História Angel - Capítulo 16


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Proibido, Conto, Romance
Visualizações 0
Palavras 1.316
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 16 - Capítulo 16


Angel

Parte 16

Autora DieneMdicci

O Henrique se aproximou de mim na piscina e colocou as mãos na minha cintura e me beijou, de começo foi quase legal , mas quando ele começou beijar de língua puxar meu corpo contra o dele eu entrei em choque , tirei as mãos dele de mim fui saindo da água ,ele veio atrás de mim perguntando se fez algo de errado balancei a cabeça que não, fui chamando a minha prima pegando as nossas coisas , ele me pegou pelo braço e disse

- Achei que você tava afim ...

Eu respondi já chorando

- Desculpa eu não consigo, não é nada com você ...

Ele ficou olhando pra mim meio confuso e disse

- Posso te dar um abraço?

Eu respondi balançando a cabeça que sim , nos abraçamos e ele disse que eu não precisava ir embora daquela forma que as crianças estavam se divertindo, falei que eu não tava me sentindo bem , agradeci por tudo e fomos pra casa , minha prima meio que percebeu algo estranho , eu preferi me abrir com a minha tia logo , falei que me senti muito mau ao ter contato com o Henrique ,que eu tava assim por causa do que fizeram comigo quando fui sequestrada , ela disse que ia me levar a médicos novos porque não tava gostando do trabalho da que eu me consultava, fiquei abatida o resto do domingo, o Henrique me mandou mensagem de boa noite eu não respondi , ele mandou outra " quer conversar?"

Eu respondi " Pessoalmente ou por aqui?" Ele respondeu que qualquer um dos dois , falei que tinha que me desculpar pelo meu comportamento e ele disse

- Posso te fazer uma pergunta indiscreta?

Respondi

- Pode fazer, não posso só garantir que vou responder...

Ele então perguntou

- Você já sofreu abuso . Algum homem te machucou??

Eu respondi

- Porque você tá me perguntando isso?

Ele respondeu

- Não queria ser indiscreto , só achei que poderia ser alguma coisa assim pelo jeito que você agiu comigo.

Eu não respondi fiquei muito triste , não queria que ninguém lá soubesse nada de mim .

Na segunda feira ele me mandou mensagem de bom dia eu também não respondi , eu não sai pra fora a semana toda com medo dele me encontrar ou alguém saber o que aconteceu e me julgar me olhar sei lá era medo atrás de medo , tomada pela insegurança , eu tomava remédios fortes controlados , ele parou de me mandar mensagens. Na sexta feira meus tios foram a igreja com a minha prima , eu tava sozinha me sentindo entediada fui sentar na frente da quadra os caras estavam jogando bola fiquei olhando ali atoa um tempinho , vi que o Henrique tava jogando mas evitei olhar pra ele , quando ele parou de jogar levantei antes fui indo pra casa pra não ter que cruzar com ele , ele correu até me alcançar chegou em mim e disse " oi , vc sumiu " eu respondi " oi" , ele perguntou

- Vamos sair eu não vou fazer aquilo de novo ...

Eu respondi

- Não dá ...

Ele entrou na minha frente e disse

- Você não tá afim né ?

Eu não respondi nada ele saiu andando e falou

-vou indo nessa...

Eu só não tava sabendo lidar com tudo direito , eu falei

- Henrique espera , não vai...

Ele parou olhando tipo " porque não"

Logo falei toda sem graça

- Não tem ninguém em casa, não quero ficar sozinha ...

Ele demonstrou não estar interessado em me fazer companhia, eu já completei a frase

- Olha deixa pra lá , tchau ...

Ele respondeu

- Você quer ir caminhar ?

Falei que não, convidei ele pra entrar a gente sentou na sala ele no chão no tapete e eu no sofá ,a gente começou conversar sobre filmes séries uns 20 minutos ,eu senti vontade de me aproximar sentei no chão do lado dele , ele disse que tava suado sujo tal, eu respondi

- Tá se oferecendo pra tomar banho na minha casa ?

Ele respondeu meio seco

- Não na boa, só vim aqui te fazer companhia ...

Respondi levantando

- Logo meus tios vão chegar ,acho melhor você ir embora...

Ele levantou veio atrás de mim em direção a porta eu abri fiquei parada ele entrou na minha frente e eu o beijei, coloquei a mão na nuca dele me aproximei devagar e dei um beijo rápido , abri os olhos ele tava parado e sorriu pra mim , eu falei

- Quer ficar mais um pouco?

Ele respondeu

- Você quer que eu fique ?

Balancei a cabeça que sim peguei ele pela mão levei para o sofá , ele sentou, subi em cima sentei no colo dele de frente o beijei novamente , ele ficou paradinho meio sem reação mas tava me correspondendo beijando , ele começou por as mãos em mim pegando na minha cintura eu senti um pouco de insegurança um frio negativo na barriga dei uma travada o Henrique percebeu paramos de nos beijar ele me deu um beijinho passou a mão no meu cabelo e falou

- Tudo bem Angélica?

Eu respondi

- Não sei ...

Ele tava todo excitado eu pude sentir ...

Ouvi minha tia chegando , o Henrique me tirou de cima dele super rápido eu sentei como se estivéssemos vendo tv quietinhos, logo minha tia abriu a porta , eles falaram com a gente mas não ficaram na sala , cortou o clima ele falou que já tava indo embora porque ia sair ,eu respondi

- Onde você vai?

Ele falou que ia para uma festa , não me convidou eu entendi o recado , nos despedimos com um selinho , voltei assistir uns 20 minutos depois ele me mandou mensagem me chamando pra ir na festa , falei que tava de boa ele não insistiu também, eu tinha o hábito de virar a noite assistindo 3 horas da madrugada o Henrique ligou perguntou se eu tava acordada, se eu queria ir ficar com ele na casa dele , eu pensei em ir mas fiquei com medo de não gostar de dar errado , não fui .

Sábado fiquei bem de olho só esperando ele falar comigo ,ele não falou nada no sábado todo domingo também não , eu que não ia correr atrás .

Fiz amizade com a Yasmin que morava perto no condomínio também, ela tinha 30 anos era conhecida da minha tia , a gente conversou pouco um dia com a minha tia junto e minha tia falou que a gente ia se dar bem, ela era loirona simpática gostei dela já de cara ,passei ir quase todo dia na casa dela a gente conversava ficava assistindo fazendo unha cabelo , no fim de semana ela ia sair e me chamou , eu não quis ir cheguei ficar com ela até antes dela ir aí fui pra casa , minhas crises estavam cada vez mais distantes , as vezes eu chorava um pouco sozinha mas tava me cuidando , tentando pelo menos ... Dias depois eu tava no play com a minha prima e a Yasmin e o Henrique tava jogando bola quando chegamos ele já estava la , eu não contei nada dele pra Yasmin porque fiquei com vergonha e receio de começarem falar de mim por lá , fiquei na minha evitei até olhar pra ele, quando ele saiu da quadra veio vindo na nossa direção comecei ficar ofegante meio nervosa , ele parou comprimentou nos duas sentou e os dois começaram conversar , na maior intimidade eu nem sabia que eram tão amigos , já olhei e pensei " vou amarrar meu burro bem longe desses dois" /" nesse mato tem cachorro" ...

Eu não falava nada tava mexendo no celular , ela falou pra mim " Angel o Henrique não morde não tá" , ele respondeu " deixa a menina quieta Yasmin" , eu dei uma risadinha mas não falei nada, eu tava prestando atenção em tudo claro ... Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...