História Angel - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Proibido, Conto, Romance
Visualizações 0
Palavras 2.252
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 20 - Capítulo 20


Angel

Parte 20

Autora DieneMdicci

A gente ficou conversando respondi várias perguntas dele sobre mim , como era minha vida antes , ele perguntou se eu queria ficar com ele , eu respondi " não" ,ele falou

- a gente tá sozinho , vamos sair daqui...

Eu levantei fiquei de frente pra ele e falei

- Sua mãe não pode saber , eu preciso muito do trabalho...

Ele respondeu

-Ela não vai saber "Naja" ..

Eu dei um selinho nele , ele me puxou no colo dele de costas pra ele , foi beijando meu pescoço mexendo no meu cabelo, comecei ficar bem animadinha , fiquei parada só sentindo os carinhos dele , ele pegava na minha coxa cintura me apertava , respirava fundo e eu um pouco ofegante tentando relaxar , a Yasmin tava fazendo barulho demais no banheiro que tava me atiçando ao invés de incomodar , o Henrique parou falou "Angel da licença" ,ele me tirou do colo dele eu levantei me virei pra ele e falei

- O que foi?

Ele respondeu rindo

- Tá muito barulho aqui ?!?!

Eu perguntei

- O que tem é só ignorar ...

Ele respondeu que era coisa demais pra cabeça dele, eu entendi o que ele quis dizer, estava tudo muito quente por ali , eu respondi

- É melhor a gente ir embora né?

Ele respondeu que sim, ainda nos beijamos mais uma vez e saímos de mãos dadas, fomos pra casa conversamos o caminho todo, ele pegou na minha mão o caminho todo praticamente , quando chegamos no condomínio falei pra ele não ir pra casa dele , a gente ficou se pegando no carro ele foi bem legal comigo porque não tentou avançar o sinal , conversamos muito ,ele perguntou sobre a morte da minha mãe , quando tava quase amanhecendo eu entrei em casa e ele foi pra casa dele, no domingo dormi até tarde quando acordei tinha mensagem dele " Bom dia Naja"

Eu respondi, ele perguntou como eu tava disse que a gente precisava muito se encontrar de novo , só que eu sabia que não ia dar certo por causa da mãe dele ,meus tios saíram insistiram pra mim ir inventei mil desculpas e não fui, tomei um belo banho vesti um vestido de ficar em casa mesmo, mandei mensagem chamando o Henrique , ele foi em casa entrou escondido pelos fundos pra ninguém ver , ele chegou me deu um selinho logo de cara , levei ele pro quarto pela mão entrei fechei a porta , a gente deitou começamos nos beijar um pouco, ficamos assistindo conversando de boa , eu pensei comigo quero ver até quando ele vai ficar de boa comigo , a gente acabou dormindo abraçados era umas 14:00 quando ele chegou , por volta das 18:00 acordei com a minha tia me chamando na porta ela foi abrindo não deu nem tempo de fazer nada pra esconder ele , ela falou

- Vim avisar que chegamos, tudo bem Henrique?

Eu não sabia se ela ia xingar ou não, fiquei muito sem graça , ela saiu fechou a porta, fiquei nitidamente chateada ele falou pra mim

- O que foi? Porque você tá assim?

Eu respondi

- Não quero criar problemas aqui , se ela me mandar de volta meu pai vai ficar muito bravo comigo ...

Ele respondeu

- Mais a gente não tava fazendo nada demais ...

Respondi

- Mesmo assim ...

Ele falou que poderia conversar com meus tios se isso fosse me deixar melhor , respondi que não precisava porque a mãe dele não podia nem imaginar que a gente tava ficando , pedi pra ele ir embora levei ele até a porta dei um abraço bem apertado, ele tentou me beijar falei que não , que era melhor parar por ali , ele disse que tudo bem.

Não consegui dormir nada na segunda feira fui ficar com o Miguel a Thais trouxe ele dá escolinha quando ele me viu pulou no meu colo falando que estava com saudades e eu pensando em parar de cuidar dele pra cuidar do Henrique kkk ela almoçou com ele e disse que a gente ia no shopping , ele ficou conversando muito comigo todo tempo , ela tava escolhendo roupas e disse que era pra mim escolher algo de presente como uma bonificação, agradeci falei que não precisava , ela insistiu eu peguei lá um conjuntinho de calor lindo florido, ela me tratava bem com educação mais seca , era o jeito dela mesmo , na terça feira vi o Henrique a noite , eu tava arrumando o quarto Miguel tava dormindo já , ele passou pela porta falou oi , respondi ...logo em seguida ele voltou parou na porta e falou

- Oi Naja e aí tudo bem?

