História Angel Of my Dreams - Suga (BTS) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Min Yoongi, Sonhos, Suga
Visualizações 30
Palavras 485
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fluffy, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu tive a idéia dessa fic, depois que sonhei com um menino que era amigo da minha melhor amiga sem conhece-lo e dias depois ela me mandou o número dele. Quando recordei desse fato eu pensei que daria uma ótima História com um pouco de fantasia mas com um estilo bem romântico. É isso, espero que gostem e obrigado se leram até aqui❤

Boa leitura!

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Angel Of my Dreams - Suga (BTS) - Capítulo 1 - Prólogo

                 [Sayuri On]

O carro da família Komoto estava indo em direção ao cemitério, na cidade de Kamakura, uma cidade no litoral e fica a uma hora ao sul de Tóquio no Japão, e tem uma história bastante turbulenta. A cidade foi devastada pela guerra, terremotos, tsunami, tufões e incêndios que deixaram a cidade menor. Sua história deixou para trás milhares de templos e historias. Dentro do carro, estava eu; Sayuri Minaua, uma adolescente Brasileira de descendência japonesa. Eu gostaria muito de dizer que estou disposta, mas não estou. Um parente distante faleceu, minha cara deveria estar acabada pelo acontecimento e também pela falta de boas dormidas a noite. Faz 1 semana ou mais que simplesmente não consigo dormir direito, venho tendo sonhos estranhos, sonhos com uma certa pessoa que eu não sei quem é! Ele tem cabelos escuros e uma pele tão limpa e lisa quanto ceda. Tenho tido pesadelos com essa pessoa também, do tipo; estamos ao meio de um terremoto, pessoas correm para todos os lados, eu tento mas não consigo sair do lugar. O Garoto - assim julgo ser - sempre fica parado me encarando. Talvez seja so uma figura que minha mente criou. Mas é extremamente incômodo não poder dormir.

-- Sayuri Querida, por favor pegue os lenços em minha bolsa -- A Viúva Komoto me pediu equanto fungava e limpava o rosto com os dedos delicadamente. Todos no carro vestiam preto. Ao meu lado estava sentado Jimin, assim como eu, ele era de uma familia afastada, mal sabia porque estava aqui. Diferente de mim, era coreano e estava todo encolhido. A nossa relação com a familia Komoto era por pura cultura ancestral. Nossas familias no passado foram ligadas e por aqui em Kamakura, quando alguém da familia falece todos possiveis devem vir ao enterro.

-- Finalmente chegamos -- A filha da Viúva e do falecido, que aliás era muito arrogante, abriu a porta saindo sem esperar. Pegando logo em seguida seu celular, mandando mensagens fazendo uma ligação que pareceu ser para seu Noivo. Essa familia era peculiar de todos os modos, vamos chama-la apenas de familia Komoto.

O enterro foi como todo enterro deve ser : Triste!

Após o encerramento da cerimónia, voltamos todos de carro para casa, eu mal esperava poder chegar e tirar um cochilo demorado.

Enquanto isso no Hospital geral de Kamakura:

-- Porquê meu filho não acorda? PORQUÊ? VOCÊS QUEREM MATAR ELE? -- A senhora Min estava desesperada. Seu filho simplesmente não acordava. Ele ja estava em coma a 2 meses. A causa era simplesmente desconhecida, o Hospital era negligente. O rapaz chegou com uma pequena febre e dias depois apareceu desacordado, assim mantido nesse estado desde então.

-- Senhora, por favor se acalme -- o Médico responsável por Min Yoongi pediu calmamente.

-- Meu filho não pode continuar assim...não podee.... -- a Senhora, ja sem saida deixou as lágrimas caírem. Oque seria de seu filho agora? 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...