1. Spirit Fanfics >
  2. Andrômeda e Camaleão (reformada) >
  3. Aula de Lambada

História Andrômeda e Camaleão (reformada) - Capítulo 14


Escrita por:


Capítulo 14 - Aula de Lambada


Quem diria que uma música brasileira iria se tornar febre no mundo inteiro, em 1989 surgiu a banda Kaoma que revolucionou tanto a música quanto a dança, responsáveis pelo estouro da Lambada, ou também conhecida, A Dança Proibida.

  A lambada começou a ser dançada fora do seu país de origem, em diversos países, e o Japão não foi diferente.

   Saori havia inscrito ela e Seiya num curso de dança, que havia aberto uma turma de Lambada. O casal estava pronto para o primeiro dia de aula, e Saori estava até usando um figurino, os dois acabaram chamando a atenção de um outro casal que vivia na mansão.

-Bela roupa Saori, aonde vc e o Seiya vão?- perguntou June

-Pra aula de lambada.- respondeu Saori

-Lambada? É aquele dança que passa sempre na MTV?- perguntou Shun

-Aham, essa mesma. Peraí, vcs dois não querem vir com a gente?- disse Seiya

-O que?- disseram Shun e June juntos

-É uma boa ideia, que tal?- perguntou Saori

-Er... não sei,eu nem danço bem.- disse Shun

-E também não fizemos matricula.- disse June

-Ah qual é gente, vai ser divertido, deviam experimentar.- disse Seiya

-Façam uma aula experimental, e depois vêem se vcs se interessam ou não.- disse saori

-Bem... uma aula não faz mal a ninguém.- disse June

-É, nós vamos com vcs, iremos ver se somos bons pés de valsa.- disse Shun

-Valsa não, Lambada.- brincou Seiya

 

Em questão de minutos, Shun e June se arrumaram para ir com Saori e Seiya na aula de lambada. Chegando ao local do curso de Dança, os quatro jovens reparam o quanto a dança fazia sucesso, a sala estava bem cheia.

  Minutos se passaram, o professor entrou no salão

-Sejam todos bem vindos! Eu sou o professor Hiroshi e serei o tutor de vcs. Primeiramente queria dizer o quanto estou feliz para ensinar a lambada a vcs, eu passei quatro meses no Brasil para aprender a dança proibida e voltei pro Japão para mostrar todos os passos. Bom, estam todos reunidos aqui, certo? É o seguinte, que está fazendo a aula com um parceiro, já podem se preparar, quem veio sozinho não se preocupe, irei formar duplas.

   E assim todos os casais da aula se formaram, todos prestando atenção no professor que mostrava os passos, tanto sozinho quanto com a ajuda de uma ajudante. Cada casal ou dupla repetia exatamente o que o professor mostrava, ficaram aprendendo do básico por uns 10 minutos até chegar a hora de dançar de verdade.

-Muito bem, agora quero ver se aprenderam esses simples passos. Iriei por a musica, e quando ela tocar, comecem a dançar.- disse o professor Hiroshi que pegou o disco do Kaoma e colocou no toca discos.

  A música começou a tocar, e a pedido do professo, todos os aulas começaram a dançar.

Chorando se foi
Quem um dia só me fez chorar
Chorando se foi
Quem um dia só me fez chorar...
Chorando estará
Ao lembrar de um amor
Que um dia não soube cuidar...

 

  De repente, enquanto dançavam com a June, Shun parou.

-Ah droga...- Shun murmurou

-O que houve Shun.... aí caramba!- sem pensar duas vezes, June abraçou Shun de uma forma acanhada.

-Vamos sair, ninguém pode me ver assim...- Shun sussurrou para June

-Certo... Hã... Professor, eu e.... eu e meu namorado precisamos sair um pouco...-

gagejou June

-Aconteceu alguma coisa?- perguntou o professor

-Uma emergência, mas vamos resolver isso.- disse Shun, que sem se desgrudar de June, saiu da sala.

 Shun rapidamente soltou June, sentou numa cadeira e escondeu com as mãos o volume que cresceu na sua calça.

-Que vergonha, sorte que ninguém mais viu- disse Shun todo vermelho

-Como isso aconteceu?- perguntou June também envergonhada

-Sei lá, acho que... o jeito que nós dois estavamos dançando bem juntinho, talvez o tecido da minha calça seja fino e... bem... senti seu corpo encostar no meu... daquele jeito...-

-Eu acho que um pouco de gelo vai te ajudar. Espera aqui que eu vou na enfermaria.-

 disse June

-Certo, mas não demore por favor.-

  June então foi até a enfermaria e foi atendida.

-Com licença, pode me dizer se aqui tem sacos de gelo?- perguntou June

-Mais é claro, é pra vc senhorita.- perguntou a enfermeira

-Não, é pro meu namorado, ele... bateu de cara no chão.- June mentiu sobre a situação de Shun

-Tome, espero que ele fique bom.- a enfermeira entrega pra June um saco de gelo.

-Obrigada.- June sai da enfermaria e vai ao encontro de Shun, que esperava sentado

   Shun colocou o saco de gelo sobre o seu volume, esperando que sua genitália voltasse ao normal o mais rápido possível, mas não estava adiantando.

-Tudo bem aí?- o professor aparece na porta, e num impulsso, June esconde o shun da visão do professor

-Ah sim, a gente tá resolvendo o problema aqui...- disse June

-Tudo bem mas não demorem.- o professor fecha a porta

-Droga, isso não tá dando certo, o que eu faço.- disse Shun

-Não podemos mais enrolar a aula.- disse June

-Por que isso foi acontecer? Arf, era só o que me faltava, e esse gelo não está ajudando.- reclama Shun

-Espera! Acho que sei de um jeito.- disse June

-Sabe? Qual?- perguntou Shun

-Vem comigo.- June pegou na mão de Shun e o levou  em frente aos banheiros

   June abriu um pouco a porta do banheiro masculino e espiou pra ver se tinha mais alguém.

-Venha...-

-June, esse é o banheiro masculino, vc não pode entrar...-

June entrou no banheiro e puxou Shun junto, ela o fez entrar em uma das cabines sanitárias

-O que vai fazer June?- Shun perguntou e ela o fez santar no vaso, em seguida June trancou os dois na cabine

-Vou te ajudar. Eu sei que estamos num lugar publico, mas é pra uma boa causa.- June abaixa a calça de Shun e em seguida sua cueca

-Oh June...- Shun entendeu tudo, achava aquilo um tanto estranho, mas depois gostou da ideia

   June então começou a masturba-lo, primeiro com a mão direita e em seguida com as duas mãos. Shun gemia, mas gemia baixou pra que ninguém pudesse escutar fora do banheiro.

  Para adiantar as coisas, June começou a lamber e dar um chupadas no pênis do Shun, em seguida colocou todos o membro em sua boca e começou a fazer movimentos de vai-e-vem. 

  Não demorou muito para o Shun chegar em seu ápice e gozar seu liquido na boca de June, a jovem se assustou um pouco com a jato, mas engoliu sem frescura e sorriu para o namorado.

-Gostou?- perguntou June

-Muito...- disse Shun estasiado 

-Olha só, deu certo.- disse June mostrando ao Shun que seu pênis voltou ao normal

-Que alivio. Bom, nós não podemos mais eronlar.- Shun se levantou e pois sua cueca e calça

-Vamos voltar pra aula.- June destravou a porta da cabine e ela e Shun sairam da banheiro.

 


Notas Finais


Cap novo!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...