História Angel (Imagine Amber Liu) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias F(x)
Personagens Amber Liu
Tags Amber Liu, Anjo, Imagine Amber
Visualizações 214
Palavras 1.000
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Ficção, Fluffy, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 4 - Acho que o anjo aqui é você.


Fanfic / Fanfiction Angel (Imagine Amber Liu) - Capítulo 4 - Acho que o anjo aqui é você.

— ...Talvez ele queira sua liberdade de solteiro novamente pra pegar quem quiser.


– Talvez ele não soube valorizar a garota legal que esteve ao seu lado.


— Tá falando de mim? – fiquei envergonhada – Eu não sou tão legal assim…


– É claro que é,ninguém precisa te dizer sempre que você é legal pra você pensar assim. Você tem que dizer pra si mesma que é uma pessoa legal e se os outros não pensarem assim você não tem que se importar.

— Eu…nem sei oque dizer agora.

– Não fique se culpando pelo término. Se você não fez nada a culpa dele terminar contigo não foi sua ______. Só pense nisso. – Ela levantou – Eu tenho que ir agora. Nos veremos amanhã na faculdade, certo?

— Sim. – Também me levantei e a acompanhei até a porta. Amber foi embora e eu fechei a porta a trancando. Guardei minhas coisas e as organizei para o dia seguinte e tomei um banho antes de me deitar.

Ainda penso nisso,porque Amber escolheu a mim para ser sua amiga assim de repente? Eu sou insegura, ainda penso que no final essa amizade pode dar errado por culpa minha talvez. Não…pense como a Amber... Eu sou uma pessoa legal.

«No dia seguinte»

Fiz minha rotina de sempre e fui para o ponto de ônibus. Peguei o ônibus e assim que entrei parecia não ter nenhum lugar vago até uma voz me chamar.

– _____! Senta aqui. – Reconheci a voz e fui até lá vendo a Amber. Me sentei no acento vazio e tirei minha mochila a colocando no colo.

— Oi.

– Dormiu bem ontem?

— Sim. E você?

– Que bom, Eu também. Bem... hoje é o meu primeiro dia na faculdade, pode me ajudar já que é experiente?

— Posso sim. – Ascenti e ela sorriu. Como pode ter um sorriso tão lindo?

– Você está muito bonita hoje.

— Eu bonita? – Neguei – Acho que não, nem fiz maquiagem hoje.

– Por isso mesmo. Está linda, de rosto limpo com sua beleza natural.

— Obrigado por pensar assim. Acho que você é a única.

– Só falta você pensar assim. Então não vai importar se ninguém pensa ou não.

— Com tantas coisas que me aconteceram eu nem tive tempo de pensar em mim…

– Agora é a Hora, você tem que pensar em si _____, pensar o quanto você é incrível.

— Uma pessoa Incrível deve ser boa em várias coisas. Eu acho que só sou boa em chorar. (Autora: acho que eu tô colocando todos os meus sentimentos nessa fic, Meu Deus ksksk)

– Eu não te conheço o bastante para saber das suas qualidades, mas eu acho que você deve tê-las escondidas por ai. Todo mundo no fundo tem alguma coisa de bom pra mostrar…

Formos a viajem inteira Conversando, conversar com ela me faz bem. Amber está sendo como uma pisicologa pra mim. Chegando na faculdade nos entramos e dessa vez eu vi SeungCheol chegar de mãos dadas com a garota popular da faculdade.

– Você Viu? SeungCheol assumiu o namoro com a Kristal, as pessoas dizem que eles já tinham um caso a um tempo. - Uma garota comentava com sua amiga ao nosso lado.

— Foi por isso que ele terminou então…

– Viu, não foi culpa sua.

— Claro,Um garoto popular teria que namorar uma garota popular e Linda e não uma…– Ela me abraçou.

– Não ouse completar essa frase, lembra do que eu te disse.

— Amber... – Segurei o choro – Eu não vejo outro motivo pra isso ter acontecido.

– Esquece isso meu anjo. – Eu me sentia tão segura ali no seus braços, não sei porque. E eu não estava em aí para as pessoas que nos olhavam abraçadas ali, pela primeira vez não me importei com os olhares alheios.

— É Difícil. Se ele ao menos me desse uma explicação… – Nos separamos.

– Não chora. – limpou minhas lágrimas delicadamente. – Você fica mais bonita quando sorri.

— Ok… – Fungei – Que sala você vai ficar?

– Essa aqui. – Tirou um papel do bolso e me entregou.

— É a mesma que a minha. Vamos, fica por aqui. – andei e ela me seguiu até a sala de aula.

[>>>]

Depois da aula saímos juntas quanto escutei alguém atrás de mim me chamar. Me virei e vi SeungCheol, oque ele quer comigo?

– Quero conversar contigo.

– Vai lá _____. – Amber diz em um sussurro ao meu lado e eu Ascenti ganhando confiança. Andei até o mesmo e ele fez sinal para que eu o acompanhasse.

— Oque foi? – perguntei assim que paramos.

– Eu Acho que...fiz errado terminando contigo sem dar uma explicação.

— Só agora que veio perceber? Não sabe o quanto eu fiquei confusa cara!

– Relaxa. Eu estou aqui pra isso…pra te explicar.

— Comece então.

– Eu terminei assim que…que percebi que já não te amava como antes. Eu estava gostando da Kristal e não queria ficar com ela estando namorando contigo. Eu não queria te trair sabendo que iria te machucar com isso.

— Porque não me contou?

– Você estava deprimida por causa da sua mãe eu achei que se te contasse você fosse ficar pior.

— Acho que eu iria sofrer da mesma forma que sofri quando você terminou sem mais nem menos, não iria fazer diferença, talvez eu até me conformasse já que eu sabia o motivo. Mas não… você escondeu isso e me deixou pensando que a culpa do término era minha, eu pensei em mil coisas e…

– A culpa não foi sua. Foi minha por se apaixonar por ela e te deixar em um momento difícil.

— Eu entendo. Agora eu entendo que existia a possibilidade de você se apaixonar por qualquer garota já que todas parecem melhor do que eu.

– Para com isso. Não é assim…

– SeungCheol! Vamos! – escutamos a voz da Kristal.

— Tchau SeungCheol, você deve ir agora. – Ele apenas foi respirei fundo e mordi o lábio inferior meus olhos já estavam lacrimejando Quando eu senti um abraço por trás.

– Tá tudo bem meu anjo. – Era disso que eu precisava: Um abraço.

— Amber, acho que o anjo aqui é você. Só você mesmo pra me dar um abraço e dizer que está tudo bem.

– Vamos agora? – ficou ao meu lado.

— Vamos sim.


Notas Finais


Aaahh até o próximo nenês ❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...