História ANGEL - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Sasha Pieterse, Shay Mitchell
Visualizações 156
Palavras 2.834
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite anjinhos ❤
Ansiosos? Imagine eu que escrevi a tarde, e demorei três vidas pra passar pro celular? Rs...

Música do Cap: http://youtu.be/Qy0zK73EcCI

Veem a tradução depois ❤

Sem mais delongas, boa leitura.

Capítulo 26 - Cap 26.


Sasha entra e tranca a porta atrás de si, a morena passa a andar pelo quarto até que resolve se sentar na cama e fica olhando a loira sentada no chão encostada na porta.

Você vai me ouvir, e se depois de escutar tudo ainda achar que não merece ser amada, eu juro que te deixo em paz, nunca mais te procuro e sumo da sua vida. - A loira sentada no chão usava um vestido soltinho, ela cruzou às pernas e passou a encarar o chão.

Gostei do acordo, vamos comece a falar e acabe logo com isso, tenho que voltar pra Chicago, tem uma vagabunda que precisa me explicar algumas coisas - Shannon sentou no chão e encarava a loira.

Anos atrás eu me descobri Gay, descobri que eu não era como as outras pessoas, eu sempre namorei homens ...

O que sua história de vida tem haver comigo? - Pergunta irritada - Não sei se estou afim de saber do seu passado docinho! - Fala rindo.

Só escuta, por favor? - Sasha chorava olhando pra Shannon - Só isso que eu te peço!.

Continua, não tenho a noite inteira - Completa.

Sasha respirou fundo e continuou. - Sempre namorei homens, mas nunca me senti realmente feliz, nunca me senti completa até conhecer a Anna, ela me fazia ter aquelas famosas borboletas no estômago sabe? Aquela sensação de estar flutuando, ela me protegia. - Sasha encarava o chão - Naquela época eu estava noiva do Lorenzo, éramos amigos desde criança e nossos pais acharam que isto seria bom prós negócios, nos amávamos, mas não daquele jeito, mas eu concordei pois eu gostava dele e eu tinha vergonha de me assumir, de falar que eu amava uma mulher - Algumas lágrimas escapam dos olhos de Sasha e ela as seca com a manga da blusa.

Mas eu estava errada, o Lorenzo cansou de fingir ser outra pessoa e no dia do nosso casamento ele fugiu com meu irmão - Sasha solta um sorriso em meio às lágrimas e encara aqueles imensos olhos castanhos, que agora estavam negros.

E depois disso eu me questionei como seria viver aquele amor, me permitir viver todos aqueles planos ao lado de Anna - Sasha brincava com os próprios dedos - E eu decidi enfrentar meus pais, contei a eles quem eu realmente era e quem eu amava, falei que ela era uma menina adorável mas era humilde e que era com ela que eu queria estar - Ela abaixou a cabeça e sua voz falhou - E eu ganhei uma surra, ouvi coisas que eu nunca pensei ouvir dos meus pais e eu fui expulsa de casa, com uma mão na frente e outra atrás, quem cuidou de mim e me ajudou foi seu irmão e a minha Irma - Completa  a loira tentando segurar o choro - No dia seguinte eu comprei flores e uma caixa de bombom e fui atrás da Anna, mas era tarde demais - Sasha começa a chorar desesperada - Ela havia cometido suicídio.

 Ela deixou uma carta falando que a culpa era minha, que eu tinha desistido de nós duas e que eu tinha escondido nosso amor por vergonha e que agora eu iria carregar aquele fardo o resto da vida. - Ela respira fundo e olha pra Shannon a sua frente com seu rosto lavado em lágrimas. - O fardo de ter matado a mulher que eu amava. - Ela seca o rosto e respira profundamente - Depois daquele dia eu jurei nunca mais me apaixonar, prometi a mim mesma nunca mais amar outra mulher na vida. - Completa a loira.

É eu consegui, foquei na faculdade, construí meu restaurante, refiz a minha vida, mas eu me tornei alguém arrogante que humilhava as pessoas, que pisava nelas e as descartava depois, porque assim eu me sentia intocável,  inquebrável... 

Me sentia forte, eu que ditava minhas próprias regras e as pessoas apenas acatavam a elas, e eu vivi assim alguns anos, foi o jeito que eu encontrei de me proteger, ninguém me machucada, ninguém quebrava meu coração - Os olhos Safira encontraram os negros.

