assim que chegasse em casa.

Jungkook - Meninos eu vou me deitar um pouco, estou cansado.

Todos - Ok, kook.

Hoseok - Não quer comer logo?

Jungkook - Não, tô sem fome.

Namjoon - Ok, vai lá garotão.

Hoseok - Namjoon é muito babão. Meu Deus.

Namjoon - Aish.

Jungkook - Deixem o Nam, gente.

Yoongi - Ala o defensor dos indefesos. - Balaça a cabeça e vai em direção ao quarto. Se deita, coloca seus fones, em sua playlist coloca a música "Fools" e logo adormece. Pouco tempo depois ele começa a se remexer um pouco, estava tendo um pesadelo, com suas lembranças.

O pesadelo

Jungkook tinha seus 15 anos outra vez e estava no carro junto de Hoseok, Sun-He, sua mãe e Jeonyeol, seu pai. Estavam tudo bem como sempre era, o carro estava animado, já que todos da família era a alegria em forma de seres humanos. Jungkook estava conversando com sua recém-namorada, quando é chamado a atenção.

Sun-He - Kookie, meu neném, saia um pouco do celular.

Jungkook - Ah omma, estou falando com a Ji-eun.

Sun-He- Meu filho, tome cuidado com essa moça, ela não me parece boa pessoa. Ela tem uma aura não muito boa.

Hoseok - Já falei isso para ele, omma, mais ele não ouve.

Jungkook - Omma a senhora e o Hobi devem estar só enganados, a Ji-eun é bem legal e carinhosa.

Sun-He- Só tome cuidado com ela, não quero te ver triste por causa dela.

Jungkook - Okay omma, mais a senhora vai ver como ela é - seu pai apenas o observava pelo retrovisor do carro. A verdade era que todos da família não gostavam muito da garota.

Sun-He- É você, Hobi , ainda está solteiro?

Hoseok - Oh sim, omma. Acho que não é o momento certo para eu focar em relacionamentos.

Jeonyeol - Como anda as aulas de dança, meu filho? - o pai se pronunciou.

Hoseok - A appa, eu estou me esforçando muito, para orgulha-los na apresentação.

Sun-He- Ah que coisa boa, meu anjo.

Jungkook - Hobi hyung me ensinou alguns passos de dança.

Hoseok - Ele aprendeu direitinho.

Sun-He- Oh que ótimo, meus filhinhos! - fala apertando as bochechas dos filhos.

Jeonyeol - Amor se controle.

Sun-He - Aigoo, Jeonyeol - cruza os braços, todos do carro dão Sun-Herisadas da forma como a mulher fala, igual uma criança.

Jeonyeol - Appa está muito lindo na nova coleção da revista - fala olhando a revista que seu pai havia sido fotografado. Jeonyeol era modelo e muito famoso na Coreia, Sun-He também era bem conhecida, era atriz de diversos doramas famosos.

Sun-He- Seu pai, sempre foi lindo, tenho ótimo gosto. - se gaba.

Jungkook - Olha Appa, como o senhor se saiu bem - o mais novo falou e o olhar do mais velho vai na direção da revista após parar o carro no encostamento, porém enquanto olhava o seu desempenho, não viu o carro descovernado que vinha naquela direção, mais quando Jungkook levantou o olhar para frente o viu - APPA O CARRO!

Quando o pai de Jungkook virou não deu nem tempo de sair da direção que aquele carro vinha e só sentiram o impacto da batida, já após uns 8 minutos e fora do carro, com muita dificuldade, Jungkook tentava puxar o irmão que estava ao seu lado com certa dificuldade por ele estar desmaiado, Jungkook tinha apenas alguns arranhões entre eles um em sua bochecha esquerda. Quando já tinha tirado o irmão, foi na direção dos pais na frente do carro onde estava bastante danificada, ao puxar a porta do carro apenas o resto abriu, a batida foi com muito impacto, quando abriu viu umas das piores cenas que já podia ter visto na vida, seu pai estava todo ensanguentado e já sem vida, chorava descontroladamente, já sua mãe estava com as pernas presas e sangrando muito, para ter a certeza que ela ainda estava viva, entre as lágrimas, ele olhou a pulsação da mais velha, foi quando o mundo para ele desabou, os seus dois pais estavam mortos em sua frente.

