1. Spirit Fanfics >
  2. Angels >
  3. Noite de Festa

História Angels - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Noite de Festa


A casa estava cheia! Foi a primeira coisa que Hobi pensou. Seus amigos, haviam trazido outros amigos e como sempre a festa tinha tomado proporções grandiosas, mas ele estava preparado para isso.

Sua nova cobertura era grande, umas dez vezes maior que a casa que moravam em Gwanju, havia espaço para todos aproveitarem um bom tempo, mas também significava que a decoração foi trabalhosa, principalmente os corredores.

JHope tinha a sensação que corredores não deveriam ser tão largos, poderia facilmente ser um outro cômodo da casa. Dawon e sua Omma se encarregaram de mobiliar aquele espaço o que envolveu poltronas e sofás,  definitivamente corredores não deveriam ser tão largos, disso ele tinha certeza.

Ele olhou para a pista de dança organizada na sala e todos ali estavam tão bonitos, e ele também, Hoseok não era inseguro com sua aparência, ele adorava ser quem era, se vestir do seu jeito e isso não era da conta de ninguém.

Hoje o jovem tinha escolhido calça jeans azul claro e uma camisa branca de mangas compridas e ainda uma jaqueta bomber com estampa de girassóis e algumas lantejoulas douradas, nos pés um tênis branco completava o estilo da noite. Ele sabia que estava incrível.

Todos pareciam estar se divertindo. Dawon dava risada de algo que JK dizia para uma roda de garotas.

 RM ria de uma provável piada não tão engraçada de Jin. A Omma e o Appa do BTS estavam de mãos dadas, eram tão fofos às vezes que JHope precisava admitir que sentia uma pontinha de inveja. Para eles dois parecia ser tão fácil ser um casal, tão fácil terem se encontrado. JHope ainda admirava o relacionamento dos amigos quando o garçom passou e Jin roubou a comida de Namjoon e os dois começaram a brigar, embora o garçom ainda estivesse lá com a bandeja, a fofura tinha acabado.

Enquanto isso Jimin parecia ser o dono da pista de dança e V e Suga cochichavam algo fora de seu alcance auditivo. 

Hobi então se decidiu por reivindicar a pista de dança, afinal a festa era sua, e Park Jimin precisava aprender a compartilhar os holofotes.

Na pista de dança, começou uma coreografia elaborada ao som de Everyday de Asap Rocky, um de seus rapers favoritos.

- Eu me rendo! Park Jimin levantou as mãos. – Você  é o melhor dançarino! – Anunciou e deixou a pista indo conversar com seu amigo Taemim.

JHope estava dando um show na pista, metade dos convidados o rodeavam, talvez por isso não tenha notado quando Leeteuk e Heechul chegaram e foram recebidos por Suga.

-Hyung! Você chegou! – Declarou Suga. Animado como quase nunca se via.

-Yah! Essa pessoa não ficou tão feliz assim quando cheguei! – Uma Su-Ran fazendo beicinho, buscava atenção.

-Noona, não faça assim! Estou esperando o hyung a bastante tempo, porque não me abraça, estou com frio! – Disse Suga fazendo aeygo para a namorada, que sorridente o abraçou por traz.

 – Lembra  quando namoravamos noonas? – Perguntou Heechul a Leeteuk, com certa nostalgia.

O líder riu – Ahh, bons tempos, boas coisas!

Suga se desvencilhou da namorada e pediu: 

 - Su-Ran noona chame JHope para mim por favor? 

A garota sorriu o beijou na bochecha e disse: - O que eu não faço por você! – Então se dirigiu a pista de dança em busca do anfitrião da festa.

Leeteuk pensava nesse momento que deveria ter vestido pelo menos um colete por baixo do terno e algo nos cochichos entre Heechul e Suga constatavam suas suspeitas. Ele ainda refletia, quando um entusiasmado Taehyung o agarrou e confirmou suas desconfianças!

-Teuk hyung você chegou! Estavamos te esperando!

-Esse é um fato curioso Tae, uma vez que eu mesmo não sabia que viria até à pouco, não é Heechul? Disse fuzilando o outro com o olhar, embora sorrisse.

-Você não sabe? Taehyung é como Shindong, faz previsões e sempre acerta... Não é mesmo? Falou cutucando Suga, que balançou a cabeça em confirmação. 

V ainda abraçava Leeteuk quando um JHope enciumado foi trazido por Su-Ran.

-JHope-ssi, obrigado por nos convidar a sua festa, há muitos conhecidos aqui, e sua casa parece muito agradável. –  Saldou o mais velho ali com um sorriso.

-Seja bem vindo Leeteuk-ssi. Você também  Heechul hyung. – Falou  JHope sorrindo e tentando não olhar para o insistente abraço de Taehyung em Leeteuk.

-Yaah, disse Heechul- O que é toda essa formalidade? Por que não se tratam como hyung e donseng? Somos todos amigos aqui. 

JHope fitou Leeteuk, como se pedisse permissão com olhar, e o mais velho sorriu e afirmou com a cabeça.  

- É verdade Hobi! Teuk já é meu hyung a bastante tempo. – Pronunciou V alheio ao que se passava.