Sorri pra ele e falei

- Naja?

Ele disse que os amigos dele estavam me chamando assim e como eu era muito perigosa ele tinha gostado da ideia , respondi

- Eu perigosa?

Ele veio entrando no quarto e respondeu me abraçando por trás

- Você fica me seduzindo aqui na minha casa , não é um perigo mesmo?

Eu falei

- Henrique para aqui não .

Ele respondeu

- Vamos pro meu quarto então...

Falei que não e que a mãe dele tava pra chegar, ele respondeu que ele podia ir na minha casa então , ele não me soltava comecei ficar irritada , falei pra ele parar ou eu ia perder o emprego por causa dele , ele me soltou rindo ainda disse " você pode ser a minha babá qualquer coisa" , ele saiu do quarto depois a Thais chegou , perguntou se foi tudo bem, falei que sim claro tudo ótimo ...

Vi o Henrique a semana toda , na sexta feira o Miguel tinha judô a noite 18:00 , ficamos prontos a Thais não chegava , aí o Henrique chegou falando que ia levar a gente ,eu nem tava dando muita abertura porque ele era safado e ia ficar tirando a minha paz , fui no banco da frente ele pegou na minha mão , ficou cantando músicas românticas , tudo pra tirar uma onda com a minha cara , eu ria e balançava a cabeça que não , o Miguel entrou e eu tinha que ficar esperando , falei para o Henrique

- Pode ir embora...

Ele respondeu

- Não posso, minha mãe mandou eu ficar esperando com vocês .

A gente tava sentado em uma sala de espera tinha mais umas três pessoas esperando a aula acabar também , ele começou puxar assunto e rapidinho a gente tava bem próximo eu tava com a cabeça encostada no ombro dele e as mãos dadas , a gente ficou conversando a hora passou super rápido, a Thais ligou pra ele eu até soltei minha mão e me afastei ,ele conversou com ela normal disse que tava chegando buscar a gente, olhei pra ele tipo " você tava mentindo" ele sorriu desligou e me deu um beijinho no canto da boca , eu sorri e falei

- E se alguém ver?

Ele respondeu

- Mas eu nem cheguei aqui ainda ...

A gente se beijou uma vez , as crianças começaram sair já nos afastamos , ele conversou comigo no caminho chegamos em casa quietinhos só falando com o Miguel , a mãe deles já tava lá conversei com ela sobre o Miguel, ela perguntou se eu ia sair a noite falei que não , ela disse que talvez iria sair se eu podia ficar com o Miguel a noite toda , falei que sim sem problemas eu não tinha nada pra fazer mesmo, fui pra casa jantei conversei com o meu pai ele disse que eu precisava ir conhecer o ap , perguntou se eu tava gostando de ficar com a minha tia , a gente não se falava muito , as vezes trocava mensagem de bom dia , fotos vídeos, contei pra ele que tava trabalhando no condomínio mesmo ele me disse que eu não precisava disso , que eu tinha que estar estudando pra ter uma profissão de verdade, a gente já se estranhou porque falei que não ia voltar tão cedo pra faculdade ,a Thais me mandou mensagem dizendo que ia deixar o Miguel pronto pra dormir que as 21:00 eu podia ir, estava muito frio , tomei banho coloquei um conjunto de moleton e fui , quando cheguei senti o cheiro do perfume do Henrique mas não vi ele o carro dele não tava lá, ela disse que ia sair com amigas ela era solteira com certeza foi a um encontro , ela deixou o sofá cama no quarto do Miguel pronto pra mim , disse que ia chegar cedinho e que ele dormia feito pedra a noite toda , ela também disse que nos dois íamos estar sozinhos porque o Henrique ia passar o fim de semana fora , ela saiu trancou tudo fiquei assistindo no quarto mesmo , não tinha dado nem 1 hora que ela tinha ido ouvi barulho de carro na garagem , mas continuei onde tava logo ouvi alguém vindo era o Henrique ele parou na porta perguntou da mãe dele , respondi

- Ela saiu com as amigas sei lá , você não ia passar o fim de semana fora?

