História Angel Of my Dreams - Suga (BTS) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Min Yoongi, Sonhos, Suga
Visualizações 25
Palavras 620
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fluffy, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Despertar


              [Min Yoongi On]

Eu não sei se vivo em um mundo paralelo, se estou acordado ou ainda dormindo. Todos os dias a minha mente me prega peças. Por dias sem fim eu vaguei sem caminho, sempre acabava me deitando no chão e dormindo, logo depois eu acordava acreditando realmente está acordado mas era so mais uma peça da minha mente, eu não tinha acordado de verdade e se eu tivesse mesmo, esse mundo era uma porcaria, onde não tinha minha mãe, nem meus irmãos ou meus amigos....

Única coisa que esse lugar tinha, era uma garota. Garota qual eu via sempre que acordava, e não importava o quanto eu andasse meus caminhos sempre me levavam a ela. Acredito que como eu, ela nao entenda porque sempre nos encontramos, muitas vezes ela foge, nunca consigo falar com ela. Sua boca meche mas palavras não saem. Hoje como todos os dias, andei vagando por ai, cansado de andar por um caminho sem fim me deitei no chão. Fechei os olhos, mas imediatamente eles se abriram, o lugar que agora eu estava ja nao era mais o mesmo.

-- Ai meu deus, Por favor chamem o médico geral -- Tudo era branco e muito claro, eu não sentia meu corpo. Minhas orbes se moveram por todos os lados, tudo oque eu via era um teto branco.

-- Ele acordou, Chamem a mãe dele....Min Yoongi? Você consegue me ouvir? -- Algo com uma claridade alta foi posto em meus olhos, senti minhas pupilas reagirem na mesma hora.

Será que agora, finalmente eu despertei?

                  [Sayuri On]

-- Obrigado e volte sempre!! -- Disse para mais uma cliente após entregar suas sacolas. Trabalhar tão nova era algo realmente inspirador para os japoneses, ja que minha familia decidiu não me bancar mais!

Essa manhã eu estava relativamente bem, depois de longas noites com sonhos estranhos e pesadelos essa noite eu consegui dormir bem! Não tive mais aquele maldito importunando meus sonhos. Nem sinal dele. Sorri contente esperando que ele nunca mais aparecesse na minha cabeça.

-- Sayuri, ja terminou ai? -- O senhor Gaiô perguntou carregando alguns livros. Ele era dono da loja de livros e gibis que eu trabalhava, era um sucesso. Sempre vendia muito manga. Apesar de ser um senhorzinho de idade bastante carrancudo quando queria, era um patrão muito bom.

-- Oque está carregando senhor Gaiô?

-- São exemplares, sobre psicologia e psicanálise! -- ele disse deixando os livros em cima do balcão.

-- E por quê tem tantos?

-- A pessoa que comprava esses exemplares parou de vir aqui faz alguns meses. Ele era o único que se interessava.

-- Aah -- Falei compreendendo -- Talvez tenha acontecido algo grave.

-- Provavelmente sim, ele era tão jovem -- o senhor falou com um tom de lamento.

-- Falando em jovens -- puxei o assunto. Nunca contei sobre os tais sonhos ao senhor Gaiô, acreditando que alguém de sua idade não fosse se interessar por bobeiras de adolescente, mas não contive contar -- Eu venho tendo sonhos ruins com uma pessoa. Mas ontem a noite, não teve sonho. Fiquei muito feliz!

-- Ah é mesmo? E como eram?

-- Eu me encontrava com um menino, não importava pra onde eu corresse ele estava la...é estranho -- falei bufando guardando todos os livros do balcão em um lugar que não parei para prestar atenção. Senhor Gaiô deu uma gargalhada seguida de uma tosse, sorri.

-- Doque está rindo hein?

-- Ora, dizem que se você sonha demais com a mesma coisa...significa que ela uma hora vai acontecer!

Sorri mostrando os dentes, senhor Gaiô era cheio de suas superstições japonesas. peguei o último livro de psicologia passando a mão na capa que tinha escrito um nome:

-- Min Yoongi!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...