Eu vivi no escuro Shannon, eu não era feliz, eu não sentia absolutamente nada, exceto um imenso vazio, eu achei que poderia viver sozinha, sem dar ou receber amor, pois eu achei durante muito tempo que ele só servia para causar dor às pessoas - Afirma a loira.

Mas tudo mudou quando eu conheci você - Ela olha a morena e vê sua expressão mudar e a íris dos seus olhos se tornarem menos escuros, havia vida neles, mesmo que fosse um pouco. - Você apareceu com aquele jeito todo atrapalhado, atropelando tudo e virando meu mundo e minha vida de cabeça pra baixo, tudo aquilo que eu evitava você me causou em dobro, só te olhando eu senti tudo aquilo que por anos eu escondi, que eu lutei não sentir, que fugi ... Eu senti amor... - Ela levantou o rosto e viu a morena chorando, agarrada às próprias pernas e se balançando, Sasha chorava da mesma forma, cada uma em uma extremidade - Eu te amei desde o primeiro olhar, o primeiro toque ... - Sasha seca às lágrimas que teimam em cair com a manga da blusa - Eu não me achava digna daquilo, digna de ser amada e de me permitir amar novamente - Ela encosta na porta e abraça às próprias pernas e olha pra cima tentando cessar o choro.

Você tinha um poder sobre mim, era minha luz, e da mesma forma que quando eu estava ao seu lado eu me sentia forte, você me deixava fraca, o amar e uma fraqueza e você Shannon se tornou a minha, na verdade ainda é - Completa fitando a morena de cabeça baixa - Durante anos eu me fazia de forte na sua frente, enquanto chorava sozinha no quarto - Suspira - Cada vez que eu te afastava uma parte minha se rompia aqui dentro - Ela coloca a mão sobre o peito - Eu não mereço você, sou uma pessoa horrível e cheia de defeitos, mas por alguma ironia do destino, você se apaixonou por cada um deles, você não me via como a garota prepotente que pisava nas pessoas, como o monstro sem coração que eu me tornei, você me enxergou no meio da multidão, e eu te enxerguei Shay - Shannon chorava em silêncio evitando olhar a loira - Mas o medo de sentir aquela dor novamente me fez ser assim, me fez te afastar e te fazer acreditar que não era correspondida, que eu não te amava - A voz da loira falha e ela engole o choro -  Sendo que a única coisa que eu tenho feito durante todos esses anos, foi te amar.- Ela chorava abraçada a ela mesma.

Até que um dia eu me vi sendo obrigada a viver sobre o mesmo teto com você é assumir uma relação estável, e eu senti tanta raiva, tanto medo de que você descobrisse que era tudo mentira, que eu acabasse me machucando.

Naquele dia que eu bebi, foi o melhor dia que eu já tive, eu era eu, livre de correntes e medos,  era apenas eu amando a mulher da minha vida, cada toque seu, cada suspiro e gemido, cada vez que você falava meu nome e eu te sentia dentro de mim era mágico, eu estava me sentindo amada, eu amei, e eu conseguia ver em seus olhos que você era minha, e acredite eu fui apenas sua, nunca me entreguei pra ninguém, não daquela forma.

É quando eu acordei a cama estava vazia, mas seu cheiro e seu toque ainda estava em minha pele. - Suspira forte e olha pra cima - Então eu me lembrei daquela noite, do seu toque, do seu cuidado e do brilho dos seus olhos, e eu não podia fazer aquilo, nao podia te machucar, te dar esperancas de um final feliz que eu não acreditava, de um amor que eu nao me achava digna de possuir. - Lagrimas escorriam de sua face, molhando seu rosto e transbordando seu coraçao - Entao eu te afastei, menti mais uma vez pra nos duas, dizendo que havia sido um erro, e eu te juro Shannon, se aquilo foi um erro eu desejo errar todos os dias, pois meu corpo anseava pelo seu novamente, de novo e de novo... Eu me arrependi no mesmo instante que disse aquilo, eu vi seus olhos perderem o brilho, e eu pude escutar seu coração se partindo, e a culpa era minha. - Sasha chorava sem parar, enquanto Shannon se levantou e começou a caminhar de um lado pro outro.