Ele respondeu sorrindo

- É o que eu disse pra ela ...

Ele me disse parado na porta

- Vamos conversar, vem comigo...

Balancei a cabeça que não , ele respondeu

- Se você não vem eu vou...

Eu tava sentada no sofá cama ele deitou no meu colo , fiquei fazendo carinho no cabelo dele , eu tava de cabelo solto ele me puxou pelo cabelo e me beijou , a gente deitou começamos ficar , a coisa começou esquentar aquela pegada forte eu tava doidinha mas não tava muito a vontade porque era loucura e o Miguel tava no quarto , eu parei de beijar falei pra ele parar com tudo aquilo, ele não gostou muito ficou nítido e ainda falou

- Eu devia ter ido ficar o fim de semana fora.

Respondi saindo de perto dele

- Não fui eu que pedi pra você ficar Henrique, não vou fazer nada com você com o seu irmão dormindo do lado e sua mãe podendo chegar a qualquer momento...

Ele respondeu

- Não é assim desculpa, vamos ficar na boa vem aqui ...

Respondi

- Não, olha é errado eu odeio fazer as coisas escondidas, não vamos ficar mais .

Ele levantou bravo saiu do quarto , dormi de manhã acordei vi que a Thais tinha chego tava dormindo ainda, preparei a mesa do café ele chegou na cozinha não falou comigo também não falei com ele ,fui acordar o Miguel dei café pra ele e ficamos assistindo na sala , o Henrique veio sentou com o Miguel eu nem olhando na cara dele não tava , ele falou pra mim

- Tá brava comigo Naja?

Eu não respondi , ele perguntou

- Não vai mais falar comigo? Miguel fala pra Angélica ser amiga ...

O Miguel falou comigo respondi que eu era amiga só dele , do Henrique não.

Ele logo saiu ,fui pra casa na hora do almoço , a Thais perguntou como foi a noite falei que tudo ótimo que nem tinha visto o Henrique chegar, ele me mandou mensagem nem respondi, fui na casa da Yasmin a gente conversou bastante eu não contei que tinha ficado algumas vezes com o Henrique ,só falei da festa disse que ele não tava afim mais , eu também não, a gente ia sair juntas a noite um show do Henrique e Juliano me arrumei toda , coloquei uma saia de couro uma blusa vermelha decotada de manga um coturno de salto e colete tava frio , cheguei na casa dela ela tava terminando de se arrumar ,ouvi buzina aí ela disse que a gente ia de carona com o ficante dela e o Henrique também ia , respirei fundo a minha vontade era não ir mais , abri a porta eles dois entraram falei oi pro cara , nem olhei para o Henrique ele começou falar que eu tava linda , nem respondi tava irritada com ele , eles pegaram bebida começaram beber falei pra eles dois " não vão me oferecer ?" O Henrique respondeu

- Você não bebe !

Eu respondi

- Hoje eu posso , tô afim.

Peguei uma garrafa de corona bebi metade em um gole, a gente tava na sala e ela no quarto, o cara falou pra mim ir devagar que não era água , eu respondi

- Relaxa eu aguento...

O Henrique olhou pra mim balançou a cabeça que não tipo " não faz isso" , o cara foi no quarto falar com a Yasmin a gente ficou sozinho na sala , eu tava sentada no mesmo sofá que ele, fiquei mexendo no celular ele perguntou se eu não ia mais falar com ele , respondi que não, ele sentou do meu lado e falou

- Você é difícil sabia...

Eu respondi rindo

- Você desisti fácil né?

Ele me deu um selinho e disse

- Não desisto se você falar que quer ...

Eu tava muito afim no final das contas, beijei também a gente parava de beijar se olhava nos olhos sorria e continuava , até que a Yasmin veio pegou a gente no flagra , a gente parou me ajeitei tava com o batom borrado, ela falou

- Calma gente não vão se engoli no meu sofá, a gente vai se atrasar ...

Levantei fui no banheiro ela logo veio atrás e falou que a gente podia ficar se quisesse , falei que eu não sabia se ele queria , se era uma boa ideia ...

Continua



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...