História Angel - Lex Luthor - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Batman, Batman vs Superman: A Origem da Justiça, Elizabeth Olsen, Jesse Eisenberg, Liga da Justiça, Superman, The Flash
Personagens Bruce Wayne (Batman), Elizabeth Olsen, Jesse Eisenberg
Visualizações 84
Palavras 1.940
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo único - The only exception All i want


Fanfic / Fanfiction Angel - Lex Luthor - Capítulo 1 - Capítulo único - The only exception All i want

Na porta de entrada da festa se encontrava uma bela mulher loira de olhos verdes trajando um vestido longo na cor vermelho sangue recebendo todos os convidados daquela noite. Um sorriso branco perfeitamente alinhado iluminava o humor de qualquer pessoa que olhasse para ela, seus longos cabelos dourados estavam presos em um coque despojado a deixando com um ar jovial moderno – não é como se ela tivesse mais de vinte e cinco anos de idade – seu longo vestido vermelho possuía uma frente fechada com um tecido fino da cor de sua pele bordado em algumas partes, suas costas eram abertas em um decote circular que terminava um pouco acimado fim de sua coluna. O vestido possuía uma fenda em sua perna direita, o que deixava seu salto dourado extremamente alto a mostra, além de lhe dar um ar sexy invejável, em seu pescoço se encontrava um colar delicado assim como seu rosto, em suas orelhas um par de brincos grandes chamavam a atenção, porém, não mais que o belo e extravagante anel de noivado em seu dedo anelar.

Qualquer um que olhasse ficava admirado com tamanha beleza e delicadeza que a jovem mulher possuía, ela chamava a atenção de qualquer homem ou mulher, e não foi diferente com Lex. No exato momento que ele encarou a loira teve certeza que ela era a mulher que estaria ao seu lado independente do que fizesse, e ele estava certo, ela era a mulher que aturava suas crises de raiva, a mulher que entendia seu ponto de vista sobre o Batman e o Super-homem sem o julgar, ela era a mulher que adorava seu humor negro, a mulher que conseguia fazer com que ele saísse de seus devaneios com apenas um olhar, e em poucos meses ela seria a sua mulher. Ela seria a Sra.Luthor.

Ela caminhou até um grupo de pessoas os cumprimentando com um sorriso em seus lábios também pintados de vermelho, o olhar atencioso dela parou em uma pessoa, Bruce Wayne. Homem que não perderia a chance de tentar algo com a bela jovem a sua frente. Em questão de minutos eles já haviam entrado em uma conversa animada sobre diversas coisas, ela havia gostado da forma segura e madura com que ele falava já ele havia ficado admirado com o modo que ela via o mundo, o modo que o humor dela oscilava entre o humor negro e piadas animadas. O sorriso dela deveria ser considerado uma nova maravilha para o mundo, esse era o pensamento de Bruce e até mesmo o de Clark que havia conhecido a moça há poucos minutos quando ela o cumprimentou com um sorriso caloroso. Mesmo amando Lois não podia negar que aquela jovem mulher era quase um anjo e muito menos que havia ficado encantado pelo belo par de olhos verdes que o encaravam há alguns segundos.

Angelina, Angelina More. Esse era seu nome, mas ela preferia ser chamada de Angel. Nome que a descrevia principalmente para Lex, ela era seu anjo, seu ponto de paz, o seu mar calmo em um fim de tarde.

Angel passou os olhos sobre as dezenas de pessoas presentes na festa até encontrar um par de olhos azuis a cabelos ruivos-aloirados que ela tanto amava a encarando de um canto mais afastado, ela sorriu antes de caminhar até lá.

– Já disse o quanto você é bonita? – Lex questionou passando seus braços pela cintura fina de sua noiva com um leve sorriso em seus lábios.

– Você me diz isso todos os dias antes de levantarmos. – Angel respondeu dando uma leve risada antes de arrumar uma mexa do cabelo dele que caia sobre seu rosto.