Jungkook - Omma!! Appa!! - falava entre soluços por conta do choro e abraçando sua mãe que estava a sua frente sem vida, Jungkook sentia que aquilo foi sua culpa, pois ele que havia pedido para o pai olhar a revista e na cabeça dele, aquilo fez o pai perder a atenção a frente, porém, ele não tinha culpa alguma do acidente, o carro já estava parado, mais o outro carro não quis sair da direção, parecia proposital, mais nada disso era o que o Jeon mais novo pensava, ele chorava, chorava muito e falava consigo mesmo baixinho - É tudo minha culpa... É tudo.. Minha culpa - falava com dificuldade e entre muitos soluços, pouco tempo depois ele começou a ouvir barulhos de sirenes, ele foi até seu irmão mais velho e o abraçou, ele continuava desmaiado, Jungkook estava derramando um rio de lágrimas, quando viu chegar duas ambulâncias e duas viaturas.

Jungkook despertou ofegante, e com lágrimas nos olhos. Colocou as mãos em sua cabeça, e não segurou mais as lágrimas.

Jungkook - Me perdoem... omma e appa, eu não queria ter feito isso - ele estava sentindo uma dor grande, não física, mais na alma, ele queria aliviar essa dor. Ele foi até o banheiro pegou uma lâmina, que havia guardado, antes de seu irmão pegar todas de seu banheiro no dia anterior . Ele começou a se cortar, fez exatamente 13 riscas em um dos braços e logo depois 10 no outro, aquilo não foi o bastante para aquela dor passar, ela continuava e mais forte ainda. Jungkook iria cortar mais fundo, na esperança de acertar sua veia e acabar logo com aquela angústia e dor, até chegou perto, porém do nada, veio a cena do sorriso que Jimin havia dado poucas horas atrás, em sua cabeça, ele não conseguia mais se mutilar, era como se aqueles risquinhos quando Jimin sorria o impedisse, era estranho para o mais novo, diria que era algo diferente do que já houvesse acontecido antes. Como não conseguia fazer o que pretendia, se sentou no chão do seu quarto, e continuando deixando suas lágrimas caírem cada vez mais e ficando sem forças. Estava tão desesperado que não percebeu que a porta do seu quarto estava destrancada. Já na cozinha, Hoseok estava estranhando seu irmão dormir tanto tempo, então resolveu ir vê-lo.

Hoseok - Meninos eu volto já, vou só dar uma olhada no Kook.

Namjoon e Yoongi - Ok Hobi.

subiu as escadas e foi até a porta do quarto do mais novo, viu que estava aberta e apenas adentrou o quarto, dando de cara com a cena de seu irmão no chão ainda enseguentado pelos recentes cortes e quase desacordado pela perda de muito sangue.

Hoseok - Jungkook! - correu e agachou-se em frente ao irmão - O que houve??Meu Deus, vocês tá sangrando demais! NAMJOON, SUGA!! Ai, Kook não desmaia, olha pra mim - falou levantando a cabeça do mesmo e fazendo o mesmo o olhar.

Yoongi - O que houve? Aí meu Deus!

Namjoon - Yoongi liga para o hospital para mandarem uma ambulância!

Yoongi - ok - pega o celular e digita o número rapidamente, enquanto Hoseok e Namjoon tentam manter Jungkook acordado.

Namjoon - Hey Jk, mantenha-se acordado.

Jungkook - O... - estava delirando - ...Jiminie...Sorriso.

Yoongi - Estão vindo.

alguns minutos depois

Jungkook já se encontrava de olhos fechados quase desmaiado quando a ambulância chegou, na ambulância foi ele e Hoseok, os outros dois iriam de taxi. Jungkook foi levado para fazer exames e os outros garotos o esperavam do lado de fora da sala , onde o mais novo se encontrava. Estavam desesperados por conta da preocupação que sentiam.

Namjoon - Vocês não tinham tirado todas as lâminas??

Yoongi - Sim, a gente tirou, mais eu acho que aquela ele tinha escondido bem.

Doutor - Com licença? - chega um homem alto, de cabelos morenos e com seu jaleco branco numa mistura com o preto da roupa por baixo, era totalmente elegante e lindo - Sou Dr. Beom Seok.

Hoseok - Ah doutor, sou Jung Hoseok, irmão do Jeon.

Beom - O menino Jeon, desmaiou não apenas pela perda de sangue e sim por não estar comendo adequadamente, então juntou a perda do sangue e pouca alimentação acabou desmaiando. Não foi nada de grave, só precisamos que ele fique aqui esta tarde e talvez até amanhã meio dia no máximo, precisa de uma transfusão de sangue, algum de vocês tem o mesmo tipo sanguíneo?

