História Angel Of my Dreams - Suga (BTS) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Min Yoongi, Sonhos, Suga
Visualizações 20
Palavras 834
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Fluffy, Hentai, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Encontro


             [Yoongi On]

-- Então, como se sente?

-- Minha visão ainda está turva, minha audição afetada, algumas vezes é até difícil falar -- Descrevi como me sentia para o homem jovem, que não devia ter mais que alguns anos que eu e ja era doutor geral. Meu corpo ficou adormecido a muito tempo; e algumas coisas levariam um tempo para se acostumar ao meu corpo voltando a ativa, como tato, paladar, sentidos e reflexos.

-- Ainda bem que você acordou filho!! -- Minha mãe não saiu 1s do meu lado.

Como eu poderia imaginar que uma febre levaria a um coma? Isso não tem explicação, nem mesmo nos livros de psicologia e psicanálise que eu lia...aliás, logo voltaria aquele a le-los

-- Vamos ver seu estado e logo ficará de alta, foi um pequeno susto.

-- Pequeno susto? Meu filho está dormindo a 2 meses e vocês nunca me disseram a causa e agora que ele acabou de acordar querem o mandar embora? Não vão nem mesmo pesquisar mais para descobrirem oque aconteceu e se acontecer denovo?

-- Mãe -- a chamei um pouco rouco -- por favor se acalme...está tudo bem agora, eu ja estou melhor!! Se ele diz que posso ir pra casa não é algo bom? -- ela me encarou calada por alguns segundos.

-- Seu filho está totalmente certo senhora Min, se acalme! -- Eu não gostava desse médico. Ele era estranho, não consigo explicar mas eu sentia algo ruim nele.

Não demorou muito para o médico aparecer e dizer que podiamos ir para casa, minha mãe ficou inconformada com isso. Quando entramos no carro ela ainda não parava de falar;

-- Não acredito mesmo. Nenhum checap, nada. Que negligência, com certeza irei denunciar esse hospital

-- Calma mãe -- deitei minha cabeça no encosto do carro. Minha mãe, uma senhorinha cuidado de um marmanjo velho como eu...me sentia um adolescente denovo, logo eu um homem de 20 anos.

Passamos pelas ruas do Japão, minha mãe veio morar aqui depois de termos problemas familiares na Coréia. Era um bom lugar para viver.

-- Mãe, por Favor, pode parar no centro? Preciso ir a uma livraria pegar umas coisas

-- Tem que ser agora Yoongi? Por Favor você tem que repousar...

-- Mãe, prometo que irei repousar depois que fomos lá!

-- Ta bom, você venceu -- ela acelerou o carro um pouco mais e logo chegamos a tal loja de livros que eu frequentava. Mamãe me carregou com a ajuda que eu tive da moleta que ganhei no Hospital. Pelo menos isso eles me deram.

Quando a porta do local se abriu, um som de sininho ecoou, logo abri um sorriso quando vi senhor Gaiô no balcão arrumando alguns Gibis.

-- hahaha, eu não acredito -- ele disse saindo de trás do balcão -- Min Yoongiiii -- veio em minha direção com os braços abertos logo me dando um abraço de vô.

-- Também senti saudades senhor Gaiô, e dos livros claro !! -- Falei batendo em suas costas. O homem ainda não havia me soltado, continuei dando tapinhas em seu tronco até que aos poucos os tapas foram ficando cada vez mais leves pelo meus desconcentrar. Uma moça, praticamente uma menina apareceu em meu campo de visão, ela carregava uma pilha de livros e os jogou em cima do balcão. Eu conhecia ela

                 [Sayuri On]

A sessão de romances era enorme, organiza-la era uma trabalheira. Joguei a pilha em meu colo no balcão e limpei a testa com as costas da mão.

-- A sayuri, venha aqui...rápido rápido -- ouvi senhor Gaiô me chamar e fui ate ele -- aqui está alguem que você deve conhecer... Min Yoongi!!

Quando o senhor de idade saiu da frente do rapaz, foi como se eu estivesse dormindo denovo, parecia que eu estava sonhando, pois era examente assim que o rapaz dos meus sonhos se parecia...exatamente como ele.

-- Meu filho, você tem que ir para casa...tem que descansar -- a senhora que o segurava pelo braço disse calma, mas o rapaz não respondeu, seus olhos estavam estáticos em mim. Parecia que existia uma sintonia entre nós.

-- Sayuri, rápido busque os livros que Yoongi lia, aqueles que te mostrei!! -- Quando senhor Gaiô disse isso, comecei a ficar vermelha de nervoso, eu não lembrava onde tinha colocado os livros.

-- Você esta bem? -- o Rapaz perguntou, sua voz era rouca e firme...quantos anos ele tem?

-- Eu vou buscar e ja volto.... -- falei dando as costas sem pensar duas vezes procurando em todos os cantos

-- Basta dizer que você perdeu menina

-- Me perdoe senhor Gaiô, eu não tive a inten....

-- Está tudo bem -- Yoongi disse balanço a mão em sinal de tudo bem -- eu posso voltar depois.

-- Ah finalmente... -- a mãe dele disse -- Vamos vamos.

-- Ate mais ver Yoongi.

-- Até Sr. Gaiô....ate Sayuri -- Sua voz dizendo meu nome me arrepiou, foi estranho sentir aquilo. Acenei com um sorriso.

-- Até, Yoongi. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...