1. Spirit Fanfics >
  2. Angels >
  3. Dia de ajudar um amigo II

História Angels - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Dia de ajudar um amigo II


 

Leeteuk estava sentado no sofá de sua sala e tagarelava sobre uma solução para os problemas que o Super Junior enfrentava. 

Ele, Heechul, Yesung, Ryewook e Kyuhyun haviam tido uma exaustiva reunião na SJ Label hoje, os managers e a equipe de produção lhes passaram muitas indicações, sobre o que falar, e o que não falar a respeito dos recentes acontecimentos, principalmente um envolvendo postes de energia.

É tão fácil tudo dar errado! – Ele prosseguia. – Eunhyuk com quem eu sempre podia contar está no exército, assim como Donghae, Siwon e Shindong que só sairia no final do ano.

 Parte do Elfe está revoltado com o casamento de Sungmin, e nem venha me dizer que não é pelo casamento porque é! E ele também está prestando serviço militar. 

Henry está seriamente pensando em não renovar contrato com a SM. Kibum e Han Geng, bom eles sairam a muito tempo.

E agora outra polêmica envolvendo Kangin. 2016 poderia fazer o favor de acabar, parece que nada de bom acontecerá esse ano.

Kim Heechul estava sentado ao seu lado, trocando mensagens no celular  e com uma expressão sombria de tédio, afinal não aguentava mais aquela conversa.

Leeteuk fitou Heechul – Yahh você está me ignorando!!!

 – Você parece um disco arranhado que continuamente agride meu cérebro!!! – Declarou Heechul massageando as têmporas.

 – Se não quer me ouvir, o que você faz aqui? Vá para sua casa ande, você tem uma! Eu sou uma piada pra você!?

Assim que Leeteuk chegou em casa um Kim Heechul brotou em sua porta e se esparramou no sofá. Se ele ousasse bagunçar seu tapete a batalha de Incheon se repetiria.

Heechul respirou fundo e começou:

 – Você procura uma solução mágica para os nossos problemas, aconselho a parar de fazer isso, ou vai enlouquecer. A vida não é um filme, e nenhum “god ex-machina” aparecerá pra nos salvar. Temos que deixar as pessoas e as situações levarem o seu tempo.

 – Eu sei, mas não faz com que eu me preocupe menos, principalmente com Kangin.

 – Vocês estão separados a um bom tempo, o que você tem haver? Retrucou o Kim. 

– Eu ainda sou seu hyung e você também! – Insistiu Teuk. 

– Você precisa entender que ele quer ficar um tempo sozinho, se quer fazer algo por ele, faça como Siwon e Donghae e vá orar!

 Se dando conta do que acabou de falar, Chulla respirou fundo novamente  e acrescentou. 

– Quando até eu recomendo que as pessoas façam orações é porque as coisas estão realmente difíceis.

 – Eu deveria mesmo fazer uma visita a congregação de Siwon – refletiu Leeteuk. 

– Yaaahhh! Esbravejou Heechul. – Eu estou aqui gastando todo esse tempo à toa!? Você não irá a igreja, irá em uma festa comigo. Um donseng me convidou e Momo está ocupada com preparativos da festa de aniversário da Dahyun não poderá vir, por isso você vai me acompanhar! 

– Estou cansado, Chulla, é melhor você ir sozinho. – Disse levando a costa da mão a testa de modo dramático. 

– Aish, esse cara! Eu trabalho tanto quanto você, pare de drama! Se não for se trocar irei arrasta-lo do jeito que está! – Ameaçou, já perdendo a paciência.

O mais velho fitou Heechul por um tempo. Teuk sabia que o convite era uma tentativa de tirá-lo da crescente espiral de tristeza que o envolvia, e não duvidava da capacidade de Kim de arrastá-lo até a tal festa, nem que seja por pura teimosia. Eles eram assim, brigavam muito mas se apoiavam com a mesma intensidade. – Okay, vou me trocar. Ponha ShinKoong para dormir enquanto isso.

- Que seja! – Retrucou Heechul. – E não demore tanto essa cinderela tem que voltar a meia noite!

Ele demorou. Leeteuk escolheu um terno branco com calças da mesma cor e sem camisa, afinal ele frequentava a academia pra isso.

 Ao sair do quarto comparou o seu estilo com o do amigo a sua espera na sala, Heechul estava com uma camisa de mangas estampada, calça preta e um maxi colete preto, finalizando com uma corrente dourada. Heechul sempre foi mais estiloso. – Leeteuk refletia. – Bom pelo menos eu tenho músculos, ele consolou a si mesmo. 

– Estou  pronto! – Anunciou dando uma voltinha.

 – Humm... – Heechul sorriu envergonhado. – Já  ouviu falar de camisa Jung Su! Elas existem, seu exibido! 

– Se quiser que eu vá irei assim, se não aceitar me deixe ficar. E onde é mesmo essa festa? 

– Tudo bem, você que sabe! Quanto a festa... – Chulla sorrio malicioso. 

 – É na casa do JHope!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...