Namjoon - Eu tenho. Eu faço a transfusão.

Beom - Então, preciso que o senhor me acompanhe para podermos fazê-la, senhor?

Namjoon - Kim Namjoon.

Beom - Então vamos, Namjoon.

Namjoon pov

Esse médico, me parece familiar, ele parece com alguma pessoa, só não me lembro quem. Acho que é só coisa da minha cabeça mesmo, estou esperando a enfermeira preparar tudo para eu ir tirar o sangue, aqui na sala do doutor.

Beom - Bom, Namjoon. Sua idade?

Namjoon - 19.

Beom - Ah sim, você tem a idade de meu filho mais velho. Ele é um menino de ouro, mas não estamos mais juntos.

Namjoon - O que houve? Oh, eu estou sendo intrometido.

Beom - Não, Namjoon, tudo bem. Eu perdir minha esposa e meus filhos depois que aprontaram para mim à algum tempo atrás.

Namjoon - Como assim?

Beom - Ah meu irmão, fez com que eu e ela nos separarmos e eles hoje em dia me odeiam.

Namjoon - A sinto muito.

Beom - Tudo bem. Mais me fale sobre você, Namjoon.

Namjoon - Ah eu estou estudando o último ano, namoro um garoto incrível e pretendo ser professor de inglês e quem sabe até compor.

Beom - Oh inglês? Aqui temos um bilíngue. Fez curso?

Namjoon - Não - solto uma risada - Aprendi assistindo Friends. Mais depois estudei por que me interessei.

Beom - Nossa - começa a soltar uma risada diferenciada - Isso é diferenciado. E escrever músicas é para pessoas talentosas, e imagino que você seja esse tipo de pessoa - fala dando um sorriso singelo.

Enfermeira - Doutor, está pronto.

Beom - Ok, vamos Namjoon - se levanta e eu o acompanho.

Algum tempo depois

Terceira pessoa pov

Depois da transfusão feita, Jungkook havia acordado e os três garotos já estavam aclamados, foram até o quarto onde o mais novo se encontrava.

Os três garotos - Kook! - falam e correm até o mesmo logo o abraçando com força.

Hoseok - Garoto, a gente tava preocupado contigo - fala dando um tapa em sua nuca.

Jungkook - Aí Hobi! Desculpa, eu não quis...

Hoseok - Tudo bem meu anjinho!

Yoongi - Cara, não me dá mais um susto desse.

Hoseok e Namjoon - Verdade - assente.

Hoseok - Você precisava ver como o Suga tava tremendo de medo - todos riam menos Yoongi, o mesmo que olhava com um tipo de olhar mortal.

Yoongi - Você poderia fazer o favor de calar sua boca, meu querido?

Namjoon - Todos nós estávamos com medo.

Jungkook - Sinto muito, eu não queria preocupar vocês - fala com o har desviado para o chão, não tinha coragem de olhar nos olhos dos seus hyungs se sentia culpado.

Yoongi - Kook, tá tudo bem, só queremos seu bem estar - na cabeça de jungkook ele estar bem era quase impossível, mais assentiu.

Hoseok - Bom esta quase perto das quatro, vocês podem ir para casa eu fico com meu irmão.

Namjoon - Não. Você vai pra casa junto do Yoongi, tome um banho, coma e durma um pouco para relaxar um pouco.

Hoseok - Amas-

Yoongi - Vamos, Hope - Yoongi sai puxando o mesmo.

Namjoon - Hello Koko! - falou depois de alguns segundos, com o pensamento de animar o mais novo.

Jungkook - Nem começa, Nam hyung.

Namjoon - A but why, Koko?

Jungkook - Namjoon pode parar!

Namjoon - Let's Talk! - Jungkook o olha sério - What's up, huh?

Jungkook - Você sabe que eu não sei muito de inglês e fica assim, se você é bilíngue que bom, mais eu não sou!

Namjoon - Angry - fala rindo da cara do mais novo - Calma Koko.

Jungkook - Koko não!

Namjoon - Jimin pode fazer apelidinhos né?!

Jungkook - Oxe.

Namjoon - Eu vi Jeon Jungkook. Vocês dois só nos apelidinhos.

Jungkook - Amigos não podem ter apelidos??

Namjoon - Poder até pode, mais o caso é que só ele pode.

Jungkook - Mais vocês me chamam de Kook.