– O que eu posso fazer? Só digo a verdade! – Lex fez uma leve careta arrancando uma gargalhada alta da loira a sua frente.

– Ou sou eu que tenho sorte... – Ela completou inclinando a cabeça um pouco pra esquerda.

– Eu não sei por quanto tempo você vai pensar assim. – Lex abaixou a cabeça suspirando.

– Vou pensar assim para sempre, afinal em breve eu serei a Sra.Luthor! – Ela sorriu antes de aproximar os lábios dos dois e iniciar um beijo lento e carinhoso com Lex. – Juntos até depois do fim, eu só vou embora da sua vida se você pedir, além disso, eu trabalho com você! – Completou assim que separaram seus lábios e colaram suas testas fazendo com que Lex risse brevemente antes de olhar algo atrás de si.

– Tenho que ir amor, volto logo! – Lex avisou começando caminhar.

– Lex! – A voz de Angel fez com que ele parrasse e virasse para trás. – Amo você. – Ela completou com o tom de voz baixo fazendo com que ele abrisse um sorriso grande e sincero para ela.

– Também te amo!

Essa foi a ultima noite normal que o casal teve.

 

[...]

 

Depois daquela festa Lex estava agindo de forma diferente, sempre evitando Angel, que por mais que morassem na mesma casa quase não se viam mais, Lex saia sempre mais cedo e chegava sempre mais tarde, a chance que Angel tinha de ver ele era em seu local de trabalho a LexCorp, porém, parecia que Lex estava sempre arrumando um jeito de manda-la para fora da cidade a trabalho nas outras filiais da empresa. Angel chegou a casa depois de mais dois longos dias de trabalho longe de casa, tirou seus saltos altos os deixando ao lado da porta largando sua mala próxima a porta antes de subir as escadas da casa e ir para o escritório de Lex encontrando o mesmo vazio como já era esperado por ela. Angel foi ate o mini bar pegando uma garrafa de Jack Daniels e um copo se sentando na cadeira de seu noivo abrindo a garrafa enchendo seu copo logo em seguida antes de começar a beber enquanto pensava nos últimos acontecimentos de sua vida.

Lex abriu a porta da casa encontrando somente a mala e saltos de sua noiva jogados na sala, coisa que não era comum já que Angelina era fissurada por organização, Lex subiu as escadas caminhando até o quarto que compartilhava com sua noiva esperando encontra-la lá dentro. Quando abriu a porta e não achou ninguém, ele então caminhou até seu escritório vendo um feixe de luz saindo pela porta entreaberta, empurrou a porta tendo a visão de sua noiva com os pés sobre a sua mesa sentada de forma desleixada em sua cadeira cara e confortável, quando entrou mais na sala pode ver também a garrafa quase vazia em frente enquanto ela levava o copo mais uma vez a sua boca acabando com o conteúdo que havia nele.

– Achei que estaria dormindo. – Lex comentou assim que parou em frente a sua mesa colocando suas mãos dentro dos bolsos de sua calça.

– Estava sem sono. – Angel virou seu rosto para Lex deixando claro sua maquiagem borrada e os olhos antes verdes brilhantes agora verdes opacos avermelhados por conta do choro que já durava horas. – Pode ir, daqui a pouco eu vou também.

Lex encarou sua noiva enquanto ela enchia seu copo mais uma vez, o vestido dela se encontrava um pouco amassado, a maquiagem havia saído em alguns lugares e borrado em outros deixando claro as olheiras presentes na pele branca dela. Lex se sentiu a pior pessoa do mundo ao ver que havia machucado seu anjo, ele deu a volta na mesa e tirou o copo de bebida das mãos de sua noiva a puxando para um abraço apertado enquanto dizia que a amava e que tudo iria ficar bem.

 

[...]

 

Quase tudo estava perfeito, porém, Angel sabia que seu Lex estava lhe escondendo algo, mas nunca o forçaria a dizer o que era. Lex saiu da empresa para resolver um de seus assuntos e deixou Angel cuidando de tudo para ele.

