História Angel - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Proibido, Conto, Romance
Visualizações 0
Palavras 1.190
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Angel - Capítulo 2 - Capítulo 2

Angel

Autora DieneMdicci

Parte 2

Fiquei super animadinha com o passeio , super cheia de espectativas com o Guto , a gente se falou direto e nos vimos durante a semana , no fim de semana ele disse que tinha uma viagem de trabalho , achei legal da parte dele em me dar satisfação mas não gostei porque não confiava nele que estava dizendo a verdade, ele ficou fora o fim de semana inteiro , eu não sai pra lugar nenhum , fiquei pensativa mas como tava caidinha por ele procurei não me apegar a paranóias , a gente se viu dias depois ele me levou conhecer o Studio dele e se ofereceu pra fazer uma tatuagem em mim , comecei escolher , aceitei a sugestão dele de fazer uma estrela no bumbum , uma loucura porque fiz escondido do meu pai que se soubesse ia me dar uma surra , ele é PM super careta conservador , minha faculdade foi mais escolha dele do que minha até , ficamos várias vezes depois , passado um mês eu comecei me incomoda com algumas coisas , não podia mexer no celular dele , ele sumia as vezes vivia ocupado , depois fazia algo pra me agradar me compensar mas era chato, a gente não conhecia os pais um do outro , a gente só ficava não tinha nada sério já tava num ponto de grande intimidade eu já tava gostando dele , a gente ficou sem camisinha a primeira vez foi muito importante pra mim e isso me fez querer cobrar dele mais, eu falei que a gente já tava saindo a um tempo e que eu não tava satisfeita com a nossa situação , ele não reagiu bem e me respondeu

- Não sei o que mais você quer Angélica , você não é criança blz não vou pedir sua mão pro seu pai se é isso que você quer esquece .

Eu respondi

- Não quero mais nada Augusto , foi um ótimo passa tempo mas um erro , não dá mais pra mim sério .

Ele respondeu

- Não é pra tanto que frescura, para com isso a gente se curte assim pra que estragar .

Eu falei bem calma

- Você curte como tá , eu quero alguém que me de mais , você é legal mais a gente não tem nada a ver você tinha toda razão desde o início, a gente não tá na mesma vibe .

Ele nem tentou conversar só disse

- Se você quer assim blz .

Fui pegando minhas coisas e saindo ele falou que podia me levar, falei

- Olha eu to de boa de verdade , não precisa!

Ele nem tentou falar comigo , fui pra casa chorando muito chateada, fiquei sem entender porque ele me cativava fazia as coisas pra me conquistar e ai não queria nada com nada , coloquei muita expectativa onde só deveria ter colocado a língua , ele não me mandou nada não ligou , eu também não fui atras , isso foi em uma quinta feira na sexta eu saí com uma amiga, no sábado também a gente foi em um baile funk eu e minhas amigas , eu tava decidida ficar com alguém pra sair da maré de azar , ninguém chegava em mim eu já tava ficando irritada querendo ir embora, a gente começou dançar e eu cheguei em um cara que tava me olhando muito , ofereci a minha bebida perguntei o nome dele, a gente começou conversar e nos beijamos uma vez , um amigo dele interrompeu disse que tinha um b.o. pra resolver ele foi la , mas trocamos contato depois chamei ele pra ficar comigo de novo ele me dispensou e me bloqueou antes mesmo de eu responder, fiquei furiosa muito irritada!

Umas duas horas depois que a gente tava no baile o Guto passou por mim e não me viu , decidi ir embora pra evitar ver ele a gente deu de cara bem na saída , eu fingi que não vi mas ele me puxou pelo braço e falou

- Angélica oi não vai falar comigo não?

Eu respondi puxando o braço

- Oi Augusto

Ele perguntou

- vamo conversa , vem comigo .

Eu respondi

- Não faz tudo ser mais difícil , a gente já falou o que tinha pra falar .

Ele começou falar pra mim ir embora com ele , pra gente relaxar curtir , eu respondi

- Guto não vou sair com você, se você realmente gosta de mim para de falar essas coisas.

Ele tentou me beijar eu virei o rosto e sai andando deixei ele falando sozinho ele não veio atrás de mim , eu não conseguia dormir e pensei em ligar pra ele , mandei mensagem perguntando se ele tava acordado, ele respondeu que sim falou que tava com amigos , era 4 da madrugada , eu não respondi mais nada ele mandou logo

- Onde vc ta?

Eu respondi

- Em casa não consigo dormir .

Ele respondeu

- Vamo se ver ...

Eu respondi que não dava por causa do meu pai , ele falou que queria falar comigo , pra gente se encontrar depois, eu falei que ia pensar...

Depois realmente cheguei pensar em ver ele mas eu tava muito chateada e ele só queria se divertir comigo me fazer de otária , parei de responder ele , passei ignorar as poucas mensagens e ao invés de diminuir começaram aumentar , ele me mandava bom dia , falava que estava com saudades de mim , coisas clichês que me faziam ficar um pouco balançada , ele me mandou mensagem a semana inteira , na sexta feira eu tinha uma social de amigos da faculdade e perdi minha carona , meu pai tava trabalhando , fiquei doida de perder a social resolvi apelar , mandei uma mensagem pro Augusto falando só " oi " , ele respondeu " oi morena" , eu perguntei o que ele tava fazendo , ele disse que tava saindo do Studio indo pra casa , na maior cara de pau falei

" eu preciso de uma carona , tenho um trabalho da faculdade pra fazer em grupo e não tenho como ir, rola uma carona?? " Ele respondeu " Rola você que manda " a gente se encontrou , ele me pegou perto de casa , eu entrei no carro e não beijei ele nem rosto boca nada , ele falou oi perguntou como eu tava , a gente começou conversar ele me perguntou se eu tava saindo com alguém , falei que não , ele disse que eu não precisava mentir , eu respondi

- Augusto não tô entendendo, se eu tô ou não saindo com alguém isso não é da sua conta .

Ele respondeu

- Então porque me chamou ?

Eu respondi querendo chorar

- Para o carro agora Augusto , não quero mais ficar perto de você .

Ele falou que não ia parar , eu falei

- Para se não eu vou pular , para esse carro agora , você tá maluco o que você tá fazendo?

Ele me respondeu gritando comigo

- Você que tá surtada aí Angélica qual é a sua ?

Eu comecei chorar de raiva, tentei abrir mas a porta tava travada...

Continua c



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...