História And there you are... IMAGINE V - Capítulo 39


Escrita por: e Titia_Madara

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine, Jikook, Roamance, Taehyung
Visualizações 142
Palavras 991
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


To gostando muito que vocês comentem, favorito, gostem dessa história ❤️❤️

desculpa qualquer errinho

Capítulo 39 - Hurt


Fanfic / Fanfiction And there you are... IMAGINE V - Capítulo 39 - Hurt

 

*Capitulo Anterior: Aquilo foi a última coisa que me lembro antes de fechar meus olhos....*

***

Abro meus olhos mas enxergo tudo embaçado. Eu estou em uma espécie de sala, clara e bem branca. Estou deitada em uma cama, e uma pessoa está na ponta da cama.

 

Quando minha visão começou a voltar ao normal, e a pessoa que estava na ponta da cama imediatamente abriu um sorriso. Ela me parecia muito familiar mas não sabia direito da onde.

 

...- Senhorita Park... Que bom que acordou!

 

S/n- Hm, onde estou? Quem é você?

 

...- Não se lembra? Eu sou a enfermeira que cuidou da sua mãe enquanto estava internada.

 

S/n- Ah, Nickie...

 

Nickie- Isso- Ela abriu um sorriso e anotou algumas coisas em uma prancheta que estava segurando.

 

Nickie- Por acaso lembra o por que está aqui? Está sentindo muita dor na perna?

 

S/n- Não... me lembro vagamente o que aconteceu mas nada que eu possa ter certeza.- Ela anotou mais coisa na prancheta e levantou a cabeça.

 

Nickie- Ta bom então. Preciso que descanse, e se precisar de alguma coisa por favor me chame- Ela colocou a mão na minha perna, o que doeu muito e logo saiu.

 

Eu me sentei na maca e olhei para minha perna, metade dela estava toda enfaixada. Eu toquei nela mas doeu mesmo assim. 

 

O que eu tinha feito?

 

Me deitei novamente na maca e fixei meus olhos no teto.

 

*S/n off*

*Tae on*

 

 

Eu estava ensaindo com os meninos na Big Hit. Yoona e Jae Hwa também estavam lá, mas só para ver mesmo.

 

Estávamos tendo uma pausa do ensaio quando recebi uma ligação do hospital falando que minha namorada estava internada.

 

Não pensei duas vezes em pegar minhas coisas e partir. Expliquei a situação para os meninos e Jimin decidiu vir comigo. Jae Hwa e Yoona também foram, achei meio estranho já que Yoona já deixou meio claro que não gosta muito da s/n.

 

Pedimos um táxi, pois o metro ia demorar muito. Cheguei lá quase arrombando a porta do hospital e fui a procura de alguém. 

 

A amiga de s/n, que me lembrava muito de alguém mas que agora não me recordo, estava sentada e chorando. Assim que a avistou, Jae Hwa foi correndo ver o que tinha acontecido.

 

A enfermeira logo trouxe toda a informação que precisávamos. E fiquei aliviado em saber que ela estava bem, mas queria vê-la. Jae Hwa voltou meio confusa com o que tinha acabado de ouvir.

 

Jimin- E então, o que aconteceu?

 

Jae Hwa- Não sei....

 

Yoona- Como não sabe? Você não foi falar com a amiga da coisa?

 

Tae- S/n. - Corrigi-la antes que pudesse terminar sua lista de xingamentos... Yoona era sempre tão simpática mas mesmo assim tratava s/n horrivelmente.

 

Jae Hwa- Falei mas ela estava meio chocada.

 

Jimin- Ela não se machucou. Ao contrário de s/n, que aparece que por pouco não leva um tiro.

 

Tae- UM O QUE?

 

Jimin- Taehyung acalma...-Ele segurou minhas mãos e respirou fundo, para que eu fizesse o mesmo. Respirei fundo uma, duas, três vezes e depois voltei ao normal.

 

Jae Hwa- Essa história estava toda confusa. Parece que s/n libertou uma maluca da cadeia. Quando chegaram na casa da s/n, sun hee contou que a maluca era muito parecida com ela, e podiam facilmente fazer papel de gêmeas.

 

Jimin- Que estranho... por que s/n libertaria alguém da prisão? Sem mais nem menos.

 

Yoona- Por que ela é maluca.

 

Tae- Yoona deu!- Ela parece ter se assustado quando falei isso pois deu um pulinho para trás e colocou uma mão sobre o coração.

 

Tae- Vai beber uma água e não volta. Se vai ficar não fale mal dela, e por favor não piore a situação.

 

Ela bufou e saiu andando. Eu realmente não estava com paciência para aturar esse tipo de comportamento infantil. Jimin percebeu que eu fiquei irritado e foi pegar um copo de água para mim.

Agradeci e me sentei em uma das cadeiras. Já fazia 40 minutos que eu estava lá e nenhuma notícia. 

 

Avistei no canto do olho a mãe de s/n entrando. Acho que ela gosta de mim... Depois que eu e s/n começamos a namorar, frequentei muito sua casa e assim via sua mãe as vezes.

 

Tae- Senhora Park!- Eu me levantei e fiz uma mini reverência.

 

Mãe da s/n- Oh Taehyung. Já disse que não precisa ter tanta formalidade comigo.

 

Jimin se aproximou da gente e cumprimentou a mãe de s/n. Ela parecia meio preocupada e confusa ao mesmo tempo. Expliquei o que eu tinha entendido da história para ela e a coitada estava horrorizada. Ela foi falar com uma enfermeira, e pareciam ter bastante intimidade, mas ligo voltou sorrindo.

 

Mãe da s/n- Venha querido. Nickie deixou nós vemos s/n.

 

Tae- Mas eu não sou família...- Ela chegou mais perto e cochichou para mim

 

Mãe da s/n- Agora você é meu sobrinho. Então me trate como sua tia!- Eles permitiram que a gente entrasse onde s/n estava e conversasse com ela.

 

Ela estava muito pálida e parecia bem fraca, mas assim que nos viu abriu um sorriso grande.

 

Tae- Oi baby.

 

Mãe da s/n- Oi querida, como se sente?

 

S/n- Oi. Meio fraca... não me lembro muitas coisas de como vim para aqui.

 

Tae- Nada?

 

S/n- Algumas coisas... poucas.

 

Tae- Posso te perguntar uma coisa?

 

S/n- Claro.- Ela se ajustou na cama para que pudesse ficar sentada, a perna estava coberta por um “cobertor” então não consegui ver o machucado.

 

Cheguei mais perto para ajudá-la mas como sempre, era teimosa demais para aceitar as minhas ajudas. Não queria que a mãe de s/n ouvisse o que eu ia falar... cheguei bem perto do seu ouvido e falei bem baixinho.

 

Tae- Por acaso lembra do nome da pessoa que te atacou?- Ela negou com a cabeça mas deu um sorriso.

 

S/n- Tenho uma foto no celular!- Ela pegou o celular que estava perto e me mostrou uma foto da cidadã.

Fudeu...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...