Namjoon - Mais kook é diferente de Jungkookie. Kook é só uma abreviação como JK, enquanto Jungkookie é um apelido carinhoso.

Jungkook - Para com isso, Namjoon. Não tem nada a ver, isso tudo aí.

Namjoon - Claro que não, imagina se tivesse. Ah sim e você falou o "apelidinho de amigo" dele quando tava delirando.

Jungkook - De quem?

Namjoon - Do Jimin, né Jungkook.

Jungkook - Nossa que grosso.

Namjoon - Você falava o Jiminie e algo de sorriso, só queria avisar que você com toda certeza tem um crush nele.

Jungkook - Meu santo Min Yoongi , né hyung. Óbvio que não! Somos amigos.

Namjoon - Aí Jungkook, nem você acredita mais nisso.

Jungkook -Namjoonie, ele acabou de terminar e...

Namjoon - Pera ele terminou com o Taemin ?? - Jungkook percebe o que tinha falado.

Jungkook - O que? Namjoon você tá é ficando doido...

Namjoon - Então é por isso que ele tava daquele jeito hoje.

Jungkook - Não, Namjoon!

Namjoon - Eu sei quando tu tá mentindo, e agora você está.

Jungkook - Ok, ele terminou hoje, mais não fala pra ninguém, por favor!!

Namjoon - Tudo bem, mais por que??

Jungkook - Por que o quê?

Namjoon - Aí Jungkook você tá muito lento, meu deus. O Jimin e o Taemin terminaram.

Jungkook - Ah é que o Jimin viu ele aos beijos com um cara amigo dele.

Namjoon - Nossa cara, babaca.

Jungkook - O Jimin tá arrasado cara.

Namjoon - Mais ele tem seu ombro "amigo", não é mesmo?

Jungkook - Sim. Namjoon, ser traído dói mais do que levar vários socos no corpo.

Namjoon - É eu sei. Mais assim, se aquela pessoa fosse a pessoa certa nunca iria trair o companheiro, não tô falando só do Taemin, você sabe disso.

Jungkook - Eu já superei a Ji-eun.

Namjoon - Jungkook, se ela estivesse aqui na sua frente você iria relembra tudo de novo, não é fácil esquecer a pessoa que para gente seria para vida toda, foram só dois anos no máximo.

Jungkook - Ela vai voltar - fala olhando para um canto vazio do quarto. 

Namjoon - Como??

Jungkook - Ela me mandou uma carta. Ela realmente teve a coragem de dizer que eu seria dela de novo, depois de me trair no momento em que eu mais precisei dela - falava com os olhos cheios de lágrimas por lembrar daquela terrível época.

Namjoon - Quem disse que vocês estavam aqui em Seoul?

jungkook - Na carta dizia que foi o tio Wooseok.

namjoon - Aquele seu tio por parte de mãe?

jungkook - Sim.

namjoon - Ele é estranho, sei lá não me parece uma boa pessoa.

jungkook - É só o jeito dele, já até me acostumei com ele assim.

Namjoon - Não é só o jeito, ele age estranho. Não gosto dele.

Enquanto isso na casa de Jimin mais cedo

Jimin pov

Depois do almoço eu fui para meu quarto e de Taehyung, me deitei e fiquei vendo o celular. Via meus perfis nas redes sociais, todas eles tinha fotos minhas junto com Taemin, fui apagando todas que apareciam pela frente, coloquei na conversa com ele.


Você mudou o nome de contade Taemin ❤️ para Saia                           Rodada 🤡. 

Tem certeza que deseja bloquear Saia Rodada 🤡

         Sim                                                       Não 


Aperto!no sim e vou para o aplicativo de músicas, lá coloco "Let Me Down Slowly" e fiquei em um aplicativo que tinha de pintar desenhos, era satisfatório e eu gostava muito. Quando do nada entra um ser mais conhecido como Kim Taehyung com um olhar curioso.

Taehyung - Jimin, eu fui no seu perfil né ver umas fotos antigas nossas para mostrar para a tia e você apagou as fotos com o Taemin?? - assinto - Foram em todas as redes sociais, tirou até o recado do contato que era a data de aniversário de namoro dos dois. Você nunca fez isso em nenhuma das outras brigas.

Jimin - Eu terminei com ele, Tae.

Taehyung - Pera o que??


Continua

"A tristeza da alma pode matar muito mais rápido que uma                   bactéria"

                                                             - John Ernst Steinbeck



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...