Angel e muitos outros funcionários ficaram na empresa até mais tarde naquela noite para terminar alguns projetos pendentes, todos do local admiravam a jovem assim como admiravam Lex, ambos possuíam mentes invejáveis, tão jovens e tão inteligentes. A dupla perfeita. Tudo ocorria na mais perfeita ordem até que os alarmes da empresa dispararam avisando que estavam sobre ataque de alguém, os seguranças correram em direção a Angel e tentaram ao máximo protege-la dos tiros. Em milésimos de segundos uma pequena brecha foi aberta fazendo com que uma das balas acertasse o peito da loira, Angel sentiu algo molhando sua blusa e ao ver o olhar assustado de um de seus seguranças teve certeza que algo estava errado, ao levar suas mãos até seu peito sentiu algo molhando seus dedos. Era seu sangue. Ela elevou seu olhar até o homem que atacava o local e pode ver o Batman olhando diretamente para si enquanto caia de joelhos sendo amparada por seus funcionários e seguranças.

Lex adentrou o hospital correndo até a recepção desesperado por noticias de sua noiva, ficou cerca de quatro horas até que a cirurgia para a retirada da bala fosse concluída e ele recebesse a noticia que já poderia ver sua noiva. Ao entrar no quarto de hospital Lex pode ver que corpo dela estava coberto por uma roupa de hospital, sua pele mais branca que o normal, os fios ligados aos seus braços e dedos. Ele pode sentir o ódio de quem a feriu subindo por seu corpo e dominado a sua mente; era hora de por seu plano em pratica.

– Eu vou fazê-lo pagar por isso.

 

[...]

 

Lex estava preso há algumas semanas, tudo o que sabia sobre sua Angel era que ela estava bem e que sua empresa continuava firme graças a ela. Ele sentia que iria ficar louco se não pudesse ver sua noiva o quanto antes, sentia falta de dizer o quanto ela era bonita, de abraça-la e ver o quanto ela era pequena, de senti-la mexendo em seus cabelos achando que ele estava dormindo, sentia falta dos olhos verdes brilhantes e do cabelo loiro, ele sentia falta de tudo nela.

No exato dia que Lex completaria dois meses preso os protões de sua cela se abriram e ele foi avisado que teria uma visita. Os guarda o encaminharam até uma sala reservada, quando abriram a porta ele pode ver seu anjo ali dentro usando uma roupa parecida com a que usava no dia em que se conheceram, tudo estava igual exceto pelo cabelo que agora estavam cortados na altura de seus ombros. Angel se aproximou de Lex e o abraçou logo em seguida o beijando, quando encerram o beijo ela colocou as mãos em seu rosto e olhou dentro de seus olhos.

– O que acha de sair daqui e ir para nossa casa? Para eu me tornar a senhora Luthor eu preciso do senhor Luthor não acha? – Ele sorriu e a beijou.

– Como conseguiu isso? – Lex a olhava admirado.

– Querido, eu sou Angelina More, futura Sra.Luthor, eu consigo o que eu quiser assim como você!

– Achei que fosse desistir de mim, de nós!

– Eu já havia dito isso para você, eu só vou embora quando você pedir!

Eles se encararam e apenas confirmaram o obvio, um não vivia sem o outro. E agora nada os pararia. No fundo algum dia ela acreditou em heróis, mas agora, ela queria que o Batman pagasse por todos os seus funcionários que nunca mais voltariam para suas famílias, que ele pagasse por tentar tirar seu Lex dela. Agora ela queria que o Super-Homem pagasse por todas as vidas que se perderam por culpa dele e seus poderes, Lex Luthor era como um rei e Angelina Luthor era a rainha.

Lex não acreditava no amor por causa de seu pai, mas quando se falava de sua Angel tudo mudava.

Para Lex Luthor, Angel era  A única exceção que ele queria! 


Notas Finais


Primeira vez que eu escrevo sobre algum personagem da DC comics, então espero que tenha ficado bom!
Até a próxima galera!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...