História Angel - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Haechan, Mark
Tags Haechan, Mark, Markchan, Markhyuck, Nct, Nct Dream
Visualizações 22
Palavras 506
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


to cansada

Capítulo 1 - You




eu percebi que não posso te deixar cair em ruínas.

não como eu cai.






eu sou um poço de decepções.
eu não quero que você corra o risco de se afogar nesse meu coração tão raso

eu sou sujo
eu não quero que você perca sua inocência por culpa minha

você merece ela mais um pouco, use sua inocência para imaginar um mundo melhor, porque a realidade não é tão legal, hyung.

eu conheci a traição cara a cara
você um garoto ingênuo, não diga o contrário, não conhece

você sabe que no fundo é a coisa certa a se fazer


eu não consigo aceitar que alguém possa me amar
e você tem amor de sobra

você sabe que se apaixonou por uma flor que já não floresce mais
você sabe que se entregou de corpo e alma para quem não sabe o que fazer com o próprio corpo e alma


eu sei que você chora por mim
isso não é legal


amor é quando temos a consciência de que podemos plantar sentimentos no coração dos outros
seja eles bons ou ruins
 

mas você não pode plantar sentimentos, opa, flores num coração morto, quer dizer, jardim morto



a abelha não sonha em beijar os lábios da flor para depois se contentar com as folhas

eu não sonhei um futuro onde nós eramos felizes para me contentar com a realidade que me permite apenas relembrar o passado com ti

você sabe que se apaixonou por minhas poesias ruins
eu sei que me apaixonei nos traços de teus desenhos
tu sabes que se apaixonou nas curvas de meu corpo
eu sei que me apaixonei nos traços de teu sorriso
tu sabe que se apaixonou loucamente por mim
e eu acho que te amo

mas me disseram que não podemos amar os outros antes de amarmos a si mesmos, e eu posso ter muitos sentimentos sobre mim mesma, mas nenhum deles é amor

ai eu percebi

que não posso ser o motivo da tua insônia enquanto o motivo da minha é a dor que não cessa e ao menos me deixa pregar os olhos

essa dor que  maltrata meu coração, mas não o deixa parar de bater

que os girassóis que tu plantaste em meu coração não vão florescer

eu olhei pela janela e vi o sol caindo na grama, rolou e rolou, até que parou de brilhar.

eu vi os outros girassóis decapitarem a si mesmos.

eu vi a grama apodrecer, e os pássaros cairem do céu

eu vi as nuvens chorarem, e vi meu reflexo na poça de água delas

as olheiras fundas

o olhar cansado

os cabelos bagunçados

os lábios sangrando

eu estava me acabando

eu estava morrendo

junto com o mundo a minha volta

ele também estava acabando

também estava morrendo

e ai eu percebi que não posso te manter aqui


não num coração que ao menos implora para bater


não num mundo que não tem vida

me desculpe, mas você é um anjo, e anjos merecem o céu, e não o fim do mundo.


Notas Finais


desculpa.

isso tá confuso, eu sei.

mas, desabafos né

me perd9em
amo o donghyuck e vocês

ninguem nunca comenta nas minhas coisas af

goodbye mutchatxs, durmam bem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...