Eu tive sim intenção de te machucar no começo, porque eu queria te fazer desistir, queria que me odiasse, mas você é bem insistente, enquanto eu estava arrumando maneiras de te odiar, você me Amou - Ela fecha os olhos - No dia que você ficou com a Sophie, depois que você foi embora eu conheci a Sara, e ela me disse que você havia dito que a pessoa que você amava era uma vadiazinha que insistia em quebrar seu coração, que vocês dormiam juntos, e que ela conseguia te fazer esquecer de mim, e eu quis voar no pescoço dela e arrancar fora, mas não fiz , então quando fomos a boate eu achei uma forma de te punir, por isso fui falar com aquele idiota nojento - Afirma - Mas deu errado, e quando eu vi você batendo nele e depois ele em cima de você eu quis te bater por se colocar em perigo, por se machucar.- Suspira - E mais uma vez, eu descontei em você.

É depois de toda a confusao que aconteceu lá, você saiu brigada comigo, sem me deixar explicar, fui pra casa chorando e quando eu vi que estava em casa, fiquei aliviada, eu cuidei de você, conversamos, e então eu escutei você falando que se pudesse escolher escolheria não me amar, e naquele momento, eu senti uma faca sendo transpassada em meu peito.

 Shannon estava agitada, sua respiração estava fraca e ela correu em direção ao banheiro e tentou trancar o mesmo, mas Sasha consegue impedir.

CHEGA, POR FAVOR - Lágrimas molhavam o rosto da morena que implorava com as mãos na cabeça - EU NÃO QUERO MAIS TE OUVIR, VAI EMBORA, VAI EMBORA - Gritava de olhos fechados, encostada da na parede do banheiro.

Ashley, Troian, Lucy e Lorenzo, se assustam com os gritos e correm até o segundo andar, onde batem na porta assustados.

Sasha! Shannon! - Lorenzo chamava, mas os gritos vindo de dentro do quarto eram maiores.

EU AINDA NAO ACABEI - Sasha grita segurando as mãos da morena que antes estavam tentando acerta-las, e prendendo a mesma contra a parede.

TA DOENDO, PARA POR FAVOR, EU NAO QUERO TE OUVIR, EU NAO QUERO SABER, TA DOENDO!- Shannon chorava e tentava se soltar mas era inútil, ela estava presa e sem saída.

Tá doendo porque você tá sentindo, porque você sabe que não dá pra fugir disto, tá doendo porque você se importa.- Sasha diz em meios às lágrimas.

Quando você desistiu e foi embora, eu me senti tão sozinha, tão vazia, eu quis você, eu desejei você, eu fiquei doente porque eu precisava de você, mas eu fui covarde e deixei o medo falar mais alto, ao invés de me permitir viver uma história de amor ao seu lado - As duas choravam juntas, e conforme Shannon fazia força pra se soltar da loira, o chuveiro acabou ligando, e as lágrimas das duas se misturaram com a água fria do chuveiro, elas estavam coladas, às respirações se tornaram uma só, elas mantinham a cabeça baixa, a respiração descompassada e o coração batendo a mil.

É então eu resolvi lutar por nós, comprei às passagens e quando eu fui falar com as meninas, elas me contaram que estava namorando, e então mais uma vez, meu mundo entrou em ruínas, e eu desisti de ir atrás de você, eu não podia fazer aquilo, não depois de tudo que eu fiz, eu não tinha o direito de te contar mais, e guardei segredo, fiquei aqui sofrendo em silêncio, mas te amando com todas as minhas forças, eu nunca deixei de amar, mesmo sabendo que estava com outra pessoa - Diz mantendo a voz firme.

Eu deixei - Shannon fala com a voz falha em um tom quase inaudível - Eu deixei de te amar, você tinha razão, foi um erro. - Afirma tremula.

Olha nos meus olhos e fala. - A loira segura o rosto dela ficando de frente com o seu - Elas estavam tão próximas que as respirações se misturavam, o coração delas batiam tão fortemente que ambas tinham plena certeza, que qualquer um fora daquele quarto, poderiam ouvi-los - Olha dentro dos meus olhos e fala que você deixou de me amar, que foi um erro, e que você não me quer como eu te quero. - A loira prende ela mais ainda na parede, ficando cada vez  mais perto da morena, a respiração da loira falha.