“Sério?” Hoseok pensou, V aparentemente tinha tirado a noite para atormentá-lo e nem mesmo sabia disso.

– CRAAAAAAAKKK!!

O barulho chamou a atenção de todos os presentes. Hobi fechou os olhos imaginando qual seria o estrago.

Yongi então puxou V e disse: -Venha vamos atrás daquele “God of Destruction” e descobrir se ainda há concerto.

- Não! – Protestou V. – Eu quero conversar com o hyung! Não tenho culpa se o Namjoon quebra as coisas!

Aishhhhhh – Ameaçou  Suga. – Vamos logo 4D!

V finalmente cedeu e foi com Suga, embora ainda reclamasse. – Porque  não me sinto elogiado quando você me chama assim! 

– E eu vou ver se Dawon precisa de ajuda com seja lá o que o RM tenha quebrado – Anunciou Su-Ran, saindo com uma pequena reverência. 

– Quanto a mim... vou procurar Jimin, eu adoro aquelas bochechas! – Heechul se despediu sorridente. 

Leeteuk pensou enquanto olhava para um confuso JHope “Eles realmente armaram algo, o que se espera que eu faça agora”. 

Então Hoseok sorriu e Teuk foi tomado por muitas ideias do que fazer com o garoto, várias delas envolviam beijos e outras... era melhor deixar pra lá. 

– Bom  fico feliz que tenha vindo, fiquei meio sem jeito de convidá-lo hyung. 

– Eu  confesso que também fiquei meio sem jeito de vir, declarou Teuk levando a mão a cabeça e expondo mais de seu peito nu com o gesto.

 O que fez com que JHope engolisse em seco, e imaginasse o corpo definido que ainda estava oculto por aquele terno.

-Você... quer beber? Perguntou Hobi.

-Claro! Respondeu o mais velho.

-Vou te trazer algo. -Declarou o anfitrião.- Por favor espere aqui.- 

Leeteuk acenou com a cabeça confirmando e quando o mais novo saiu, falou para ninguém ouvir:

- Óh o que você está fazendo Jung Su.

Embora tivesse a intenção de voltar e ter uma conversa agradável com o seu novo hyung, os afazeres de anfitrião o impediram.

Ele tinha que pedir mais taças ao bufê responsável pela comida da festa, porque RM “ the God of Destruction” tinha conseguido de alguma forma quebrar não uma, mais duas caixas de taças e depois disso precisou mudar toda a ordem que as bebidas seriam servidas para que o problema não afetasse o andamento da festa.

Houve ainda um de seus convidados que havia bebido demais e precisava de um motorista para voltar pra casa, afinal recentemente houveram problemas envolvendo um idol que havia batido num poste ao dirigir bêbado e ninguém queria arriscar.

E por último alguém precisava dar uma bronca em Nanjoon, ele tinha feito Hobi perder muito de sua noite comemorativa.

Depois de tudo isso, JHope conseguiu sentar por um instante e então lembrou que tinha feito uma promessa a alguém naquela noite. –“Óh que tipo de pessoa você se tornou” pensou e saiu a procura de seu novo hyung.

Ele não o encontrou em nenhum lugar da festa, então decidiu ir ao seu quarto surtar um pouco e depois voltar como se nada tivesse acontecido, afinal um homem tinha sua honra.

Ao adentrar o corredor JHope se surpreendeu ao encontrar alguém dormindo na última poltrona no fim do corredor. “Era só o que faltava!”

Ele pensou e ligou o interruptor.

Não pôde deixar de se surpreender ao encontrar um Leeteuk dormindo aconchegado na poltrona e também não conseguiu deixar de pensar no quão bonito era o homem que dormia a sua frente. Ele sorriu foi até lá e se abaixou próximo ao adormecido.

- Porque é tão difícil para mim falar com você hyung! – Lamentou-se baixinho e sorriu triste.

Leeteuk abriu os olhos lentamente e por um instante seu coração parou. O garoto sorridente a sua frente parecia um anjo!

-Tão bonito! Declarou baixinho.

-O quê?- Questionou JHope sem acreditar no que tinha ouvido e sentindo as bochechas em chamas.

Leeteuk se sentou direito na poltrona e tocou suavemente os cabelos macios de Hoseok, o que fez o mais novo ter arrepios e fechar os olhos.

 – Não brinque com meu coração! Declarou Hobi se forçando a abrir os olhos.

Teuk sustentou o olhar de Hobi.

 – Não  foi minha intenção, eu apenas costumo acordar corajoso. Como ainda tenho coragem eu pergunto, posso te beijar Hoseok?

Hobi costumava pensar muito antes de se envolver com alguém, mas algo no outro lhe passava segurança, ele sentia que podia confiar na pessoa que lhe pedia um beijo. 

– Pode! – Arriscou sentindo a respiração acelerar.

Leeteuk sorriu, tocou carinhosamente o rosto de Hoseok com uma mão e com a outra afastou uma mecha de cabelo que atrapalhava sua visão daquele rosto bonito, então aproximou seu rosto lentamente, fitou aquela boca macia e a beijou.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...