Me solta - Shannon implorava, virou o rosto e fitou o teto com lágrimas em seus olhos - Eu não te amo, nao sinto nada por você, vai embora, me esquece - As lagrimas escorriam pela sua face, sendo lavadas pelo chuveiro.

Basta me olhar que eu te solto - Réplica a loira - Diga.

As duas tremiam sem parar devido a água gelada e a chuva que caia lá fora, durante algum tempo o silêncio se manifestou, sendo cortado apenas pelo barulho da chuva e da respiração das duas.

Era como se o mundo tivesse parado de girar, e só existisse aquele momento.

Diga Shannon, olha nos meus olhos e repita que não sente nada por mim, fala que naquele dia você não me amou como eu te amei, vamos Shannon, Diga que eu não significo nada e que você não me deseja como eu estou te desejando agora - A loira gritava e chorava já sem forças de se manter de pé.

Eu... Eu ... - Shannon abriu os olhos e encarou aquele azul Safira cor do aceano que durante anos havia se afogado neles - Droga! Eu não consigo  - Num movimento rápido puxou a loira mudando de posição, a prendeu em seus braços e a beijou intensamente.

Quando o ar se fez necessário, elas pararam o beijo, suas testas estavam coladas, a respiração descompassadas, Sasha acariciou o rosto da morena.

Diga que não me ama - Sasha fala ainda grudada nela e sentindo sua respiração.

Eu amo você - Shannon fala enquanto se perde na imensidão dos olhos de Sasha.

Os olhos da loira estavam ardendo pelo desejo.

Diga que não me quer Shannon! - A loira diz enquanto coloca as mãos por debaixo da blusa da morena e arranha suas costas, fazendo-a gemer.

Eu te quero mais que tudo! - Shannon fala prendendo a loira na parede, beijando seu pescoço e mordendo o lóbulo da sua orelha.

Sasha geme.

Assim que se achou a centímetros de Sasha, Shannon colocou as mãos no delicado vestido lilás que a loira usava e, num único movimento, a abriu, arremessando botões para todos os lados.

Este vestido foi caro - Sasha fala em meio a um gemido ao sentir a morena morder acima do seu seio esquerdo.

Foda-se - Replica a morena 

Foda-me - Sasha dizia em um tom completamente sacana, encarando aqueles olhos castanhos.

Levou a mão direita à peça, acariciando-a com lentidão. Sasha fechou os olhos. — Branco é minha cor preferida. Mas é uma pena que não poderei apreciá-lo por muito tempo.

Dito isso, livrou Sasha do vestido e do sutiã em tempo recorde. No mesmo instante, capturou os lábios da loira. 

Sasha retirou as roupas de Shannon deixando a morena apenas de cueca boxe, Shannon a pegou no colo e a carregou até o quarto, e os dois caíram na cama se beijando.

 Shannon foi tomada de desespero para aprofundar a carícia, ainda que soubesse que isso era impossível, pois sentia sua língua tocar todo o interior da boca da loira. 

Então, para diminuir aquela sensação de que jamais teria o bastante, suas mãos começaram a correr o corpo de Sasha até fazê-la soltar os primeiros gemidos.

A morena tomou a sua boca num beijo que a deixou fora de seu juízo. Sua língua devastou a dela, acariciou e fez abrir todas as portas para o prazer, preparando seu corpo, instigando, provocando.

Enquanto a beijava, deslizou a mão pelo seu corpo e acariciou seu seio, envolvendo o mamilo entre os dedos, fazendo as sensações atravessarem seu corpo. Quando deixou seus lábios, deliciou-se com seu pescoço.

Céus... - Sasha a desejava, e isso só fez a morena querê-la mais.

Ergueu mais seus corpo, e ao colocar a calcinha da loira pro lado, encontrou seu centro com os dedos, que estava banhado de sua excitação e acariciou-a, fazendo com que recebesse uma descarga de sensações. Ela gemeu alto quando ao mesmo tempo ela se apoderou de seu mamilo com a boca.

Oh, Deus! - ela gemeu.

 Você me quer, Sasha? - ela perguntou antes de lhe dar uma longa e demorada lambida pelo seu seio.

Sim, eu quero - ela disse ofegante - Faça-me sua Mitchell.


Notas Finais


Espero que tenham gostado pois deu trabalho pra fazer ❤❤❤❤❤

I Love you ❤

Amanhã termino o resto do Hot ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...